Tecnologia

Zambelli e hacker viram réus no STF por invasão ao site do CNJ

Zambelli e hacker viram réus no STF por invasão ao site do CNJ

Decisão da Primeira Turma foi unânime

Por unanimidade, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou nesta terça-feira (21) a denúncia contra a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) e o hacker Walter Delgatti pela invasão ao sistema eletrônico do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no ano passado.

Agora, a parlamentar e o hacker passam à condição de réus no Supremo e vão responder a processo criminal.

Zambelli e Walter Delgatti foram denunciados em abril pelo procurador-geral da República, Paulo Gonet. De acordo com a PGR, a deputada foi a autora intelectual da invasão e procurou o hacker para executar o crime e emitir um mandato falso de prisão contra o ministro do STF Alexandre de Moraes.

Os acusados vão responder pelos crimes de falsidade ideológica e invasão a dispositivo informático.

Durante o julgamento, o colegiado também reconheceu a competência de Alexandre de Moraes para atuar como relator do caso. Para a turma, a emissão do mandado de prisão falso foi um crime cometido contra o Poder Judiciário, e não contra o ministro, que não está na condição de vítima, fato que o impediria de atuar como julgador do caso.

Durante a sessão, Moraes ironizou a emissão de um mandado falso emitido por ele mesmo. “Eu chamaria de burrice, achando que isso não fosse ser descoberto”, afirmou.

Além de Moraes, votaram pela abertura de ação penal os ministros Flávio Dino, Cármen Lúcia, Cristiano Zanin e Luiz Fux.

A Agência Brasil procurou a defesa de Carla Zambelli e aguarda retorno.

Foto: Vinicius Loures / Câmara dos Deputados

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Zambelli e hacker viram réus no STF por invasão ao site do CNJ Read More »

Polícia Civil do RN deflagra operação “Black Market” e prende dupla por aplicar golpes na OLX

Polícia Civil do RN deflagra operação “Black Market” e prende dupla por aplicar golpes na OLX

Operação da DEFD/Natal desmantela esquema de fraude com perfis falsos na OLX e Facebook Marketplace

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte, através da Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações de Natal (DEFD/Natal), realizou a operação “Black Market” na manhã de segunda-feira (20.mai.2024) que resultou na prisão preventiva de dois membros de uma associação criminosa especializada em fraudes eletrônicas. As prisões ocorreram no bairro Felipe Camarão, na Zona Oeste de Natal.

Os criminosos utilizavam perfis falsos em plataformas como OLX e Facebook Marketplace para anunciar produtos de alto valor, como motocicletas e caixas de som. Durante as negociações, eles combinavam a entrega dos produtos com as vítimas e apresentavam comprovantes de transferência bancária falsificados. Somente após a entrega dos produtos, as vítimas percebiam que o dinheiro não havia sido realmente transferido para suas contas.

O líder do grupo, que é multirreincidente e está sob monitoração eletrônica, organizava o esquema de maneira a evitar sua identificação direta. Ele enviava comparsas para recolher os produtos das vítimas. A investigação identificou 11 casos de estelionato praticados pela associação criminosa entre 2023 e 2024. Além das prisões, a polícia bloqueou as contas bancárias dos suspeitos, retendo valores equivalentes ao prejuízo causado pelos golpes. Outros dois membros da associação estão foragidos e possuem mandados de prisão preventiva decretados.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181, para auxiliar na captura dos criminosos foragidos e em outras investigações.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Polícia Civil do RN deflagra operação “Black Market” e prende dupla por aplicar golpes na OLX Read More »

Bepass inicia processo de implantação do reconhecimento facial na Arena das Dunas

Bepass inicia processo de implantação do reconhecimento facial na Arena das Dunas

Empresa também é responsável pelo sistema no Maracanã, Nilton Santos e Allianz Parque

A evolução tecnológica tem desempenhado um papel fundamental em diversas áreas da sociedade e o setor esportivo não fica para trás. Nos últimos anos, a implementação de sistemas de segurança e conforto para os espectadores ganhou destaque, e a biometria facial emerge como uma solução inovadora. A tecnologia oferece uma maneira eficaz de autenticação, permitindo um acesso rápido, de até 3 segundos, e seguro aos estádios, além de contribuir para a identificação de torcedores em situações de segurança.

A aprovação da Lei Geral do Esporte (Lei nº 14.597/2023 – LGE) sancionada em 15 de junho de 2023, estabelece a obrigatoriedade da adoção de biometria por reconhecimento facial em estádios com capacidade acima de 20 mil pessoas em até dois anos, impulsiona consideravelmente o mercado. Com isso, muitas arenas têm procurado se adequar como é o caso da Arena das Dunas, em Natal.

A Bepass, empresa especializada em acessos por biometria facial em estádios de futebol, que conta com o Allianz Parque, Maracanã e Nilton Santos iniciou a implantação do sistema de reconhecimento facial para as partidas disputadas no local, que deve durar pelo menos 60 dias.

“Com a Lei Geral do Esporte não existe uma tendência, mas uma exigência para a implementação do sistema de acesso de biometria facial. Sabemos da importância e da responsabilidade da Arena das Dunas não apenas para o futebol potiguar, mas também para o Estado. Por isso, a nossa meta é transformar o local, que será o primeiro no Rio Grande do Norte, usando essa tecnologia, em referência” conta Ricardo Cadar, fundador da Bepass.

Com a tecnologia a ideia é combater à atuação de cambistas, algo que ela já mostrou ser capaz de fazer, além de implantar um critério de assiduidade na compra de ingressos e, por fim, buscar soluções efetivas para garantir a segurança e evitar casos de violência entre seus torcedores durante as partidas.

Como funciona?

São basicamente três passos:

Cadastro da biometria facial – de qualquer lugar, como o próprio celular, intuitivo e feito em menos de 10 segundos.

Reconhecimento imediato – identificação rápida e segura nos equipamentos.

Com estas soluções, a Arena das Dunas espera oferecer para os torcedores:

  • segurança (validação e identificação de quem acessa o local, impossibilitando a fraude no acesso);
  • agilidade (leitura da face em menos de três segundos);
  • comodidade (sem perda de tempo ou necessidade de emissão de crachás, cartões ou QRCodes);
  • LGPD (alinhamento com os mais rígidos padrões de segurança de dados e legislações brasileira e europeia).

Foto: Arquivo/POR DENTRO DO RN/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Bepass inicia processo de implantação do reconhecimento facial na Arena das Dunas Read More »

iFood reforça iniciativas para preservar entregadores no trânsito

iFood reforça iniciativas para preservar entregadores no trânsito

Empresa cria área de Segurança Viária e promove ações de conscientização durante o Maio Amarelo

O iFood, empresa brasileira de tecnologia, anuncia a criação da área Visão Zero, reforçando sua atuação em torno da segurança viária. Entre os objetivos da nova divisão da companhia, está reforçar iniciativas para prevenção de acidentes envolvendo os entregadores, testar alavancas que ajudem a mudar comportamento no trânsito para quem está em rota de entrega, fomentar a aproximação da companhia com o poder público para colaboração em soluções viárias e criar ações voltadas à conscientização de toda a sociedade sobre a importância da educação no trânsito.

“O iFood começou a operar com entregadores em 2018 e, com isso, passou a fazer parte do ecossistema viário. Entendemos que diminuir sinistros de trânsito precisa envolver diversos agentes e nós queremos ser parte dessa solução, que precisa ser conjunta. Como empresa que tem no delivery um dos seus principais focos de atuação, parte relevante do nosso trabalho é estimular a direção segura dos entregadores, que são pessoas fundamentais no nosso ecossistema. Nossa principal missão é zerar mortes e lesões graves de entregadores no trânsito. Assim, atualmente, testamos alavancas de mudança comportamental, focadas na redução de velocidade, com dados em tempo real durante as rotas de entrega” comenta Rafael Tartaroti, gerente de Segurança Viária do iFood.

Entre as ações voltadas para a segurança dos entregadores, a companhia disponibilizou nove capacitações, curtas e de graça, no iFood Decola, uma plataforma de aprendizado criada pela empresa para os profissionais de delivery. Somando os nove cursos sobre direção segura, manutenção de moto e bike e primeiros socorros, já foram emitidos mais de 100 mil certificados. Em março, o curso ‘Segurança nas Entregas’ se tornou obrigatório aos entregadores recém-chegados ao app.

Já aqueles que atuam por meio do iFood Pedal, programa de compartilhamento de bikes da empresa, participam do treinamento Pedal Responsa, com conteúdos focados em segurança para quem utiliza esse tipo de modal. Mais de 28 mil entregadores ciclistas se formaram no curso.

Além disso, todos os entregadores cadastrados na plataforma têm acesso ao Seguro Pessoal contra acidentes com sete coberturas diferentes, que inclui de despesas médicas e hospitalares em rede credenciada a cobertura por lesão temporária e auxílio para a família. Todos os entregadores também têm acesso à assistência jurídica e psicológica de forma gratuita em casos de agressão e discriminação.

O iFood também participou do 4o Seminário de mobilidade do Observatório Nacional de Segurança Viária, realizado pela entidade em Foz do Iguaçu, nos dias 6 e 7 de maio reunindo especialistas, autoridades, organizações e o público em geral, para discutir e promover a conscientização sobre a segurança viária e mobilidade urbana sustentável. A empresa se tornou mantenedora do Observatório em 2023, passando a apoiar financeiramente a causa da mobilidade segura, além de oferecer sua experiência com tecnologia e dados para guiar ações da entidade.

Campanha Vai Na Boa

A marca também reforça suas iniciativas de conscientização no trânsito com a campanha Vai na Boa, com uma série de ações de comunicação direcionadas tanto aos entregadores quanto à sociedade em geral, destacando que o trânsito seguro é uma responsabilidade compartilhada, e que as ações individuais têm o poder de impactar significativamente a vida de todos. A campanha terá forte presença digital, com ações planejadas para plataformas como Instagram, Facebook, YouTube e Spotify, além do engajamento de criadores de conteúdo e entregadores influenciadores.

Sobre o iFood

O iFood é uma empresa brasileira de tecnologia referência em delivery online na América Latina, que aproxima clientes, restaurantes e entregadores de forma simples e prática. O iFood tem o propósito de alimentar o futuro do Brasil e do mundo, transformando a sociedade por meio da educação e da tecnologia, da segurança alimentar, da inclusão e com um impacto socioambiental positivo.

Com mais de 70 milhões de pedidos mensais, o iFood atua com inteligência de negócio e soluções de gestão para promover e desenvolver um ecossistema de mais de 300 mil estabelecimentos cadastrados, 200 mil entregadores conectados em mais de 1700 cidades em todo o Brasil. Há 11 anos no mercado, a empresa vai além do food delivery e cresce também em negócios de Mercado, Fintech e Benefícios, unindo tecnologia e conveniência na entrega de soluções aos parceiros. O iFood conta com um importante investidor também brasileiro, a Movile – líder global em marketplaces móveis.

Para mais informações sobre o iFood, suas novidades e a nossa fome de alimentar o mundo, acesse o iFood News.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

iFood reforça iniciativas para preservar entregadores no trânsito Read More »

Brisanet recebe financiamento do BNDES de R$ 146 milhões para ampliar serviços 5G

Brisanet recebe financiamento do BNDES de R$ 146 milhões para ampliar serviços 5G

Telecom vai usar os recursos na cobertura da tecnologia 5G/FWA em comunidades periféricas da Grande Fortaleza

A Brisanet, líder em provimento de serviços de internet e telecomunicações na região Nordeste, deu um passo a mais na sua trajetória de expansão e compromisso com a inclusão digital. Isso porque, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, através do Comitê de Crédito e Operações, autorizou a concessão de crédito à companhia no valor global de R$ 146,1 milhões, provenientes do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (FUST), no âmbito do Programa BNDES FUST.

Os recursos levantados serão direcionados para a ampliação, aplicação e aperfeiçoamento das redes e serviços de telecomunicações, assim como para a pesquisa e implementação de novas tecnologias de conexão, com foco especial na tecnologia 5G/FWA. Essas iniciativas têm como objetivo primordial a redução das disparidades regionais e o estímulo ao progresso econômico, social e tecnológico.

O projeto inclui 95 torres de telecomunicações e 95 ERBs (Estações Rádio Base) para a expansão da cobertura do Serviço Móvel Pessoal (SMP), através da propagação do sinal 5G, alcançando mais de 200 mil pessoas em 168 localidades de comunidades nas cidades de Fortaleza, Caucaia, Maracanaú e Maranguape, todas localizadas no estado do Ceará. Além disso, o projeto contempla a instalação de 50.000 modens FWA (Fixed Wireless Access), que permitem fornecer banda larga sem utilização de fios, usando links de rádio entre uma torre de celular e o domicílio do cliente.

Para Roberto Nogueira, CEO da Brisanet, com essa novidade a empresa reafirma o seu compromisso em fornecer acesso à internet de qualidade a todas as localidades, independente da sua localização geográfica. “A inclusão digital sempre foi nosso maior propósito e o principal motivador da ascensão da Brisanet. Há mais de 25 anos, temos investido no Nordeste por enxergar o potencial e as oportunidades que essa região nos oferece. Agora, com o apoio dos recursos do FUST, estamos determinados a ir ainda mais longe, ajudando a levar, com inovação e tecnologia, conectividade onde ela é mais necessária. Este é apenas o primeiro projeto nessa parceria. Contamos com esse relevante apoio do Programa BNDES FUST para continuar e multiplicar esse impacto por todo Nordeste e Centro-Oeste do Brasil”, afirma.

SOBRE A BRISANET

Com 25 anos de mercado, a Brisanet é sediada em Pereiro (CE) e atua como provedora de internet banda larga, operadora móvel (4G/5G), streaming de música, tv por assinatura e telefonia fixa. De acordo com a Anatel, a telecom é líder em market share de banda larga fixa na região Nordeste. A Brisanet promove inclusão social e tecnológica e, atualmente, já atende em 158 cidades e nove estados do Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe), totalizando mais de 1,3 milhão de assinantes em banda larga fixa com uma infraestrutura de rede própria. A empresa é listada na B3 e possui licença da Anatel para operar com a tecnologia 5G no espectro de 3,5 GHz (Nordeste e Centro-Oeste) e 2,3 GHz (Nordeste).

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Brisanet recebe financiamento do BNDES de R$ 146 milhões para ampliar serviços 5G Read More »

iFood oferece vantagens exclusivas aos entregadores com pacote que inclui desconto em combustível

iFood oferece vantagens exclusivas aos entregadores com pacote que inclui desconto em combustível

Além da parceria com o Shell Box, que garante descontos no preço da gasolina, o programa conta com outras iniciativas nas áreas de educação, saúde, segurança e bem-estar

No último mês, o programa de Vantagens do iFood, que oferece serviços e descontos exclusivos para os entregadores, bateu seu recorde de mais de 100 mil entregadores utilizando pelo menos uma das vantagens em dois meses seguidos. Esse resultado foi fruto de novas iniciativas que agregaram ainda mais economia e bem-estar no dia a dia dos entregadores, como foi o caso da mais recente parceria com o Shell Box.

Com o objetivo de reduzir o gasto do entregador com a gasolina, que representa em média 40% da sua despesa diária, o iFood fechou uma parceria com a Raízen, uma das maiores distribuidoras de combustível do Brasil, licenciada da marca Shell, para oferecer descontos exclusivos no abastecimento para todos que entregam com o iFood. O programa foi disponibilizado no aplicativo Shell Box e funciona em formato de “cahsback” no qual o entregador recebe 5% do seu dinheiro de volta em todos os abastecimentos.

Além disso, toda sexta-feira, os entregadores têm um desconto maior com a Super Sexta, que garante 15% do dinheiro abastecido de volta, pagando com Shell Box em postos Shell. Na prática, na Super Sexta, o entregador abastece um valor e, na próxima sexta-feira, ele ganha um desconto de 15% daquele valor abastecido. De janeiro até março, a parceria já garantiu mais de 2 milhões de reais em economia para o entregador e vem representando uma importante alavanca de diminuição de gastos diários para entregadores cadastrados no iFood.

Outros benefícios pensados para entregadores

Assistência Saúde

Todos os entregadores do iFood têm assistência gratuita à saúde com consultas on-line e presenciais, exames com preços populares, além de descontos de até 80% em farmácias de todo país. Para ter essa vantagem não é necessário ter sofrido um acidente e/ou estar em rota. Todos os entregadores que estão ativos no iFood têm acesso. O programa também inclui planos odontológicos para os entregadores e sua família com 20% de desconto.

Educação

O iFood acredita que o conhecimento é o combustível para chegar mais longe. A vantagem “Educação” possui iniciativas para gerar oportunidade e crescimento através dos estudos.

O projeto Meu Diploma do Ensino Médio ajuda a formar entregadores que não completaram o ensino básico. Com as bolsas gratuitas para preparação para a prova do Encceja, que certifica essa etapa escolar, mais de 6 mil entregadores conquistaram o diploma nos últimos dois anos.

Outro projeto é o iFood Decola, uma plataforma de cursos on-line e gratuitos, que ajuda os entregadores a terem melhor experiência e proveito no app. Também há opções de capacitações em educação financeira, direção segura, manutenção de motos e muito mais.

Seguro Pessoal

Durante a rotina de entregas e na volta para casa, as coberturas do Seguro Pessoal garantem que os entregadores e entregadoras se protejam e amparem sua família em caso de adversidade. Para acionar o seguro, basta ter o cadastro ativo e estar em rota ou voltando para casa.

As coberturas para entregadores incluem despesas médicas e hospitalares em rede credenciada, reembolso de despesas médicas, hospitalares e odontológicas, morte acidental, invalidez temporária ou permanente. Os programas pensados para mulheres entregadoras são o Auxílio em Caso de Câncer, Auxílio Gestação e Bem-estar da Entregadora.

Direção Defensiva

Falando sobre trânsito, o iFood capacita entregadores e entregadoras para evitar acidentes nas ruas. Foram emitidos 80 mil certificados para entregadores que fizeram os cursos relacionados à segurança nas entregas e manutenção de moto ou bike. Por meio de uma plataforma de cursos, o iFood ajuda o entregador a ser parte de um trânsito seguro.

O curso mais recente se chama Segurança nas Entregas. Em menos de 20 minutos, com uma trilha de vídeos super prática, o entregador se depara com situações do dia a dia e é convidado a responder qual decisão tomaria. Isso vai levando-o a conhecer melhor como o iFood opera, desde como é calculado o tempo de entrega para que ele não corra, até como acionar o seguro ou o auxílio farmácia, caso se envolva em acidente.

A ideia é ensinar um olhar mais atento, a partir de técnicas de direção segura e de conhecimentos sobre os conceitos de trânsito. Essas competências são essenciais para ajudar na prevenção de acidentes.

Seguro Moto, Pontos de Apoio e o iFood Pedal são outras vantagens disponibilizadas aos entregadores.

Sobre o iFood

O iFood é uma empresa brasileira de tecnologia referência em delivery online na América Latina, que aproxima clientes, restaurantes e entregadores de forma simples e prática. O iFood tem o propósito de alimentar o futuro do Brasil e do mundo, transformando a sociedade por meio da educação e da tecnologia, da segurança alimentar, da inclusão e com um impacto socioambiental positivo.

Com mais de 70 milhões de pedidos mensais, o iFood atua com inteligência de negócio e soluções de gestão para promover e desenvolver um ecossistema de mais de 300 mil estabelecimentos cadastrados, 200 mil entregadores conectados em mais de 1700 cidades em todo o Brasil. Há 11 anos no mercado, a empresa vai além do food delivery e cresce também em negócios de Mercado, Fintech e Benefícios, unindo tecnologia e conveniência na entrega de soluções aos parceiros. O iFood conta com um importante investidor também brasileiro, a Movile – líder global em marketplaces móveis.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

iFood oferece vantagens exclusivas aos entregadores com pacote que inclui desconto em combustível Read More »

Lula sanciona marco legal dos jogos eletrônicos no Brasil

Lula sanciona marco legal dos jogos eletrônicos no Brasil

Texto regulamenta cadeia produtiva e comercial do setor

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou, nesta sexta-feira (3), o marco legal para a indústria de jogos eletrônicos. O chamado Marco Legal dos Games regulamenta a fabricação, importação, comercialização, o desenvolvimento de jogos eletrônicos e seu uso comercial no Brasil. Segundo a assessoria do Palácio do Planalto, a sanção será publicada em edição regular do Diário Oficial da União na próxima segunda-feira (6).

“Sancionei o projeto de lei que cria o marco legal para a indústria dos jogos eletrônicos. Com isso, serão fixados princípios e diretrizes para a sustentabilidade econômica do setor, inclusive de interação dos jogos eletrônicos com legislações específicas do setor cultural, os incentivos fiscais estendidos ao segmento e diretrizes para proteção de crianças e adolescentes”, destacou o presidente Lula em postagem nas redes sociais.

A nova legislação foi aprovada pelo Congresso Nacional no mês passado.

Na definição de jogos eletrônicos, segundo a lei, entram os softwares (programas para computador), as imagens geradas a partir da conexão com o jogador, conhecido como gamer; os jogos de console de videogames e de realidade virtual (RV), realidade aumentada (RA), realidade mista (RM) e realidade estendida ou imersiva, tanto quando gamer faz o download do jogo (baixa o jogo e salva o arquivo naquele dispositivo eletrônico, como smartphone ou compactador) ou por streaming, que permite a reprodução do jogo sem necessidade de baixar um arquivo. Não entram nesta categoria de gamer os jogos de azar eletrônicos, apostas do tipo bet, poker on-line e outros que envolvam prêmios em dinheiro.

“A expectativa do setor com a sanção é que possamos ver os investimentos e as oportunidades na área multiplicadas. É estimado que, no intervalo dos próximos três anos, vamos ver a entrada de R$ 200 milhões a R$ 300 milhões anuais em investimentos privados no setor, a multiplicação na base de duas a três vezes do volume total de empregados no setor na próxima década, e, portanto, a criação de oportunidades que colocam o Brasil num patamar mais destacado no ciclo produtivo global”, afirmou Márcio Filho, presidente da Associação de Desenvolvedores de Jogos Digitais do Estado do Rio de Janeiro e especialista em games e sociedade.

Crianças e adolescentes

Pelo texto, a indústria do setor, por meio dos desenvolvedores de games, deve proteger crianças e adolescentes da exposição a jogos violentos ou abusos. Além disso, o marco prevê a criação de canais de reclamações e denúncias de abusos para assegurar os direitos deste público no mundo digital, e as ferramentas de compras deverão buscar o consentimento dos responsáveis pelos usuários infantojuvenis.

Outro ponto levantado pelo texto substitutivo é a possibilidade de jogos eletrônicos serem implantados na Política Nacional de Educação Digital, sendo usados nas escolas como forma de ensino, com a criação de um repositório de uso livre, de acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Incentivos ao setor

O projeto de lei sancionado pelo presidente Lula busca regular todos os aspectos relevantes da produção. De acordo com o texto, a indústria de jogos eletrônicos contará com incentivos à economia do setor e renúncia fiscal semelhantes aos previstos para o setor cultural na Lei Rouanet e na Lei do Audiovisual para estimular a produção de conteúdo, com redução de tributos, como o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de equipamentos necessários ao desenvolvimento de jogos.

O novo marco legal também regulamenta as atividades dos profissionais de tecnologia. Todos os envolvidos no desenvolvimento de jogos eletrônicos serão incluídos em categorias como microempreendedor individual e na Classificação Brasileira de Ocupações do Ministério do Trabalho e Emprego.

Além disso, as empresas de jogos eletrônicos no país serão reconhecidas formalmente, por meio da determinação da criação do Código Nacional de Atividade Econômica, relativo às atividades relacionadas aos jogos.

As empresas, o empresário individual ou o microempreendedor poderão ainda receber tratamento especial no âmbito do regime Inova Simples, do Simples Nacional, bem como em parcerias com instituições científicas, tecnológicas e de inovação.

Foto: Joel Rodrigues/ Agência Brasília

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Lula sanciona marco legal dos jogos eletrônicos no Brasil Read More »

Fortaleza recebe evento que visa impulsionar o comércio eletrônico na região

Fortaleza recebe evento que visa impulsionar o comércio eletrônico na região

O Nordeste é a terceira maior região consumidora de produtos on-line, segundo a Abcomm

A cidade de Fortaleza, capital do Ceará, receberá, no dia 14 de maio a ExpoEcomm, que reunirá grandes players do varejo e especialistas do e-commerce. Com uma programação imersiva, o evento oferece um dia de palestras, aulas e exposições, com o objetivo de levar estratégias para impulsionar o comércio eletrônico no estado e no Nordeste. Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm), a região nordestina é a terceira maior consumidora de produtos on-line, com Bahia, Pernambuco e Ceará liderando o ranking. O Ceará, por exemplo, representa 2,47% de todo o comércio eletrônico do país.

Entre os assuntos que serão discutidos no evento está o acesso às tecnologias para a integração de lojas a marketplaces como Amazon, Shopee e Mercado Livre, como forma de impulsionar as vendas. Entre os expositores confirmados está a Magis5, startup que disponibiliza, justamente, um hub que integra e-commerces a grandes players do mercado nacional. Sua plataforma também permite automatizar processos, como expedição de pedidos e emissão de notas fiscais, deixando o empreendedor livre para pensar de forma estratégica em seu negócio.

“Dentro da nossa base no Nordeste, alguns vendedores lidam com mais de 2.500 pedidos por mês, o que realça a relevância da automação. Ela não só agiliza o processo de pedidos, mas também melhora a precisão e a eficiência geral das operações de vendas”, ressalta Claudio Dias, CEO da Magis5.

Segundo ele, o Nordeste tem se mostrado cada vez mais adaptado ao ambiente de compras digitais, graças à expansão dos centros de distribuição e à popularização dos marketplaces. Essa percepção é respaldada pelos dados da Nuvemshop, plataforma para a criação de lojas on-line. Nos primeiros seis meses do ano passado, os pequenos e médios empreendedores do e-commerce do Ceará aumentaram seu faturamento em cerca de 20% em comparação ao mesmo período do ano anterior, alcançando R$ 79 milhões. Segundo a RecLead, a projeção é que o comércio eletrônico no Brasil cresça duas vezes mais do que a média global até 2025.

Contudo, de acordo com o Claudio Dias, ainda há alguns desafios a serem superados, como o preço do frete na região, que pode chegar a ser 341% mais caro que no Sudeste, segundo pesquisa da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, Proteste.

Serviço:

ExpoEcomm Fortaleza 2024

Data: 14 de maio

Horário: Das 14h às 21h.

Local: Centro de Eventos do Ceará, Fortaleza – CE

As inscrições podem ser realizadas por meio do site https://www.expoecomm.com.br/fortaleza

Mais informações sobre a Magis5: https://lp.magis5.com.br/

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Fortaleza recebe evento que visa impulsionar o comércio eletrônico na região Read More »

TIM e Trapview anunciam na Agrishow solução com inteligência artificial inédita no Brasil para controle de pragas

TIM e Trapview anunciam na Agrishow solução com inteligência artificial inédita no Brasil para controle de pragas

Contando com pioneirismo e expertise da Trapview, multinacional eslovena de tecnologia agrícola, a TIM passa a ser a primeira operadora do país a oferecer armadilha para monitoramento digital das lavouras, conectada com NB-IoT

A TIM, líder no agronegócio no Brasil, e a Trapview, multinacional pioneira em soluções para controle de pragas, acabam de anunciar na Agrishow 2024 uma parceria inédita para oferta da primeira armadilha do país conectada com NB-IoT, tecnologia fundamental para equipamentos IoT. A solução consiste no monitoramento digital para previsão de pragas com uso de IA, possibilitando inspeção e acompanhamento em tempo real, com foco em uma operação mais sustentável e eficiente para toda a cadeia agrícola. O acordo entre as líderes de seus setores oferece a tecnologia inovadora, aliada à maior cobertura 4G no campo do Brasil, para um mercado endereçável de mais de 35 milhões de hectares já conectados com NB-IoT na área rural.

A tecnologia da Trapview já auxiliou na produção de 12 milhões de toneladas de alimentos, em todos os continentes, contribuindo com a redução de 31 mil toneladas de emissão de CO2, reduzindo 46 mil horas trabalhadas e 120 milhões de dólares de custo para os produtores agrícolas. “O Brasil é o principal mercado de expansão para Trapview e a parceria com a TIM vai revolucionar a agricultura nacional, com uma solução robusta que faz diferença para o produtor, levando agilidade e assertividade na tomada de decisão”, afirma Paulo Cesar de Oliveira, Diretor Geral da Trapview na América Latina.

Com o acordo, o produtor passa a contar com o monitoramento contínuo e preciso das pragas em diferentes locais da lavoura, com dados em tempo real. A solução também oferece benefícios, como a redução dos custos, a limitação do uso de produtos químicos, a otimização da mão de obra e a rastreabilidade das atividades agrícolas.

Oferecer soluções completas para produtores, além da conectividade, faz parte da estratégia da operadora que criou recentemente o TIM IoT Solutions, posicionamento que reúne portfólio diferenciado de soluções com destaque para o agronegócio. Com o acordo, a TIM – que possui a maior rede de Internet das Coisas do Brasil com mais de 5.100 cidades com a tecnologia NB-IoT- quer alavancar a solução, que conta com a expertise da Trapview, já consolidada em mais de 40 países. A tecnologia NB-IoT se destaca por oferecer ampla cobertura e baixo consumo de energia.

“A parceria entre a TIM e a Trapview reforça nossa estratégia em oferecer soluções completas para o agronegócio por meio do TIM IoT Solutions. Habilitar a transformação digital no campo é nossa prioridade e este é mais um avanço significativo para o setor agrícola, alinhado com as demandas crescentes dos produtores por tecnologias inovadoras e sustentáveis” ressalta Paulo Humberto Gouvea, Diretor de Soluções Corporativas da TIM Brasil.

Atualmente, a TIM já cobre 17 milhões de hectares com o 4G, e já oferece soluções de ponta a ponta para mais de 40 empresas do campo. Maior operadora móvel do Brasil e líder em cobertura 4G e 5G, a companhia já beneficia mais de 1,5 milhão de pessoas com o projeto 4G TIM no Campo, em mais de 943 municípios de 15 estados diferentes.

Sobre a TIM

“Evoluir juntos com coragem e respeito, transformando tecnologia em liberdade” é o propósito da TIM. A operadora tem a maior cobertura móvel e presença 4G do Brasil e lidera a implementação do 5G no país, em linha com sua atitude protagonista e a sua assinatura: “Imagine as possibilidades”. Comprometida com as melhores práticas ambientais, sociais e de governança, integra importantes carteiras da bolsa brasileira, como a do Novo Mercado, do Índice de Sustentabilidade Empresarial e a do IDIVERSA. Está listada no Sustainability Yearbook, que reúne as empresas mais sustentáveis do mundo, e foi a primeira operadora a certificação ISO 37001, de combate ao suborno. Faz parte ainda do Índice de Equidade de Gênero da Bloomberg e lidera, entre as empresas do Brasil e do setor de telecom mundial, o Refinitiv Diversity & Inclusion Index.

Sobre a Trapview

A Trapview é líder no monitoramento digital de pragas na agricultura. Armadilhas autônomas permitem o acompanhamento eficiente da pressão de pragas, dados e previsões climáticas, entregando ainda previsões da população de pragas adultas e por estágios de desenvolvimento. O processamento avançado de dados de armadilhas baseado em inteligência artificial ajuda os produtores a obter uma compreensão precisa e em tempo real da dinâmica de sua população de pragas em uma área específica. Isto posiciona a Trapview como uma ferramenta chave de apoio à decisão para o planejamento de atividades de campo e para o uso ideal de insumos agrícolas. Mais de 60 espécies diferentes de insetos estão sendo monitoradas em todo o mundo com a ajuda da tecnologia Trapview.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

TIM e Trapview anunciam na Agrishow solução com inteligência artificial inédita no Brasil para controle de pragas Read More »

Potiguares podem concorrer a 60 mil bolsas para curso de tecnologia oferecido pelo Santander Brasil

Potiguares podem concorrer a 60 mil bolsas para curso de tecnologia oferecido pelo Santander Brasil

Programa do Santander Universidades e Ada Tech vai conceder bolsas de introdução aos cursos de Front-end, Data Engineering, Data Science e DevOps

O Santander Universidades está com inscrições abertas para a 5ª edição do Santander Coders. Em parceria com a Ada Tech, plataforma de educação impulsionada por tecnologia, o Banco vai conceder 60 mil bolsas para um curso digital introdutório para Front-end, Data Engineering, Data Science ou DevOps. Os 300 bolsistas que obtiverem melhor desempenho no processo seletivo terão acesso a uma formação completa em um dos cursos disponíveis. As inscrições vão até 19 de maio e podem ser feitas na plataforma Santander Open Academy. Não é necessário ser cliente do Banco para participar.

Após a fase de inscrição, os alunos passarão por um processo seletivo composto por quatro fases: Curso Online; Teste de Aptidão Tech para saber o nível de conhecimento de cada candidato; Resolução de Case; e Coding Tank, com uma semana imersiva de aulas de programação. “Essa é uma oportunidade de aprender conteúdos essenciais sobre os principais recursos de programação do mundo.

Durante os cinco anos de Santander Coders, milhares de pessoas tiveram a oportunidade de reingressar no mercado graças aos conteúdos alinhados com as principais demandas para o setor de tecnologia”, afirma Marcio Giannico, head senior de Governos, Instituições, Universidades e Universia no Brasil.

Durante o período de formação, os alunos terão, ainda, aulas obrigatórias de empregabilidade e orientação de carreira, com o objetivo de auxiliá-los no acesso ao mercado de tecnologia. A divulgação da lista final com os aprovados ocorrerá a partir do dia 25 de julho e as aulas ocorrerão entre 29 de julho e 6 de dezembro.

“Estamos empolgados em participar de mais uma edição do Coders. Este é o programa de educação em tecnologia mais tradicional do mercado e neste ano nossa maior prioridade é a empregabilidade dos participantes. Nesta nova era de inteligência artificial, a modernização de currículo e melhoria de suas habilidades torna-se ainda mais importante”, afirma Felipe Paiva, fundador e CEO da Ada.

Desde o início, o programa Santander Coders contou com mais de 300 mil inscritos para mais de 1,8 mil bolsas de formação síncrona, com aulas transmitidas ao vivo e on-line. Apenas em 2023, foram distribuídas 100 mil bolsas digitais e 600 síncronas, com mais de 74 mil inscritos na segunda fase. Além disso, a jornada possui uma taxa de 85% de satisfação dos alunos com a formação.

A estimativa, de acordo com dados do Panorama de Talentos em Tecnologia, produzido em 2023 pelo Google for Startups e em parceria com a Associação Brasileira de Startups (Abstartups), é de que o Brasil tenha um déficit total de 530 mil profissionais de tecnologia até 2025. Com o avanço da inteligência artificial, o mercado poderá exigir cada vez mais habilidades de programação e análise de dados.

Para a Ada, é fundamental contar com a parceria do Santander nesse projeto. “É importante ter esse trabalho em conjunto com uma empresa tão sólida que acredita no propósito de educação e faz nosso país deslanchar. Nosso objetivo é democratizar o acesso à educação de qualidade, com formações robustas que preparam os jovens para o futuro do mercado de trabalho” finaliza Paiva.

Para participar não é necessário possuir conhecimento prévio, basta ter 18 anos, residir no Brasil e ter disponibilidade para assistir às aulas síncronas de programação. As inscrições ocorrem até o dia 19 de maio e podem ser feitas no Santander Open Academy.

▪︎ SERVIÇO
Programa: Santander Coders
Quando:
● Inscrições: até 19 de maio
● Processo Seletivo: 05 de junho a 19 de julho
● Formação: 29 de julho a 6 de dezembro
Formato: Online
Valor: Gratuito

▪︎ Santander e seu apoio à Educação Superior

O Santander Universidades já impactou a vida de mais de 1,5 milhão de pessoas por meio de programas gratuitos realizados em parceria com 1,2 mil universidades de 26 países. Ao longo de 27 anos, este sólido compromisso destinou mais de 2,3 bilhões de euros a iniciativas de educação, com a perspectiva de investir mais 400 milhões de euros até 2026.

Apenas em 2023, foram investidos 105 milhões de euros e apoiamos mais de 498 mil pessoas e empresas. Foram entregues no Brasil mais de 184 mil cursos, bolsas de estudo e mentorias para apoiar jovens, universitários, empreendedores, PMEs e startups. Essa entrega é realizada através do Open Academy, plataforma aberta de cursos, conteúdos e bolsas gratuitas e pela plataforma Santander X, iniciativa de apoio ao empreendedorismo, que dá acesso a mentorias nacionais e internacionais, desafios globais e premiações com incentivo financeiro. Além de acesso a investidores, visibilidade internacional e networking. Devido à sua forte atuação na educação, o Santander foi reconhecido em 2023 pela revista Fortune como uma das empresas que mais contribui para um mundo melhor, de acordo com a lista ‘Change the World’.

▪︎ Sobre a Ada

Ada é uma empresa de educação impulsionada por tecnologia no Brasil. Com sua plataforma resolve a escassez de habilidades em tech, oferecendo busca de talentos, desenvolvimento de pessoas e mapeamento de habilidades para empresas. São dezenas de módulos de formação, centenas de cursos digitais e assessments com uma taxa de conclusão de 96%. É gratuita para estudantes e eficaz para empresas.

Acesse também:
Website: https://ada.tech/
LinkedIn: https://www.linkedin.com/school/adatechbr/
Instagram: https://www.instagram.com/adatechbr/

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Potiguares podem concorrer a 60 mil bolsas para curso de tecnologia oferecido pelo Santander Brasil Read More »

Google não permitirá anúncios de políticos nas eleições de outubro

Google não permitirá anúncios de políticos nas eleições de outubro

Medida está de acordo com resolução do TSE para restringir uso de IA

O Google anunciou nesta quarta-feira (23) que não vai permitir anúncios políticos nas eleições municipais de outubro.

A medida foi tomada pela plataforma em função da resolução aprovada em fevereiro deste ano pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para restringir o uso de inteligência artificial (IA) e determinar a adoção de medidas de combate à circulação de fatos inverídicos ou descontextualizados.

Em nota, o Google informou que a restrição aos anúncios começará em maio, quando as resoluções do TSE entrarão em vigor.

A empresa também declarou que apoia a integridade das eleições. “Vamos atualizar nossa política de conteúdo político do Google Ads para não mais permitir a veiculação de anúncios políticos no país. Essa atualização acontecerá em maio, tendo em vista a entrada em vigor das resoluções eleitorais para 2024. Temos o compromisso global de apoiar a integridade das eleições e continuaremos a dialogar com autoridades em relação a este assunto”, informou a empresa.

Pelas regras do TSE, as redes sociais deverão tomar medidas para impedir ou diminuir a circulação de fatos inverídicos ou descontextualizados. As plataformas que não retirarem conteúdos antidemocráticos e com discurso de ódio, como falas racistas, homofóbicas ou nazistas, serão responsabilizadas.

A resolução também regulamenta o uso da inteligência artificial durante as eleições municipais de outubro.

A norma proíbe manipulações de conteúdo falso para criar ou substituir imagem ou voz de candidato com objetivo de prejudicar ou favorecer candidaturas. A restrição do uso de chatbots (software que simula uma conversa com pessoas de forma pré-programada) e avatares (corpos virtuais) para intermediar a comunicação das campanhas com pessoas reais também foi aprovada.

O objetivo do TSE é evitar a circulação de montagens de imagens e vozes produzidas por aplicativos de inteligência artificial para manipular declarações falsas de candidatos e autoridades envolvidas com a organização do pleito.

Foto: Pixabay/Pexels

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Google não permitirá anúncios de políticos nas eleições de outubro Read More »

Biden sanciona lei que pode proibir TikTok nos Estados Unidos

Biden sanciona lei que pode proibir TikTok nos Estados Unidos

Presidente norte-americano dá prazo para ByteDance se desfazer do aplicativo

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinou na quarta-feira (24.abr.2024) um projeto de lei que proíbe o TikTok no país, a menos que a empresa-mãe, a chinesa ByteDance, consiga se desvincular do popular aplicativo de vídeos curtos nos próximos nove meses a um ano.

A plataforma de mídia social é especialmente popular entre os jovens norte-americanos com inclinação política à esquerda, um grupo crucial para Biden nas eleições de novembro, quando enfrentou o ex-presidente Donald Trump.

Shou Zi Chew, CEO do TikTok, expressou confiança após a aprovação da legislação por Biden, afirmando que a empresa está confiante em vencer um desafio judicial contra a medida.

“Não se preocupem, não vamos a lugar algum”, disse ele em um vídeo divulgado logo após a assinatura da lei por Biden. “Os fatos e a Constituição estão do nosso lado e esperamos prevalecer novamente.”

