Deputado bolsonarista pede ao MPF investigação sobre financiamento do Governo Federal ao Choquei

Deputado bolsonarista pede ao MPF investigação sobre financiamento do Governo Federal ao Choquei

Guto Zacarias alega que perfil de fofocas é responsável por suicídio de jovem

Após o suicídio de Jéssica Vitória Canedo, de 22 anos, que foi vítima de notícias falsas vinculadas ao humorista Whindersson Nunes, o perfil de fofocas Choquei foi alvo de críticas e questionamentos sobre sua relação com o governo federal.

O vice-líder do governo de São Paulo, o deputado Guto Zacarias (União Brasil), pediu ao Ministério Público Federal (MPF) que investigue se o perfil recebe financiamento público.

Zacarias, que é integrante do Movimento Brasil Livre (MBL), de oposição ao PT, argumenta que, caso o financiamento seja confirmado, trata-se de um caso gravíssimo, pois o governo estaria usando verbas públicas para financiar um site de fofocas, responsável por um suicídio.

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) já associou o Choquei ao governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e acusou o perfil de ter promovido, de forma irregular, a candidatura do petista nas eleições de 2022.

O pedido de Zacarias foi encaminhado à Procuradoria-Geral da República, que deve avaliar se abre um inquérito para apurar o caso.

Foto: Arquivo/POR DENTRO DO RN/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês