Operação Dízimo

Operação Dízimo: vereadores Professor Ítalo e Rhalessa de Clênio reassumem mandatos

Após 30 dias de afastamento pela Operação Dízimo, vereadores Professor Ítalo e Rhalessa de Clênio foram reconduzidos aos cargos pelo presidente da Câmara de Parnamirim, o vereador Wolney França.

Os vereadores Professor Ítalo (PSD) e Rhalessa de Clênio (PTB) foram convocados pela Câmara Municipal de Parnamirim para reassumirem seus mandatos. Eles estavam afastados desde o dia 18 de junho, por ordem da Justiça, quando foram presos na Operação Dízimo. O retorno aos mandatos dos vereadores foi determinado hoje (19) pelo presidente da Câmara, vereador Wolney França (PSC), em ato publicado no Diário Oficial do Município.

Ítalo e Rhalessa foram presos e liberados no dia seguinte, após serem beneficiados com um habeas corpus; mas precisaram ficar afastados dos mandatos por um mês. Deflagrada no dia 18 de junho pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte, a Operação Dízimo tem como objetivo investigar supostos crimes de falsidade ideológica eleitoral, lavagem de dinheiro, peculato e associação criminosa em Parnamirim.

Foto: Divulgação/Câmara Municipal de Parnamirim

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.