Foto: Alan Santos/PR

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Biden sanciona lei que pode proibir TikTok nos Estados Unidos Read More »

Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda

Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda

Campanha de aniversário terá o consagrado “Fashion Days” e sorteará um BYD Song Plus e dois Dolphin Mini

Inaugurado em abril de 2005, o Midway Mall completa dezenove anos neste sábado, 27. Consolidado como um dos principais centros de lazer da região Nordeste, o Shopping comemora seu 19º aniversário com o com sorteio de valiosos prêmios e um desfile de moda mais que especial, retribuindo a preferência dos milhares de clientes que circulam pelos seus corredores diariamente.

Este ano o Shopping conseguiu caprichar ainda mais na escolha dos prêmios e acompanhando a evolução tecnológica das energias limpas, irá sortear três carros zero-quilômetro, sendo dois 100% elétricos e um híbrido: um sofisticado e elegante BYD Song Plus e dois BYD Dolphin Mini, equipados com tecnologia de última geração. Os prêmios são modelos que despertam o desejo do público e estão avaliados em mais de R$ 460 mil no total.

Para concorrer aos veículos, o cliente Midway deverá juntar notas fiscais de compras realizadas no Shopping, no período de 24 de abril a 24 de junho de 2024, e a cada R$ 50,00 em compras poderá trocá-las por um cupom de sorteio. O cliente marcará a resposta digitalmente, no momento do cadastro dos cupons, que serão impressos em seguida, já preenchidos com os dados do cliente e com a resposta marcada, pronto para depositar.

Cupons em dobro

Os clientes que trocarem seus cupons de segunda a quinta-feira, até 23 de maio, receberão cupons em dobro para participar da promoção.

O sorteio acontecerá no dia 26 de junho, na Praça central do Shopping. Concorrerão na promoção notas fiscais válidas de 24 de abril a 24 de junho de 2024. O Posto de trocas estará disponível até o dia 25 de junho no piso L3, próximo à Camicado, e as urnas no L2, próximo a Vila Trampolim.

1º – BYD Dolphin Mini – elétrico, 0km – 2023/2024 – Branco
2º – BYD Dolphin Mini – elétrico, 0km – 2023/2024 – Preto
3º – BYD Song Plus – híbrido, 0km – 2023/2024 – Azul

Fashion Days 2024

Continuando as comemorações de seu aniversário de 19 anos, e com o intuito de deixar o público natalense antenado sobre as tendências das estações outono e inverno, o Midway Mall preparou também uma atração especial para seus clientes e promove, a partir desta quarta-feira, 24, até o sábado, 27, seu consagrado evento “Fashion Days”.

O desfile acontecerá na Praça Central, com início sempre às 16h, e contará com a participação de mais de 40 marcas que compõem o mix do Midway, dos mais variados segmentos, entre elas a Riachuelo, Carmen Steffens, C&A, Calzedonia, Luiza Barcelos, YouCom, Raphael Steffens, Carters, Live!, Santa Lolla, Piccadilly, Romance Brazil, Toli, Lilica & Tigor, Hering, Ecologica, La Femme e muitas outras.

“Será um belo evento, onde as modelos desfilarão na Praça Central, interagindo e levando alegria e descontração ao público presente, em uma excepcional estrutura de passarela, luz e som”, afirma o executivo do shopping, Diego Fernandes.

O evento também sediará, no sábado (27), a etapa final do concurso “Tráfego Look kids and teens”, que reúne cerca de 60 modelos entre cinco e 16 anos. O projeto, que há 30 anos revela talentos para o mundo da moda e publicidade, premiará os vencedores com um contrato de trabalho com a kids Agency, de São Paulo/SP.

“O Fashion Days é uma ótima oportunidade para que o público conheça lançamentos e as novas tendências da estação, em um universo com as principais marcas nacionais e regionais, que estarão expondo seus principais produtos”, comenta o produtor de moda e organizador do evento, George Azevedo.

Midway em números:

  • 67 mil m² de ABL (área bruta locável); (um dos 7 maiores do Nordeste, em ABL)
  • 227 mil m² de Área Construída; (um dos 10 maiores do Brasil, em área construída)
  • 300 operações dos mais diversos segmentos;
  • Praça de alimentação com 31 operações e capacidade para mais de duas mil pessoas;
  • Sete salas de cinema com 2.100 lugares;
  • Teatro moderno para até 2.500 pessoas; (o maior Teatro em Shopping do Nordeste)
  • 3.660 vagas cobertas de estacionamento;
  • Geração de 5 mil empregos diretos e até 25 mil empregos somando os indiretos.
  • Academia de última geração com mais de 1.200m² de área, com mais de 5 mil alunos inscritos.

    Serviço:

Campanha de Aniversário – “19 anos Midway Mall”
Período: 24 de abril a 26 de junho de 2024
Premiação: Um BYD Song Plus e dois BYD Dolphin Mini 0km – avaliados em mais de R$ 460 mil
Sorteio: 26 de junho – Praça Central

Desfile “Fashion Days” Midway Mall
Data: 24, 25, 26 e 27 de junho
Horário: a partir das 16 horas
Local: Praça Central – Shopping Midway Mall

Foto: Arquivo/POR DENTRO DO RN/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Read More »

Haddad diz que não houve invasão externa em sistema do Tesouro

Haddad diz que não houve invasão externa em sistema do Tesouro

Segundo ele, alguém com acesso à ferramenta tentou desviar recursos

Não houve ataque externo na invasão ao Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi), do Tesouro Nacional, disse nesta segunda-feira (22) o ministro da Fazenda, Fernando Haddad. Segundo ele, alguém usou o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e a senha do Portal Gov.br de gestores de despesas para entrar no sistema e supostamente desviar recursos federais.

“Não foi um hacker que quebrou a segurança [do Siafi], não foi isso. Foi um problema de autenticação. É isso que a Polícia Federal está apurando e está rastreando para chegar aos responsáveis”, declarou o ministro antes de sair para reunião no Palácio do Planalto. “O sistema está preservado. Foi uma questão de autenticação. É alguém que tinha acesso.”

O ministro disse não saber sobre valores supostamente desviados e disse ter recebido a informação assim que a imprensa começou a divulgar o caso. “Não tenho informação sobre valores. Isso estava sendo mantido em sigilo inclusive dos ministros. Estava entre o Tesouro [Nacional] e acho que a Polícia Federal. Eu soube no mesmo momento em que vocês”, disse, reiterando que não houve ataque externo de hackers ao sistema.

Divulgada inicialmente pelo jornal Folha de S.Paulo, a invasão do Siafi ocorreu neste mês. Os criminosos supostamente conseguiram emitir ordens bancárias e desviar dinheiro público usando o login de terceiros no Portal Gov.br.

O caso está sendo investigado pela Polícia Federal. No fim desta tarde, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) informou ter entrado na investigação e estar acompanhando o caso “em colaboração com as autoridades competentes”.

Tesouro

Em nota emitida no início desta noite, o Tesouro Nacional confirmou a afirmação de Haddad de que o Siafi não foi invadido, mas que ocorreu uma utilização indevida de credenciais obtidas de modo irregular. Segundo o órgão, as tentativas de realizar operações na plataforma foram identificadas e não causaram prejuízos à integridade do sistema.

O órgão acrescentou que está tomando todas as medidas necessárias em resposta ao caso, incluindo ações adicionais para reforçar a segurança do sistema. “O Tesouro Nacional trabalha em colaboração com as autoridades competentes para a condução das investigações; e reitera seu compromisso com a transparência, a segurança dos sistemas governamentais e a preservação do adequado zelo das informações, até o término das apurações”, concluiu o comunicado.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Haddad diz que não houve invasão externa em sistema do Tesouro Read More »

Como a IA pode influenciar as demandas dos data centers

Como a IA pode influenciar as demandas dos data centers

IEEE elaborou uma pesquisa que analisa as tendências tecnológicas em 2024

O crescimento significativo da Inteligência Artificial (IA) está mudando não apenas os processos de negócios, mas também as infraestruturas que os sustentam. E, esse movimento, não é uma onda passageira. O Instituto de Engenheiros Eletrônicos e Eletricistas (IEEE), elaborou uma pesquisa que analisa as tendências tecnológicas em 2024. Conforme o estudo, 65% dos entrevistados estão convencidos de que a inteligência artificial generativa permanecerá como a principal força impulsionadora da tecnologia ao longo de 2024.

Atualmente, o cenário traz um rápido aumento na adoção da IA por diversos setores. Um estudo da IBM, de janeiro de 2024, aponta que cerca de 42% das organizações com mais de 1.000 colaboradores já utilizam aplicações baseadas em inteligência artificial nos negócios. Além disso, a previsão é que o mercado de IA alcance US$ 66 bilhões no ano de 2024. Segundo o site de inteligência de dados Statista, é esperado uma taxa de crescimento anual de mais de 20%, o que movimentaria pelo menos US$ 207 bilhões até 2030. Estados Unidos é o país que mais movimenta esse mercado, apenas em 2023, atingiu US$ 16 bilhões e, em 2024, deve ultrapassar US$ 23 bilhões.

Em resumo, a inteligência artificial tem assumido um papel cada vez mais relevante na definição das operações comerciais e das interações com os clientes. Nesse contexto, os data centers nunca foram tão essenciais, já que possuem a responsabilidade de armazenar, processar e compartilhar os vastos volumes de dados necessários para alimentar as aplicações baseadas em IA. Portanto, compreender as implicações desse avanço é crucial para garantir que a infraestrutura tecnológica esteja preparada para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades que a IA proporciona.

Assim, à medida que as aplicações baseadas em IA se tornam mais sofisticadas, as demandas por capacidade computacional e armazenamento crescem exponencialmente. Isso coloca os data centers tradicionais diante de desafios significativos, como limitações de escalabilidade, gestão eficiente de energia e espaço físico limitado.

Para lidar com esses desafios, é essencial adotar estratégias de modernização que permitam aos data centers acompanhar o ritmo da evolução tecnológica. A integração de hardware específico para IA, como GPUs e TPUs, é fundamental para otimizar o processamento de algoritmos de IA. Aceleradores de hardware, que fornecem desempenho e eficácia no processamento de algoritmos de inteligência artificial, auxiliam a capacitar os data centers de forma a gerenciar cálculos com mais eficiência, além de acelerar o treinamento de modelos de IA e atividades de inferência.

Além disso, soluções avançadas de refrigeração e aprimoramentos na eficiência energética ganham ainda mais importância para garantir a operação eficaz dos data centers em um ambiente de IA. Ao dissipar o calor, essas soluções melhoram a eficiência energética, reduzem as despesas operacionais e as chances de superaquecimento ou mau funcionamento da estrutura.

Energia em si é um tema muito importante nesse cenário e que precisa ser mais debatido. A mudança para fontes de energia renováveis e a autoprodução podem ajudar a reduzir a dependência de combustíveis. Complementando com sistemas inteligentes de gestão de consumo, é possível ajustar a utilização com base nas necessidades da carga de trabalho. Tudo isso auxilia no aumento da eficiência e da sustentabilidade.

Ainda, a escalabilidade e a adaptabilidade também são aspectos cruciais a serem considerados. Assim, a adoção de modelos de data center modular e o aproveitamento de soluções baseadas em nuvem permitem que as organizações atendam às crescentes demandas das aplicações de IA de maneira eficiente e flexível.

Em suma, à medida que a inteligência artificial continua a moldar o futuro dos negócios e da sociedade, os data centers desempenham um papel vital na sustentação dessa revolução tecnológica. Temos a responsabilidade de garantir que nossas infraestruturas estejam preparadas para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades que a IA oferece. Somente assim poderemos garantir um futuro digital próspero e sustentável.

Sobre a ODATA, uma empresa da Aligned Data Centers

A ODATA, uma empresa da Aligned Data Centers, é uma provedora de data center, que fornece infraestrutura de TI escalável, confiável e flexível nas Américas. A empresa atende às crescentes demandas por energia, espaço e confiabilidade de organizações de vários setores, oferecendo soluções de data center inovadoras e eficientes, desde colocation gerenciado até projetos built-to-suit. Para mais informações, visite https://odatacolocation.com/.

*Fernando Ribeiro é Coordenador de Sistemas da ODATA.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Como a IA pode influenciar as demandas dos data centers Read More »

Supercomputador mais potente do país terá capacidade aumentada

Supercomputador mais potente do país terá capacidade aumentada

Expansão do Santos Dumont vai permitir pesquisas mais complexas

O supercomputador Santos Dumont, que opera fisicamente em Petrópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro, vai ficar mais potente até novembro desse ano. O Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) e a Eviden, empresa do Grupo Atos que trabalha com computação avançada, assinaram um novo contrato no valor de 19,4 milhões de dólares, que vai permitir que a máquina passe dos atuais 5,1 Petaflop/s para 17 Petaflop/s de capacidade. Segundo os pesquisadores, será o supercomputador mais poderoso da América Latina para estudos acadêmicos.

Baseada na arquitetura BullSequana XH3000 da Eviden, essa expansão é necessária periodicamente para acompanhar novas e crescentes demandas tecnológicas. Um equipamento com essas características costuma ficar obsoleto entre 3 a 6 anos de uso. Depois de finalizar a instalação, a nova configuração será disponibilizada para a comunidade acadêmica a partir de janeiro de 2025.

Para efeitos de comparação, a atualização do supercomputador fará com que ele tenha capacidade equivalente a de dezenas de milhares de computadores modernos de uso doméstico. A expansão é financiada pela Petrobras e permitirá que os pesquisadores continuem realizando pesquisas de ponta, assim como simulações mais complexas do que as atuais e análises de dados em larga escala. A meta é continuar investindo em inovação e desenvolvimento de estudos.

