PIX promove inclusão financeira de 71 milhões de brasileiros; cooperativismo aposta na ferramenta para bancarização do Nordeste

PIX promove inclusão financeira de 71 milhões de brasileiros; cooperativismo aposta na ferramenta para bancarização do Nordeste

De acordo com a Central Sicredi Nordeste, mais de R$ 1,3 bilhão foi movimentado na região via PIX nos primeiros 7 meses de 2023

Um estudo publicado pelo Banco Central (BC) revelou que o PIX, implantado em todo o país em 2020, tornou-se uma ferramenta essencial para a inclusão financeira dos brasileiros. Desde seu lançamento, 71 milhões de brasileiros passaram a realizar transações financeiras por meio do PIX, segundo dados coletados até dezembro de 2022.

Conforme o levantamento do BC, a região Nordeste é a segunda do país onde a utilização do PIX é mais frequente, atrás apenas da região Norte: os nordestinos realizaram uma média de 19 transações por pessoa entre novembro de 2020 e dezembro de 2022.

A popularização do PIX é notável também nas instituições financeiras cooperativas. O Sicredi, instituição cujo objetivo é promover a inclusão financeira e a bancarização da população, registrou quase 1 milhão de operações via PIX na região Nordeste entre janeiro e julho deste ano.

No total, foram 494.959 operações de saída e 495.890 operações de entrada de valores, considerando transferências entre contas Sicredi na região Nordeste. As transações representam um montante de mais de R$ 1,3 bilhão movimentados entre contas da cooperativa na região nos primeiros sete meses de 2023.

Presença do PIX é maior em cidades sem agências bancárias

Conforme o estudo do Banco Central, o número de operações por PIX é ainda maior em cidades que não possuem agências bancárias físicas. No Nordeste, 60% dos municípios não possuem agências físicas.

Como parte de seu esforço para estimular a inclusão e a educação financeira da população tanto em meios digitais quanto físicos, o Sicredi vem adotando um movimento de expansão de sua presença no Nordeste, especialmente em cidades que ainda não contam com o serviço.

Nos últimos 5 anos, a cooperativa abriu 80 novas agências na região, indo de encontro à tendência de fechamentos de agências que se acentuou após a pandemia de covid-19. Até dezembro de 2026, o Sicredi planeja inaugurar outras 74 agências em municípios nordestinos.

“As cooperativas de crédito são instituições financeiras diferentes dos bancos tradicionais porque têm como base a participação dos associados como donos da cooperativa. Ou seja, os associados são ao mesmo tempo donos e usuários dos serviços, tendo voz ativa nas decisões da cooperativa”, explica Cristiane Cavalcanti, assessora do Desenvolvimento do Cooperativismo da Central Sicredi Nordeste.

A meta da instituição é, assim, continuar apostando em ferramentas como o PIX como meio de dar acesso à população nos mais de 300 produtos e serviços financeiros, também oferecendo atendimento presencial, através de suas agências físicas.

“Nessa dinâmica, as cooperativas têm um olhar mais próximo para as necessidades dos associados e das comunidades em que estão presentes, favorecendo relações de confiança mútua. Além disso, elas têm um papel crucial na promoção do desenvolvimento das comunidades, já que as receitas são geradas e aplicadas localmente”, conclui Cristiane.

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil/Arquivo

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal