Policial militar do Ceará é assassinado a tiros em Assu; Phablo Rhamon da Silva tinha 31 anos

Policial militar do Ceará é assassinado a tiros em Assu; Phablo Rhamon da Silva tinha 31 anos

O soldado da Polícia Militar do Ceará, Phablo Rhamon da Silva, de 31 anos foi assassinado a tiros no município de Assu, região central do Rio Grande do Norte. O crime aconteceu na noite de sexta-feira (29.out.2021), em uma comunidade conhecida como Belo Horizonte. O soldado era natural do município potiguar e estava de licença para tratamento de saúde.

O soldado era lotado no 17º Batalhão Policial Militar e encontrava-se de licença médica para tratamento de saúde por transtorno psiquiátrico. Ele foi convocado no concurso de 2018 e respondeu, no ano de 2020, na Controladoria Geral de Disciplina (CGD), a uma lesão corporal no contexto da violência doméstica e familiar contra a mulher idosa, injúria, difamação e furto qualificado pelo abuso de confiança, uma vez que há indicativos de furto do cartão de débito do Banco do Brasil desta mesma mulher.

Ainda segundo informações da polícia, Phablo Rhamon era dependente químico e o crime pode ter sido motivado por uma suposta dívida com traficantes da região. Por meio de nota, a PM do Ceará lamentou a morte do soldado Phablo Rhamon. “A PMCE lamenta o ocorrido e se solidariza com a dor de familiares e amigos, ao tempo em que também colabora com as forças de segurança para elucidar o caso e prender os suspeitos”, afirmou.

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte investiga o caso. Até o momento, não há informações sobre como o crime aconteceu.

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.