“Em primeiro lugar, o aumento da capacidade permite atender um número muito maior de projetos sendo executados simultaneamente. Em segundo lugar, [aumenta] a capacidade de executar simulações de sistemas naturais e artificiais ou socioeconômicos de maior complexidade. E, ainda, a análise de dados de maior volume e também treinamento de sistemas de inteligência artificial mais sofisticados”, explicou Antonio Tadeu Gomes, que é tecnologista e coordenador do Comitê Gestor do Supercomputador Santos Dumont.

O supercomputador não está restrito a um pequeno grupo de cientistas. Qualquer pesquisador que precise desse tipo de equipamento para a execução de um projeto, pode entrar em contato com o LNCC e apresentar a demanda. O equipamento já ajudou uma série de estudos para o tratamento da covid-19, por exemplo. Há pesquisas para criar estratégias de uso de fármacos já existentes para o tratamento da doença, assim como pesquisa de bases moleculares das comorbidades associadas ao desenvolvimento da covid-19 grave. E um estudo em andamento de análise genômica para identificação de mutações somáticas e germinativas associadas ao câncer.

“O supercomputador Santos Dumont está disponível para toda a comunidade científica nacional, mediante apresentação de projeto. São avaliados o mérito científico e as necessidades de uso de um supercomputador para execução dele. O projeto é avaliado por especialistas na área de computação. Nós temos pesquisadores também das áreas de química, física, engenharia, ciências da computação, meteorologia, matemática, entre outras, que nos apoiam na avalição e na necessidade de processamento que será oferecido para cada um dos projetos aprovados. A apresentação de propostas pode ser feita em qualquer período do ano, entre fevereiro e novembro. Temos chamadas anuais de projetos”, disse Antonio Tadeu.

Foto: Divulgação/LNCC

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Supercomputador mais potente do país terá capacidade aumentada Read More »

Moraes inclui Elon Musk em inquérito das milícias digitais

Moraes inclui Elon Musk em inquérito das milícias digitais

Decisão sai após multibilionário publicar crítica ao STF e ao ministro

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou a inclusão do multibilionário Elon Musk entre os investigados do chamado Inquérito das Milícias Digitais (Inq. 4.874), que apura a atuação criminosa de grupos suspeitos de disseminar notícias falsas em redes sociais para influenciar processos políticos.

Na mesma decisão, tornada pública na noite desse domingo (7), Moraes ordena a instauração de um “inquérito por prevenção” para apurar as condutas de Musk, dono da rede social X (antigo Twitter), entre várias outras empresas. Segundo o ministro, a inclusão do empresário no Inquérito das Milícias Digitais foi motivada pela possível “dolosa [intencional] instrumentalização criminosa da rede social X”. Já a abertura de um outro processo deve-se às recentes manifestações de Musk, como a de que liberaria contas de usuários da X suspensas por decisões judiciais brasileiras – conduta que, em sua decisão, Moraes tipifica como possíveis casos de obstrução da Justiça e incitação ao crime.

“Determino, ainda, que a provedora de rede social X se abstenha de desobedecer qualquer ordem judicial já emanada, inclusive realizar qualquer reativação de perfil cujo bloqueio foi determinado por essa Suprema Corte ou pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob pena de multa diária de R$ 100 mil por perfil e responsabilidade por desobediência à ordem judicial dos responsáveis legais pela empresa no Brasil”, sentenciou Moraes.

Críticas ao STF

O ministro proferiu sua decisão um dia após o multibilionário publicar, nas redes sociais, a primeira de uma série de postagens criticando o ministro e o STF. No último sábado (6), Musk usou o espaço para comentários do perfil do próprio ministro no X para atacá-lo.

Em uma mensagem de 11 de janeiro, na qual Moraes parabenizava o ministro aposentado do STF Ricardo Lewandowski por assumir o comando do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Musk questiona : “Por que você exige tanta censura no Brasil?”.

Em outra postagem, ainda no sábado, Musk prometeu “levantar” [desobedecer] todas as restrições judiciais, alegando que Moraes ameaçou prender funcionários do X no Brasil. Já ontem (7), no início da tarde, pouco antes de o ministro divulgar sua decisão, Musk acusou Moraes de trair “descarada e repetidamente a Constituição e o povo brasileiro”. Sustentando que as exigências de Moraes violam a própria legislação brasileira, Musk defendeu que o ministro renuncie ou seja destituído do cargo.

Pouco depois, ele recomendou aos internautas brasileiros utilizarem uma rede privada virtual (VPN, do inglês Virtual Private Network) para acessar todos os recursos da plataforma bloqueados no Brasil.

Campanha de desinformação

Em sua sentença, Moraes sustenta que, “na data de 6 de abril”, o dono da X “iniciou uma campanha de desinformação sobre a atuação do STF e do TSE, reiterada no dia 7, instigando a desobediência e obstrução à Justiça, inclusive em relação a organizações criminosas”.

Moraes também cita um outro inquérito – o 4.781 – de 2019, que investiga indícios de divulgação de notícias falsas, denúncias caluniosas, ameaças e outras infrações, para lembrar que a “instrumentalização criminosa dos provedores de redes sociais e de serviços de mensagens para [o cometimento] da mais ampla prática de atividades criminosas nas redes sociais” está “evidente”.

“Ressalto ser inaceitável que qualquer dos representantes dos provedores de redes sociais e de serviços de mensageria privada, em especial o ex-Twitter, atual X, desconheçam a instrumentalização criminosa que vem sendo realizada pelas denominadas milícias digitais, na divulgação, propagação, organização e ampliação de inúmeras práticas ilícitas nas redes sociais, especialmente no gravíssimo atentado ao Estado Democrático de Direito e na tentativa de destruição do STF, Congresso Nacional e Palácio do Planalto, ou seja, da própria República brasileira, principalmente após a tentativa golpista de 8 de janeiro de 2023”, comentou Moraes, em sua decisão, lembrando que ele mesmo se reuniu, em diferentes ocasiões, com representantes das principais plataformas digitais para discutir “o real perigo dessa instrumentalização criminosa”.

“Os provedores de redes sociais e de serviços de mensagem privada devem absoluto respeito à Constituição Federal, à lei e à jurisdição brasileira”, sentenciou Moraes, acrescentando que a dignidade humana, a proteção à vida de crianças e adolescentes e a manutenção do Estado Democrático de Direito “estão acima dos interesses financeiros dos provedores de redes sociais e de serviços de mensagem privada”. E que o ordenamento jurídico brasileiro prevê a necessidade destas empresas atenderem todas as ordens e decisões judiciais, inclusive as que determinam o fornecimento de dados pessoais ou outras informações que possam contribuir para a identificação de usuários.

Foto: Carlos Moura/SCO/STF

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Moraes inclui Elon Musk em inquérito das milícias digitais Read More »

Barroso diz que toda empresa que opera no Brasil deve cumprir a Constituição

Barroso diz que toda empresa que opera no Brasil deve cumprir a Constituição

SFT mantém proteção às instituições, diz ministro após fala de Musk

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luís Roberto Barroso, disse nesta segunda-feira (8) que todas as empresas que operam no Brasil devem seguir a Constituição do país, as leis e as decisões das autoridades brasileiras. Após manifestações do empresário Elon Musk sobre decisões do ministro do STF Alexandre de Moraes, Barroso garantiu que o Supremo continuará protegendo as instituições.

“O Supremo Tribunal Federal atuou e continuará a atuar na proteção das instituições, sendo certo que toda e qualquer empresa que opere no Brasil está sujeita à Constituição Federal, às leis e às decisões das autoridades brasileiras. Decisões judiciais podem ser objeto de recursos, mas jamais de descumprimento deliberado. Essa é uma regra mundial do Estado de Direito e que faremos prevalecer no Brasil”, declarou o presidente do STF, em nota.

Elon Musk, dono da plataforma X e da fabricante de veículos elétricos Tesla, pediu o impeachment do ministro Alexandre de Moraes e disse que não acataria a decisão judicial que determinou a suspensão de perfis acusados de disseminar notícias falsas que atentariam contra o STF e a democracia.

Sem citar nominalmente o caso, Barroso disse que travou-se recentemente no Brasil “uma luta de vida e morte pelo Estado Democrático de Direito e contra um golpe de Estado, que está sob investigação nesta Corte com observância do devido processo legal”.

“O inconformismo contra a prevalência da democracia continua a se manifestar na instrumentalização criminosa das redes sociais”, argumentou o ministro.

Críticas ao STF

Nos últimos dias, Elon Musk publicou uma uma série de postagens criticando o ministro Alexandre de Moraes e o STF. No sábado (6), ele usou o espaço para comentários do perfil do próprio ministro no X para atacá-lo.

Em mensagem de 11 de janeiro, na qual Moraes parabeniza o ministro aposentado do STF Ricardo Lewandowski por assumir o comando do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Musk questiona : “Por que você exige tanta censura no Brasil?”.

Em outra postagem, ainda no sábado, Musk prometeu “levantar” [desobedecer] todas as restrições judiciais, alegando que Moraes ameaçou prender funcionários do X no Brasil. Já ontem (7), no início da tarde, pouco antes de o ministro divulgar sua decisão, Musk acusou Moraes de trair “descarada e repetidamente a Constituição e o povo brasileiro”. Sustentando que as exigências de Moraes violam a própria legislação brasileira, Musk sugeriu que o ministro renuncie ou seja destituído do cargo.

Pouco depois, Musk recomendou que os internautas brasileiros usem uma rede privada virtual (VPN, do inglês Virtual Private Network) para acessar todos os recursos da plataforma bloqueados no Brasil.

Na noite de domingo, Moraes determinou a inclusão de Musk entre os investigados do chamado Inquérito das Milícias Digitais (Inq. 4.874), que apura a atuação criminosa de grupos suspeitos de disseminar notícias falsas em redes sociais para influenciar processos políticos.Na mesma decisão, o ministro ordena a instauração de um “inquérito por prevenção” para apurar as condutas de Musk.

Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Barroso diz que toda empresa que opera no Brasil deve cumprir a Constituição Read More »

Falha global causa instabilidade no Facebook e Instagram

Falha global causa instabilidade no Facebook e Instagram

Meta corrige falha e plataformas voltam a funcionar após duas horas de instabilidade

A Meta, controladora do Facebook e Instagram, corrigiu na tarde desta terça-feira (5.mar.2024) uma falha global que deixou as redes sociais fora do ar por cerca de duas horas. A pane começou por volta das 12h30 (horário de Brasília) e afetou usuários em diversos países.

No Brasil, o site Downdetector, que reúne queixas sobre aplicativos e sites, chegou a registrar mais de 40 mil reclamações de usuários do Facebook e 30 mil sobre o Instagram. Os relatos começaram a diminuir por volta das 14h, quando as plataformas voltaram a funcionar gradualmente.

Problema técnico, diz a Meta

O diretor de comunicações da Meta, Andy Stone, publicou no X (antigo Twitter) que a instabilidade foi causada por um problema técnico. Ele não detalhou, porém, qual foi a falha.

“Hoje cedo, um problema técnico fez com que as pessoas tivessem dificuldade em acessar alguns de nossos serviços. Resolvemos o problema o mais rápido possível para todos os afetados e pedimos desculpas por qualquer inconveniente”, disse.

Outros países também foram afetados

Nos Estados Unidos, por exemplo, o Facebook teve mais de 580 mil reclamações, enquanto o Instagram, mais de 90 mil. Já no Reino Unido, foram mais de 150 mil reclamações no Instagram, e mais de 25 mil no Facebook.

Foto: Tofros/Pexels

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Falha global causa instabilidade no Facebook e Instagram Read More »

Empresa de telemedicina cria solução com inteligência de dados que promete atuar na prevenção de doenças

Empresa de telemedicina cria solução com inteligência de dados que promete atuar na prevenção de doenças

AIline fornece serviço de telemedicina para prefeituras e empresas com foco na saúde preventiva

A AIline, empresa que nasceu em São José do Rio Preto, conta com estrutura pronta para atender mais de 20% da população, com tecnologia de última geração e corpo clínico próprio se prepara para ser a maior telemedicina do Brasil. A empresa chega com a promessa de ajudar o poder público e empresas privadas a monitorar, prevenir e agir rápido em casos de possíveis doenças. Isso acontece graças a um sistema de última geração 100% White-Label que permite mapeamento epidemiológico por meio de cruzamento de dados.

A empresa do interior de São Paulo, atua na área de telemedicina e tem como principal características uma média de dois minutos e meio de tempo de espera e resolução de 90% dos casos, os atendimentos acontecem on-line, 24h por dia e sete dias por semana.

Com mais de um milhão de vidas assistidas na telemedicina, a empresa criou uma plataforma revolucionária de programas de saúde que consegue realizar um mapeamento epidemiológico para antecipar e prevenir potenciais problemas de saúde do paciente.

“Conseguimos desempenhar um papel crucial na prevenção de doenças, permitindo a identificação de áreas com maior incidência, alocação eficiente de recursos, monitoramento de tendências ao longo do tempo, identificação de grupos de risco e avaliação da eficácia de intervenções”, explica Kawel Lotti, Fundador da AIline.

Essa abordagem não apenas facilita uma resposta rápida a surtos, mas também orienta o desenvolvimento de políticas de saúde pública mais informadas, contribuindo significativamente para o controle e prevenção de enfermidades em uma população.

Além disso, o programa de prevenção à saúde via teleatendimento oferece benefícios significativos para o setor privado. De acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), 85% dos problemas de saúde poderiam ser solucionados por meio de um programa de atenção primária. E nesse contexto a AIline se destaca, oferecendo não apenas cuidados médicos preventivos, mas também contribuindo para a redução de custos, já que segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), empresas que implementam cuidados preventivos experimentam uma notável redução de 30% nos custos com tratamentos médicos e absenteísmo.

