MADA Faz Escola dá continuidade às atividades em Maio

MADA Faz Escola dá continuidade às atividades em Maio

Projeto social do Festival MADA começou dia 13 de Abril e já atuou em seis escolas

O projeto social do Festival MADA, MADA Faz Escola, segue uma programação intensa até o final do mês. A terceira edição da iniciativa já atuou em seis escolas durante o mês de Abril, e até o final de Maio vai realizar atividades em mais 09 escolas nas quatro zonas da rede pública da capital do Rio Grande do Norte.

Cada escola recebe sempre dois artistas e depois de um papo com os jovens estudantes, ilustram o papo sonoramente executando suas músicas. Realizado via Itaú e Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto está inserido no artigo 18, que pontua que a ação musical deve ser do gênero instrumental, portanto as atrações convidadas são deste segmento.

Dentre os representantes da música eletrônica estão Brisa, DJ Samir, Gabriel Souto, Pajux, Tinoc, Um2, além de Elisa Bacche que mistura timbres eletrônicos com percussão ao vivo. Já aqueles que ficam entre o clássico e o popular são Jow Ferreira Trio, Tiquinha Rodrigues e Pau e Lata. Priscila Matos levanta a bandeira do choro, enquanto Jubileu Filho vai levar a música instrumental brasileira para as escolas de Natal. Fechando este grande time, o Frevo do Xico vai falar sobre um dos mais importantes ritmos do Nordeste, enquanto Cajú com Jazz traz os acordes deste elegante gênero e Eduardo Taufic representa o piano popular.

Vale ressaltar que uma das preocupações da direção é levantar discussões que tratam a sustentabilidade também como ponto central e de grande importância a ser discutido. Inclusive ao final da temporada, serão selecionadas duas escolas para receberem a aula sobre “instrumentos reciclados”, com o grupo Pau e Lata.

Programação

Para o mês de Maio, a programação segue assim:

➝ Ter, 02/mai | E. E. Lauro de Castro | Frevo do Xico + Tinoc

➝ Qua, 03/mai | E. E. Ferreira Itajubá | Pau e Lata + Brisa

➝ Qui, 04/mai | E. E. Almirante Newton Braga de Faria | Cajú com Jazz + Gabriel Souto

➝ Sex, 05/mai | E. E. Jorge Fernandes | Priscila Matos + Tinoc

➝ Seg, 15/mai | E. E. Jean Mermoz | Cajú com Jazz + Dj Samir

➝ Ter, 16/mai | E. E. Varela Barca | Pau e Lata + Pajux

➝ Qui, 18/mai | E. E. Desembargador Régulo Tinôco | Tiquinha Rodrigues + Elisa Bacche

➝ Sex, 19/mai | E. E. Prof. Dulce Wanderley | Jubileu Filho + Pajux

➝ Seg, 29/mai | E. E. Desembargador Floriano Cavalcanti | Eduardo Taufic + Um2

AULA/OFICINA SOBRE INSTRUMENTOS MUSICAIS RECICLADOS

➝ Ter, 30/mai | Escola a definir | Pau e Lata

➝ Qua, 31/mai | Escola a definir | Pau e Lata

Edição de 25 anos

Com datas marcadas para 13 e 14 de Outubro no Arena das Dunas, o Festival MADA prepara uma grande festa para celebrar os 25 anos. Margareth Menezes, Liniker, Luedji Luna e Matuê são as primeiras atrações confirmadas e em breve, mais nomes serão revelados. A novidade para este ano é que a ocupação do gramado será completa, o que vai proporcionar uma circulação ainda maior do público que ano passado esgotou os ingressos, somando 25 mil pessoas. Os ingressos do primeiro lote vão de R$ 80 a R$ 400 e já estão disponíveis aqui.

LINKS

Youtube

Instagram

TikTok

Site Oficial

SOBRE O FESTIVAL MADA

Idealizado pelo produtor cultural, Jomardo Jomas, o Festival MADA estreou em 1998 e alavancou o histórico bairro da Ribeira, em Natal (RN), para o holofote nacional. Logo de início, o evento integrou o primeiro calendário brasileiro de festivais, ao lado de Abril pro Rock, Porão do Rock, Goiânia Noise e outros tantos pioneiros.

A produção privilegia a música contemporânea e de vanguarda, inserindo o pop, rap, a mpb e indie em seus diversos sotaques, identidades e estilos. Esse equilíbrio fez do MADA o evento musical de maior público do Rio Grande do Norte e um dos maiores do Brasil. Os palcos lado a lado, idênticos, são exemplo de respeito aos artistas e se equipara às normas de políticas públicas para a cultura — que é oferecer as melhores condições para a atração, independente do seu alcance midiático.

Diferentes lugares já sediaram o festival, como o bairro histórico Ribeira (1998 a 2003), a Arena do Imirá na beira mar da Via Costeira (2004 a 2011), o bairro das Rocas (2012 e 2013) e o Estádio de futebol Arena das Dunas (2014 a 2022). Ao longo de sua trajetória, o MADA realizou shows de mais de 700 bandas e artistas independentes, grandes atrações nacionais e internacionais.

Foto: Vitória Oliveira (@vitolivr_)

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Assine nossa Newsletter

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês