Quase metade dos MEIs do RN 'estão inadimplentes', diz Receita Federal

Quase metade dos MEIs do RN ‘estão inadimplentes’, diz Receita Federal

48,32% dos microempreendedores individuais (MEIs) do Rio Grande do Norte estão com impostos atrasados, de acordo com dados da Receita Federal (RF). Eles têm o prazo de até 31 de agosto para regularizar suas dívidas. A partir de setembro, a RF encaminhará os débitos apurados nas Declarações Anuais Simplificada dos MEIs para inscrição em Dívida Ativa, que serão cobradas na justiça com juros e outros encargos previstos em lei.

De acordo com a Receita, a regularização pode ser feita utilizando o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), ou parcelamento. Tanto a emissão do DAS para pagamento, como a realização do parcelamento, pode ser efetuada diretamente no Portal do Simples Nacional. O DAS também pode ser emitido pelo App MEI, disponível para celulares Android ou iOS.

Os débitos em cobrança podem ser consultados na página PGMEI, com certificado digital ou código de acesso. O Ministério do Trabalho e Previdência explicou, em nota, que ao regularizar sua situação até 31 de agosto, o MEI com débitos evitará consequências como:

  • deixar de ser segurado do INSS, perdendo assim os benefícios previdenciários, tais como aposentadoria, auxílio doença, dentre outros;
  • ter seu Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) cancelado;
  • ser excluído dos regimes Simples Nacional e Simei pela Receita Federal, Estados e Municípios;
  • ter dificuldade na obtenção de financiamentos e empréstimos;
  • Inscrição em Dívida Ativa da União, Dívida Ativa Municipal e/ou Estadual, com acréscimo de encargos.

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.