A AIline se posiciona como uma aliada estratégica nesse caminho, proporcionando aos colaboradores acesso a médicos 24 horas por dia, 7 dias por semana com uma média de dois minutos e meio de tempo de espera. As consultas acontecem de maneira acolhedora com clínicos gerais, pediatras e psicólogos que estão ao alcance com apenas alguns cliques, promovendo a saúde integral dos colaboradores e seus familiares.

“Investir em programas de prevenção à saúde, não apenas promove o bem-estar dos colaboradores, mas também se traduz em ganhos tangíveis para as empresas. Uma força de trabalho saudável é mais produtiva, engajada e, acima de tudo, satisfeita”, explica Kawel.

Para as grandes empresas que buscam um diferencial no cuidado com seus colaboradores, a AIline concentra seus esforços em atender esse segmento de mercado. O teleatendimento preventivo não é apenas uma tendência, mas uma necessidade evidente em um mundo onde a saúde é valorizada como nunca antes.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Empresa de telemedicina cria solução com inteligência de dados que promete atuar na prevenção de doenças Read More »

WhatsApp ainda é a plataforma "queridinha" dos brasileiros

WhatsApp ainda é a plataforma “queridinha” dos brasileiros

O setor varejista desponta como líder no aproveitamento do WhatsApp como ferramenta de vendas, com 74% dos varejistas no país utilizando o aplicativo para abordar diversas etapas do processo; Entenda a importância da automação para empresas brasileiras

Apesar da concorrência, o WhatsApp permanece como a plataforma digital mais utilizada no Brasil, com 93,4% dos brasileiros possuindo uma conta, segundo o Instituto “We Are Social”, colocando-o em primeiro lugar na preferência dos consumidores. No ranking, o YouTube ocupa o segundo lugar, com mais de 140 milhões de usuários.

O setor varejista lidera a utilização do WhatsApp, com 74%, seguido por Mercado Imobiliário (70%), Saúde e Estética (67%), e Software e Cloud (40%), conforme levantamento da RD Station com mais de 1.600 profissionais. Esses números evidenciam a relevância do WhatsApp em diversas áreas de negócios, consolidando-o como uma ferramenta essencial para comunicação e estratégias de vendas no cenário empresarial brasileiro.

Contudo, apesar da popularidade do WhatsApp no país e do aumento do uso de Inteligência Artificial, cerca de 50% ainda o utilizam de forma manual, enviando mensagens individuais ou por listas de transmissão. Esse formato demanda recursos significativos e mais tempo em estratégias que podem não gerar os resultados desejados.

Dada a ampla utilização da ferramenta pelo setor varejista, fica evidente a necessidade de investir em automação.

“A automação apresenta um potencial significativo para melhorar a eficiência e a satisfação do cliente, especialmente em áreas como vendas, atendimento ao cliente e marketing. É importante ressaltar que a automação não substitui o atendimento humano, mas contribui com tarefas repetitivas, permitindo que os agentes se concentrem em demandas mais complexas”, conta Miriã Plens, CMO do grupo IRRAH.

Para atender a um mercado cada vez mais ágil e tecnológico, o grupo IRRAH, uma startup paranaense especializada em moda e varejo, apresenta soluções inovadoras. Uma delas é o Dispara Aí, que possibilita o envio simultâneo de campanhas para múltiplos destinatários, com a opção de adicionar mais números para enviar campanhas distintas. Essa ferramenta é ideal para empresas que buscam realizar envios de WhatsApp marketing, estabelecer fluxos de automação e avaliar os resultados de suas campanhas.

A empresa também desenvolveu o Z-Api, uma API intuitiva que permite integração rápida entre empresas e o WhatsApp. Com o Z-Api, é possível concentrar esforços no que realmente importa: o seu negócio. As variadas opções de integração, como a construção de bots de atendimento e notificações por WhatsApp, otimizam processos e aprimoram a interação com os clientes.

“O uso de tecnologia para atendimento e marketing é um caminho sem volta no Brasil e no Mundo. Os benefícios passam pelo aprimoramento do atendimento e o ganho de competitividade no mercado”, finaliza Miriã.

MAIS INFORMAÇÕES: www.irrah.group/

Foto: Allan White/Fotos Públicas/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

WhatsApp ainda é a plataforma “queridinha” dos brasileiros Read More »

Aplicativo enturma calouros introvertidos em universidades

Aplicativo enturma calouros introvertidos em universidades

Cheers, do Paraná, criou uma plataforma que traz informações de dentro dos cursos e atléticas, ajudando na integração de novos alunos

Sair do Ensino Médio e desembarcar na sala de aula de uma universidade, embora seja um momento de euforia, também é de novos desafios e descobertas. Para os mais introvertidos, o universo acadêmico pode parecer inóspito, gerando ansiedade e, não raro, levando os recém-matriculados à desistência da graduação.

Atenta a essa realidade, a Cheers, primeira universitech do Brasil, utiliza recursos digitais para integrar aqueles que acabam de iniciar essa transição.

“Sabemos que é realmente desafiador chegar à universidade sem saber como funcionarão as aulas, a grade e, muitas vezes, sem ter muitos amigos. A faculdade se torna a segunda casa dos estudantes e precisa ser acolhedora”, diz Pedro Viggiano, sócio fundador da Cheers.

Com esse propósito, a universitech criada em 2018 congrega, em uma plataforma exclusiva, um menu completo para ajudar os calouros neste importante momento de adaptação, ao mesmo tempo em que contribui com as atléticas estudantis – que são as responsáveis pela interação entre alunos e com a instituição de ensino.

Time da Cheers

“A Cheers, por meio de seu site e aplicativo, visa enriquecer as experiências no ecossistema universitário. Neste momento, estamos caminhando para a consolidação da plataforma como a rede social oficial dos universitários. Isso vem de um processo de desenvolvimento e aprimoramento de nossas soluções que atendam às diversas necessidades desse público em toda a sua jornada. Nossa missão é fazer ‘viver a universidade”, destaca o CEO da empresa, Gabriel Russo.

A plataforma é gratuita e concentra, por exemplo, toda a agenda de eventos promovidos pelos centros acadêmicos e atléticas em um menu intuitivo, que permite ao estudante escolher o que lhe agrada, comprar ingressos e, claro, ampliar seu networking de amizades e novas relações.

Além disso, os estudantes podem encontrar no esporte dentro das instituições opções de entrosamento e melhor adaptação ao novo ambiente estudantil. Assim, a Cheers oferece a ‘Plataforma do Gerenciamento Esportivo’, onde é possível aos estudantes se cadastrarem e participarem das atividades geridas pelas atléticas. Além disso, a ferramenta envia notificações segmentadas pelo app, avisando atletas sobre treinos, por exemplo.

Enturmado, enfim, o acadêmico também pode vestir a camisa de sua universidade: por meio da opção do App ‘Cheers Supply’, a plataforma dá todo o suporte às entidades acadêmicas para a confecção de produtos de seus cursos e aos alunos permite a compra facilitada de moletons, camisetas, bonés e uma lista bem ampla de itens.

Segundo Russo, a Cheers, se propõe a olhar o estudante de forma diferenciada e acolhedora, especialmente no momento de seu ingresso no curso superior. Tem dado certo, e por isso, a empresa tem metas ambiciosas: nos próximos três anos, pretende triplicar o total de universitários brasileiros impactados, passando dos atuais 1 milhão para 3 milhões, além de oferecer ainda mais soluções ao longo dessa jornada.

O mercado é vasto. Apenas neste ano de 2024, oito em cada dez jovens brasileiros têm a vontade de ingressar no Ensino Superior, segundo a SEMESP, entidade que representa as faculdades particulares do Brasil.

MAIS INFORMAÇÕES

Sobre a Cheers: https://cheers.com.br/ e https://saibamais.cheers.com.br/

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Aplicativo enturma calouros introvertidos em universidades Read More »

Saiba como se proteger de golpes e crimes virtuais neste Carnaval

Saiba como se proteger de golpes e crimes virtuais neste Carnaval

Professor dos cursos de Tecnologia da Estácio alerta para cuidados que devem ser tomados pelos foliões para dificultar ataques criminosos durante a festa

Com a chegada do Carnaval, uma das festas mais celebradas no Brasil, é importante destacar a importância dos cuidados em relação à segurança dos foliões. Além da atenção com os chamados “crimes comuns” – como furtos, roubos e agressões físicas durante o evento, é preciso também se prevenir contra os crimes virtuais que podem acontecer em consequência, como invasão de contas bancárias, redes sociais e aplicativos de mensagens para práticas de estelionato.

Para reforçar a segurança, o especialista em Computação Forense e professor dos cursos de Tecnologia e Engenharia da Estácio, Erivelton Lima, oferece algumas dicas para que os foliões não sejam vítimas em dobro: uma vez por furto e outra por fraudes virtuais.

“Hoje em dia, o ideal seria não levar um celular para as grandes multidões do Carnaval, mas carregar o dispositivo acaba se tornando necessário, então é importante que o bloqueio de tela esteja configurado com senha, assim como o acesso a determinados aplicativos como os bancários, Whatsapp e Telegram, apenas para começar”, diz o docente.

Isso pode ser feito por PIN, padrão ou biometria. Caso o smartphone permita senha, escolher uma palavra-chave forte e única, que você não tenha usado para outras contas, é o caminho a ser seguido. Uma combinação de pelo menos seis números, letras e caracteres especiais (como !$@%), que não forme uma palavra legível, é uma forma de reprimir a ação dos robôs utilizados pelos criminosos na hora de invadir perfis.

Outros cuidados que valem à pena pôr em prática são instalar aplicativos para rastreamento de dispositivos, ativar a autenticação em dois fatores para logar em redes sociais e configurar limites para transações financeiras no Internet Banking, assim como dar preferência ao uso de dinheiro físico ao invés de cartão de débito por aproximação durante a festas.

“Adicionar um adesivo ou marquinha pessoal em seus cartões pode ajudar a evitar golpes, ou ter seu cartão trocado no meio da multidão, ao comprar uma água ou bebida. Mas ainda mais seguro é preferir usar dinheiro físico e ativar a confirmação de compra com senha para dispositivos que funcionam por aproximação”, orienta o docente, reforçando a importância de monitorar regularmente as transações financeiras para detectar atividades suspeitas. Se notar algo incomum, a orientação é entrar em contato com sua instituição financeira imediatamente.

O docente ainda destaca como boa prática evitar fazer transações financeiras ou acessar informações sensíveis enquanto estiver conectado a redes Wi-Fi públicas e não seguras, pois estas podem ser alvos fáceis para hackers.

“Por fim, o folião e o cidadão em geral devem buscar a consciência digital e se manterem informados sobre as últimas ameaças digitais. Isso inclui reconhecer e evitar phishing, instalar software apenas de fontes confiáveis e proteger suas informações pessoais online”, declara.

Foto: Freepik

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Saiba como se proteger de golpes e crimes virtuais neste Carnaval Read More »

Detran prende homem com ponto eletrônico e microcâmera em prova teórica de CNH

Detran prende homem com ponto eletrônico e microcâmera em prova teórica de CNH

Candidato já havia sido reprovado duas vezes

Um homem de 29 anos foi preso pelo Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran RN) na última segunda-feira (22.jan.2024) após ser flagrado com um ponto eletrônico e uma microcâmera durante a prova teórica para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O candidato, que não teve a identidade divulgada, estava realizando o exame em uma unidade do Detran RN na zona Oeste de Natal quando foi abordado por agentes da autarquia. Os servidores observaram a atitude suspeita do homem e, com isso, o revistaram por meio de um detector de metais.

Após a varredura, os agentes encontraram um ponto eletrônico “menor que um botão” e uma microcâmera “menor que um botão” escondidos na roupa do candidato. Ele foi preso em flagrante e conduzido à Delegacia de Platão, onde foi autuado por fraude processual.

Segundo a Coordenadoria de Habilitação do Detran RN, o homem já havia sido reprovado duas vezes em avaliações teóricas anteriores. A autarquia informou ainda que candidatos que são reprovados no teste teórico e conseguem a aprovação posteriormente já são monitorados. Um dos fatores que levanta a suspeita de fraude é a elevada porcentagem de acerto, considerando que alguns candidatos chegaram a alcançar uma aprovação de até 100% na avaliação.

O homem preso já passou por audiência de custódia e teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. Ele deve responder pelo crime na Justiça.

Foto: Divulgação/Detran RN

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Detran prende homem com ponto eletrônico e microcâmera em prova teórica de CNH Read More »

Saiba como se preparar para receber o técnico da nova parabólica digital na sua residência

Saiba como se preparar para receber o técnico da nova parabólica digital na sua residência

Assim como o equipamento, a instalação é completamente gratuita para os beneficiários do programa

Famílias de menor renda, beneficiárias de algum programa social do Governo Federal e que utilizam a parabólica tradicional para ver televisão, têm direito a receber gratuitamente a nova parabólica digital. O serviço é feito pela Siga Antenado, entidade sem fins lucrativos criada por determinação da Anatel para apoiar a população de menor renda durante a migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais (Banda C) para o sinal das parabólicas digitais (Banda Ku).

Após o agendamento, o beneficiário define a melhor data para a visita do técnico e instalação dos equipamentos. No dia marcado, a pessoa que fez o cadastro precisa estar em casa. O instalador confere a documentação do beneficiário e verifica se há uma parabólica tradicional em funcionamento na residência, por isso é importante que o beneficiário não desinstale o equipamento antes da instalação.

O instalador não cobra nada pela instalação do kit gratuito com a nova parabólica digital, que é composto por uma antena, um receptor, cabos, conectores e um controle remoto com pilhas, e também não pede dados bancários ou fotografa documentos. Outro ponto importante: a Siga Antenado não recolhe e nem retira a antena parabólica antiga, que permanece na casa do beneficiário.

Para saber se tem direito ao benefício e agendar a instalação da nova parabólica digital, é preciso acessar o site sigaantenado.com.br e informar o NIS (Número de Identificação Social) ou CPF. Se o agendamento já estiver disponível em sua cidade e seu nome estiver na lista, basta preencher um questionário para verificar se está apto ao benefício. Outra opção é ligar para o 0800 729 2404, número que também funciona como WhatsApp.

A dona de casa Maria Nazaré Firmino, moradora da cidade de Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte, já teve a nova parabólica digital instalada em sua residência. “Fiquei sabendo pela rádio da cidade que teria que fazer a troca da antena. Fiz o agendamento na Siga Antenado e já vieram instalar o aparelho. Agora, assistir à TV é outra coisa. Os canais pegam bem, não tem chiado e a imagem é limpa”, conta ela.

Mais de 1,7 milhão de famílias beneficiadas

Mais de 1,7 milhão de instalações da nova parabólica digital já foram concluídas desde julho de 2022. A expectativa é beneficiar outras milhões de famílias de todas as regiões do país.

O kit gratuito com a nova parabólica digital é destinado a pessoas inscritas em programas sociais do Governo Federal e que tenham a parabólica antiga em pleno funcionamento no momento da visita do técnico.

São muitas as vantagens da nova parabólica digital: mais de 80 canais, inclusive regionais, totalmente gratuitos, sem interferências, chiados, falhas e outros problemas de transmissão.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Saiba como se preparar para receber o técnico da nova parabólica digital na sua residência Read More »

Deputado bolsonarista pede ao MPF investigação sobre financiamento do Governo Federal ao Choquei

Deputado bolsonarista pede ao MPF investigação sobre financiamento do Governo Federal ao Choquei

Guto Zacarias alega que perfil de fofocas é responsável por suicídio de jovem

Após o suicídio de Jéssica Vitória Canedo, de 22 anos, que foi vítima de notícias falsas vinculadas ao humorista Whindersson Nunes, o perfil de fofocas Choquei foi alvo de críticas e questionamentos sobre sua relação com o governo federal.

O vice-líder do governo de São Paulo, o deputado Guto Zacarias (União Brasil), pediu ao Ministério Público Federal (MPF) que investigue se o perfil recebe financiamento público.

Zacarias, que é integrante do Movimento Brasil Livre (MBL), de oposição ao PT, argumenta que, caso o financiamento seja confirmado, trata-se de um caso gravíssimo, pois o governo estaria usando verbas públicas para financiar um site de fofocas, responsável por um suicídio.

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) já associou o Choquei ao governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e acusou o perfil de ter promovido, de forma irregular, a candidatura do petista nas eleições de 2022.

O pedido de Zacarias foi encaminhado à Procuradoria-Geral da República, que deve avaliar se abre um inquérito para apurar o caso.

Foto: Arquivo/POR DENTRO DO RN/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deputado bolsonarista pede ao MPF investigação sobre financiamento do Governo Federal ao Choquei Read More »

Nova parabólica digital garante transmissão em alta definição para assistir às Olimpíadas em 2024

Nova parabólica digital garante transmissão em alta definição para assistir às Olimpíadas em 2024

Quem utiliza a parabólica tradicional para ver TV deve substituir o aparelho pela nova parabólica digital para acompanhar as grandes atrações no mundo do esporte com imagem e som de qualidade

Nada mais irritante do que o sinal de TV falhar bem na hora em que o time favorito está marcando aquele golaço. Quem usa a parabólica tradicional costuma conviver com chiados, chuviscos e fantasmas na tela que tiram do sério sobretudo os amantes de esportes. Esse tipo de transtorno está com os dias contados com a nova parabólica digital.

O ano de 2024 será repleto de grandes eventos esportivos, entre eles as Olimpíadas, marcadas para ocorrer de 26 de julho a 11 de agosto em Paris. Imagine poder assistir às competições e torcer pelos atletas do Brasil em casa, ao vivo e com imagem e som em alta definição? Sem falar em competições como a Copa América e a Copa do Mundo de Fórmula 1.

Em breve, as parabólicas convencionais deixarão de funcionar. Isso significa que quem não fizer a substituição pela nova parabólica digital não conseguirá mais assistir à TV. Para não perder nenhum lance importante no mundo dos esportes e outros programas de TV, é preciso substituir o aparelho antigo pela nova parabólica digital o quanto antes.

No comércio, o kit digital – com antena, cabos e receptor – custa entre R$ 300 e R$ 500. No entanto, famílias de menor renda inscritas em algum programa social do Governo Federal têm direito a receber o equipamento gratuitamente, desde que estejam inscritas no CadÚnico e tenham uma parabólica tradicional em pleno funcionamento.

Quem está fazendo a substituição gratuita dos equipamentos é a Siga Antenado, entidade sem fins lucrativos criada por determinação da Anatel para apoiar a população de menor renda durante a migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais (Banda C) para o sinal das parabólicas digitais (Banda Ku). Mais de 1 milhão de instalações da nova parabólica digital já foram realizadas desde julho do ano passado.

Para saber se tem direito à instalação da nova parabólica digital, a população deve entrar no site da Siga Antenado (www.sigaantenado.com.br) ou ligar para o número 0800 729 2404, que também funciona como WhatsApp, para fazer o cadastro e obter a nova parabólica digital.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Nova parabólica digital garante transmissão em alta definição para assistir às Olimpíadas em 2024 Read More »

Ataque hacker à conta de Janja em rede social é investigado pela PF

Ataque hacker à conta de Janja em rede social é investigado pela PF

Perfil da primeira-dama na plataforma X foi invadido

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) informou na noite desta segunda-feira (11) que Polícia Federal (PF) investiga o ataque hacker ao perfil da primeira-dama Janja Lula da Silva na plataforma X (antigo Twitter).

Na nota, a secretaria diz ainda repudiar “veementemente o ataque” e que a plataforma X também foi acionada para apurar o caso.

“Todas as medidas cabíveis estão sendo tomadas. Não serão tolerados crimes, discursos misóginos, o ódio e a intolerância nas redes sociais”, completa.

No ataque, os invasores publicaram mensagens ofensivas e com xingamentos.

Foto: Cláudio Kbene/PR

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Ataque hacker à conta de Janja em rede social é investigado pela PF Read More »

Neoenergia vai sortear R$ 15 mil em descontos na conta de luz para clientes que pagarem via PIX

Neoenergia vai sortear R$ 15 mil em descontos na conta de luz para clientes que pagarem via PIX

Promoção Conta Premiada é válida para clientes de cinco distribuidoras da empresa

A Neoenergia, holding de energia elétrica presente em 18 estados do Brasil, está com uma promoção para incentivar o pagamento da conta de luz via PIX. A iniciativa, chamada Conta Premiada, vai sortear 10 prêmios de R$ 500 cada, totalizando R$ 15 mil.

Para participar, os clientes da Neoenergia Brasília (DF), Neoenergia Coelba (BA), Neoenergia Cosern (RN), Neoenergia Elektro (SP e MS) e Neoenergia Pernambuco (PE) devem pagar a fatura de energia via PIX e se inscrever no site oficial da promoção.

Os sorteios serão realizados em 30 de dezembro de 2023 e 27 de janeiro de 2024. Os ganhadores serão comunicados por e-mail ou telefone.

Além de contribuir com o orçamento familiar, a promoção tem o objetivo de ampliar a utilização do PIX no pagamento das faturas de energia elétrica. A Neoenergia foi a primeira empresa do segmento de distribuição de energia elétrica do país a adotar o PIX como forma de pagamento, em 2020.

Em julho deste ano, a empresa passou a estampar na fatura de energia o QR Code para pagamento via PIX. Basta o cliente apontar a câmera do celular para a imagem para ser encaminhado diretamente para o sistema de pagamento.

Importante que, ao efetuar o pagamento da fatura de energia via PIX, o cliente possa confirmar o nome da distribuidora de energia como beneficiária, evitando assim qualquer problema relacionado à transação.

A Neoenergia está cada vez mais comprometida em facilitar o pagamento da conta de energia elétrica e em oferecer comodidade aos clientes. Além do PIX e do tradicional boleto, os débitos podem ser quitados de diversas maneiras:

  • Por meio do portal de negociação, na área do cliente;
  • Do débito automático;
  • Do cartão de crédito (à vista ou parcelado);
  • Ou do “PIX copia e cola” gerado através do Whatsapp de cada distribuidora.

Foto: Divulgação / Neoenergia Cosern

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Neoenergia vai sortear R$ 15 mil em descontos na conta de luz para clientes que pagarem via PIX Read More »

'Trend' nas redes sociais pode expor usuários a perigos

‘Trend’ nas redes sociais pode expor usuários a perigos

Itep alerta para riscos do compartilhamento de informações pessoais

Nos últimos dias, uma nova “trend” vem ganhando as redes sociais: uma lista de perguntas sobre informações pessoais, como nome, idade, cor favorita, prato preferido, se tem tatuagem ou não. A brincadeira já foi aderida por celebridades e até mesmo personalidades políticas.

No entanto, o compartilhamento de informações pessoais pode ser perigoso, conforme alerta o Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep).

De acordo com o Itep, criminosos podem usar essas informações para falsificar documentos, criar contas bancárias, tomar empréstimos no nome da vítima, ou até mesmo para ludibriar vítimas em sites de relacionamento.

“Informações pessoais aparentemente inofensivas podem ser coletadas para, junto com outras, falsificar documentos, criar contas bancárias e tomar empréstimos no nome do usuário”, informou o órgão.

O Itep ainda alerta que criminosos podem camuflar pedidos de informações importantes em meio a perguntas banais, como o número de tatuagens, por exemplo.

“Cor preferida, tamanho do sapato, viagens, comida e bebidas preferidas, gostos, medos, idade, nome dos pais, dos filhos, pets, e datas comemorativas são só alguns exemplos de senhas e perguntas de segurança para recuperação das suas senhas”, afirma o alerta publicado pela instituição nesta quinta-feira (7).

Para se proteger, o Itep recomenda que os usuários evitem compartilhar informações pessoais nas redes sociais.

“Informações pessoais são tão importantes, que são protegidas por diversas leis no Brasil e no mundo”, informou o órgão.

Foto: Cottonbro studio/Pexels

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

‘Trend’ nas redes sociais pode expor usuários a perigos Read More »

Startup fundada em Natal encerra 2023 com atuação em empresas de mil cidades brasileiras

Startup fundada em Natal encerra 2023 com atuação em empresas de mil cidades brasileiras

Com faturamento superior a R$ 2,5 milhões, Faceponto é uma das startups mais promissoras do estado

A Faceponto é uma startup potiguar especializada em gerenciamento inteligente de recursos humanos end-to-end, ou seja, o software da empresa automatiza do controle de ponto até a entrega das informações à folha de pagamento, o que oferece celeridade e resolutividade ao setor de Recursos Humanos de uma empresa. Em 2023, a empresa conquistou números expressivos e celebra os resultados alcançados.

Com alcance de 1.500 empresas atendidas, em 2023 a startup registrou a marca de 110% em crescimento, o que a fez alcançar um faturamento acima de R$2,5 milhões. Atualmente, a Faceponto atende clientes em 17 estados brasileiros, que juntas somam 60 mil trabalhadores utilizando as soluções oferecidas pela startup.

De acordo com o co-fundador da Faceponto, Aquiles Burlamaqui, os números são fruto de muito trabalho. “A equipe tem se dedicado em conciliar a manutenção das soluções que oferecemos, com o nosso processo de expansão em todo Brasil. O objetivo é manter o nível elevado do nosso produto e resolução dos problemas que nossos clientes nos trazem”, explica Aquiles.

Reconhecimento

Além do processo de expansão e crescimento pelo qual a Faceponto tem se submetido – só até novembro deste ano, 400 novos contratos foram firmados – a pela empresa de tecnologia potiguar teve seu papel reconhecido em 23 eventos nacionais nos quais foi convidada a participar, nos segmentos de inovação ou de setores específicos da economia nacional.

O CEO da empresa, Cássio Leandro, vê a participação em eventos e os prêmios recebidos como uma legitimação do bom trabalho desenvolvido pela Faceponto. “Em 2023, alcançamos o terceiro lugar na Feicon/SP, que é a maior feira de construção civil da América Latina. Em evento organizado pelo Sinduscon/CE, fomos eleitos a startup com a melhor solução para construção civil”, lembra Cássio.

Ainda em 2023, no Startup Summit, em Florianópolis, a Faceponto ficou entre as 12 melhores empresas, dentre as que participaram do desafio Sebrae Like a Boss. A empresa também alcançou bons resultados na edição 2023 do Startup Awards, ficando entre as dez finalistas na categoria Startup Revelação, nesta que é uma das premiações mais importantes do país para o segmento.

Internacionalização

Também este ano, pela segunda vez consecutiva, a Faceponto foi selecionada pela Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e o Ministério das Relações Exteriores para compor a comitiva brasileira que participou do Web Summit, o maior evento de tecnologia da Europa.

No processo de internacionalização da Faceponto, 2023 foi um ano muito positivo, uma vez que levou as soluções da startup para empresas em Portugal e Panamá, além de ter avançado em países como Argentina, Chile, Paraguai e Colômbia.

“Cada número, cada conquista, nos motiva a continuar entregando o máximo que podemos como empresa focada em soluções e no sucesso do nosso cliente. Para 2024, nosso trabalho continua com o mesmo empenho e dedicação”, garante Cássio.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Startup fundada em Natal encerra 2023 com atuação em empresas de mil cidades brasileiras Read More »

Mais 35 cidades do RN terão agendamento e instalação da nova parabólica digital pela Siga Antenado

Mais 35 cidades do RN terão agendamento e instalação da nova parabólica digital pela Siga Antenado

A previsão é que cerca de 23,6 mil famílias possam receber o kit gratuito, mas elas precisam atender a alguns requisitos para ter direito ao benefício

Famílias de mais 35 cidades do Rio Grande do Norte, entre elas, João Câmara, Macau e Touros, já podem se cadastrar para receber a nova parabólica digital. A Siga Antenado iniciou o agendamento para a instalação dos kits gratuitos na cidade e cerca de 23,6 mil famílias podem ser beneficiadas. Para agendar é preciso atender a alguns requisitos: fazer parte de algum programa social do Governo Federal (CadÚnico) e ter na residência uma parabólica tradicional instalada e funcionando.

A substituição é necessária porque, em breve, as parabólicas convencionais deixarão de funcionar. Isso significa que quem não fizer a substituição pela nova parabólica digital não conseguirá mais assistir à TV. Outro problema que o modelo tradicional enfrentará é o risco de interferência no sinal da TV quando a tecnologia 5G for ativada em sua cidade ou região. Como o sinal do 5G é transmitido na mesma frequência da parabólica tradicional, poderão ocorrer chuviscos, chiados, a imagem pode travar e até ser interrompida.

Todo o processo, que vai do agendamento até a instalação do kit na residência, é gratuito. Para saber se tem direito à nova parabólica digital, a população deve entrar em contato com os canais de comunicação da Siga Antenado, que são o número 0800 729 2404 ou o site sigaantenado.com.br. Será necessário informar no momento do atendimento o número do CPF ou NIS (Número de Identificação Social).

A Siga Antenado é uma entidade não-governamental, sem fins lucrativos, criada por determinação da Anatel e responsável por apoiar a população durante a migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais para o sinal das parabólicas digitais.

As famílias que utilizam outros sistemas de transmissão para assistir televisão, como antena espinha de peixe (instalada no telhado da casa), antena digital interna ou TV por assinatura, mesmo que beneficiárias de programas sociais, não precisam fazer a troca.

A nova parabólica digital traz muitas vantagens: oferece melhor qualidade de imagem e de som e traz mais de 80 canais, todos gratuitos, com programação regional.

“É muito importante que as pessoas procurem nossos canais de atendimento o quanto antes para saber se têm direito ao kit gratuito”, alerta o CEO da Siga Antenado, Leandro Guerra. “Além da imagem de melhor qualidade e som perfeito, a substituição é a garantia de evitar o risco de ficar sem TV quando o sinal da parabólica tradicional for desligado.”

Cidades com agendamento aberto no Rio Grande do Norte na nova fase:

  1. Afonso Bezerra
  2. Alto do Rodrigues
  3. Bento Fernandes
  4. Caiçara do Norte
  5. Carnaubais
  6. Felipe Guerra
  7. Galinhos
  8. Governador Dix-Sept Rosado
  9. Guamaré
  10. Ipanguaçu
  11. Januário Cicco
  12. Jardim de Angicos
  13. João Câmara
  14. Lagoa de Velhos
  15. Macau
  16. Montanhas
  17. Parazinho
  18. Pedra Grande
  19. Pedra Preta
  20. Pedro Velho
  21. Pendências
  22. Porto do Mangue
  23. Riachuelo
  24. Santa Maria
  25. Santo Antônio
  26. São Bento do Norte
  27. São José do Campestre
  28. São Paulo do Potengi
  29. Senador Elói de Souza
  30. Serra Caiada
  31. Serrinha
  32. Tangará
  33. Touros
  34. Upanema
  35. Várzea

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Mais 35 cidades do RN terão agendamento e instalação da nova parabólica digital pela Siga Antenado Read More »

Audiência na Câmara de Natal destaca importância do Instituto Metrópole Digital no mercado de TI

Audiência na Câmara de Natal destaca importância do Instituto Metrópole Digital no mercado de TI

Durante a audiência, foi apresentado o trabalho desenvolvido pelo instituto, empregos gerados, empresas incubadas e que se desenvolveram a partir do parque tecnológico, resultado dos investimentos já realizados

A Câmara Municipal de Natal realizou nesta quinta-feira (16) uma audiência pública, proposta pela vereadora Nina Souza (PDT), para discutir sobre o fortalecimento do mercado de tecnologia da informação através do Instituto Metrópole Digital (IMD), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

“Discutimos o tema da inovação na gestão pública, startups em funcionamento no parque tecnológico de Natal. Vimos uma pequena mostra de tudo que já foi produzido no IMD e o potencial que temos a explorar”, disse a vereadora, que também é autora de Projetos de Lei que incentivam o financiamento de startups e o desenvolvimento tecnológico na capital.

Durante a audiência, foi apresentado o trabalho desenvolvido pelo instituto, empregos gerados, empresas incubadas e que se desenvolveram a partir do parque tecnológico, resultado dos investimentos já realizados. “Hoje somos mais de 130 mpresas, mais de 2.600 empregos, quase 80 benefícios fiscais concedidos e um faturamento superior a R$ 200 milhões por ano”, destacou o diretor do Parque, Rodrigo Romão.

No momento, o objetivo é ampliar esses números e, por isso, o instituto busca recursos através de emendas parlamentares. “Estamos apostando em aumentar os resultados, em dobrar a meta. E a ampliação do espaço físico vai nos ajudar a concretizar isso”, declarou o professor Frederico Lopes.

Com isso, mais empregos devem ser cirados a partir de novas empresas a serem impulsionadas pelo instituto, a exemplo da startup dirigida pelo empresário Assis Barbosa, ex-aluno do IMD. “Me vi empreendedor dentro da própria academia e o parque foi determinante porque oferece toda uma estrutura, todo um conjunto de consultores para o desenvolvimento do projeto. Seria bem mais difícil sobreviver sem esse tipo de auxílio que o Parque oferece”, enfatizou.

Representantes da Federação das Indústrias do Estado (Fiern) e do Sebrae/RN, também participaram da audiência.

Foto: Francisco de Assis

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Audiência na Câmara de Natal destaca importância do Instituto Metrópole Digital no mercado de TI Read More »

Startup natalense desembarca em Portugal para evento internacional de inovação e tecnologia

Startup natalense desembarca em Portugal para evento internacional de inovação e tecnologia

A Faceponto vai participar, pela segunda vez consecutiva, como representante do RN no Web Summit

Como parte do processo de expansão da startup potiguar Faceponto, com foco no mercado internacional, representantes da empresa estão em Lisboa, para participar da edição 2023 da principal conferência tecnológica do mundo, a Web Summit. Realizado entre 13 e 16 de novembro, o evento reúne mais de 70 mil participantes de todo o mundo, dentre eles mais de 700 investidores.

A Faceponto já esteve no Web Summit em 2022, quando foi a única representante potiguar entre as startups selecionadas. Desta vez, a empresa vai como startup beta, nomenclatura que representa as startups em franco crescimento. De acordo com um dos fundadores e CEO da Faceponto, Cássio Leandro, a oportunidade será válida para buscar investimentos, mas também para dar continuidade ao processo de internacionalização da marca.

“Vir ao evento, mais uma vez, em parceria com a Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e o Ministério das Relações Exteriores, já nos coloca em um lugar de destaque que pretendemos aproveitar ao máximo”, afirma Cássio. Já para Aquiles Burlamaqui, cofundador da Faceponto, “o momento é de aproveitar a oportunidade de smart Money – investimento financeiro – e ampliação do networking”.

Sobre a Faceponto

A Faceponto atende mais de 700 empresas no Rio Grande do Norte e em outros 10 estados brasileiros, oferecendo solução para gestão da jornada de trabalho conforme os requisitos preconizados na legislação. O aplicativo, que emprega diversos tipos de inteligência artificial para otimizar a gestão de RH, permite registrar o ponto do trabalhador, gerenciar férias e faltas, calcular horas extras e apresenta gráficos e relatórios que simplificam análises e tomadas de decisões.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Startup natalense desembarca em Portugal para evento internacional de inovação e tecnologia Read More »

Startup potiguar da área da saúde participa de evento na Europa

Startup potiguar da área da saúde participa de evento na Europa

Recém-lançada Fusion Clinic está entre as 90 startups brasileiras selecionadas pela APEX Brasil para participar como expositora no Web Summit Lisboa 2023

Depois de lançar oficialmente a plataforma Fusion Clinic no mercado local na última quarta-feira (25), sua gestora, a advogada Malu Fontes, se prepara para apresentá-la no Missão Web Summit Lisboa 2023, evento que reúne negócios, tecnologia, inovação e conecta startups e empresários brasileiros com o ecossistema empreendedor da Europa. O evento acontece de 13 a 16 de novembro na capital portuguesa e deve reunir mais de 70 mil participantes, 1.500 startups, cerca de 850 investidores e representantes de 128 países.

A Fusion Clinic está entre as 90 startups brasileiras selecionadas pela APEX Brasil ( Agência Brasileira de Exportação e Investimento) para participar como expositora no Web Summit, com direito a estande exclusivo na feira. O evento conta ainda com diversas visitas técnicas focadas em networking e oportunidades de negócios em uma das mais vibrantes startups-cities da Europa.

“Viver a Web Summit é uma experiência incrível. Desde o processo seletivo da APEX Brasil, concorrendo com soluções de todo o Brasil, muitas bem mais experientes nesse mercado, tudo em inglês, foi desafiador. Mas conseguimos! Contamos com várias mentorias, capacitações, participamos de muito networking, onde já começamos a viver tudo que só o maior evento de inovação da Europa pode proporcionar”, aponta Malu Fontes.

Ela adianta que o principal objetivo da participação da startup no Web Summit, além de posicionar a empresa para o mercado internacional, é confirmar que está no caminho certo: da inovação, do compartilhamento, da simplicidade e da sustentabilidade. “Agora é a hora da economia colaborativa e circular. E a ideia da Fusion Clinic é exatamente essa, compartilhar para ganhar. É uma verdadeira mudança de mentalidade ao modelo tradicional, não estamos imaginando o futuro, estamos construindo-o hoje”, pondera.

Sobre a Fusion Clinic

A Fusion Clinic é uma plataforma que promete revolucionar o mercado das healthtechs. Conecta especialistas das mais diversas áreas da saúde com clínicas que dispõem de espaços ociosos, com uma proposta parecida com as do Booking e Airbnb, só que do setor de saúde. A ideia é intermediar o contato, gerindo a ocupação desses locais por profissionais que necessitam de estruturas para realizar seus atendimentos, resolvendo necessidades de ambos os lados.

“Não faz sentido ter uma clínica maravilhosa sem ninguém para trabalhar nela ou ter profissionais super qualificados de saúde, mas sem pacientes. A conta não fecha pra ninguém”, observa Malu Fontes

A startup Fusion Clinic oferece soluções à dor real do mercado da saúde, como a possibilidade de aumentar a rentabilidade das clínicas, otimizar a logística e reduzir o custo de quem necessita de poucos dias e horas de atendimento.

O serviço funciona da seguinte forma: os espaços são disponibilizados na plataforma de um lado. Do outro, os profissionais que buscam consultórios se cadastram e fazem a busca pelo perfil que desejam. O cadastramento de ambos é gratuito, dando o match, (quando o especialista encontra seu consultório ideal), a reserva pode ser feita direto na plataforma. O profissional só paga apenas as horas que precisa utilizar no espaço.

Além da garantia da presença como expositora no Web Summit, a Fusion Clinic foi selecionada no edital de aceleração Centelha do Ministério da Ciência e Tecnologia, ficando entre as 15 primeiras colocadas e está recebendo aproximadamente R$ 80 mil de recursos do CNPq e Finep. Também está entre as 10 primeiras colocadas para o Capital Empreendedor do Sebrae Nacional, cujo resultado da etapa nacional está sendo aguardado para breve.

Para saber mais: https://www.fusionclinic.com.br/

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Startup potiguar da área da saúde participa de evento na Europa Read More »

Startup natalense está entre as dez empresas revelação do país

Startup natalense está entre as dez empresas revelação do país

A Faceponto concorre na categoria “Startup Revelação do Ano”, no maior prêmio do ecossistema de inovação do Brasil

Considerado o Óscar das premiações das startups nacionais, o Startup Awards, promovido desde 2013 pela Abstartups – a maior associação brasileira de startups – tem sido um reconhecimento importante no cenário da inovação no país. Em sua 11ª edição, a lista das dez empresas indicadas a melhores do ano conta, pela primeira vez, com uma representante natalense. Indicada na categoria “Startup Revelação do Ano”, a Faceponto desbancou os mais de 500 concorrentes nacionais e já se consolida como uma das principais revelações do Brasil.

“Só de estar entre as dez melhores já é uma vitória gigante! Ainda mais sendo reconhecidos pela maior associação de startups do Brasil e pelos mais de 500 agentes de tecnologia que estavam avaliando. Agora vamos em busca do pódio”, comemorou o advogado e CEO da Faceponto, Cássio Leandro.

O evento anual reconhece o trabalho de empresas e indivíduos que contribuíram significativamente para o crescimento e consolidação do ecossistema de startups no Brasil. A votação para o prêmio segue aberta até o dia 26/10, através do site: www.startupawards.com.br

Faceponto

Com foco no gerenciamento inteligente de recursos humanos, a Faceponto desenvolveu um software que automatiza o controle de ponto e entrega as informações à folha de pagamento para o setor de Recursos Humanos, atendendo aos requisitos da legislação nacional do Ministério do Trabalho e Emprego.

Em atuação desde 2019, hoje atende mais de 300 empresas, de diversos segmentos, em 19 estados brasileiros.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Startup natalense está entre as dez empresas revelação do país Read More »

Nova solução conecta profissionais de saúde e consultórios, otimizando tempo e resultados financeiros

Nova solução conecta profissionais de saúde e consultórios, otimizando tempo e resultados financeiros

A proposta é tornar mais simples e inteligente a locação de espaços de saúde, que pode ser feita por hora, turno ou mês, por meio da uma plataforma digital

No próximo dia 18 será lançado um serviço que se propõe a otimizar a ocupação dos negócios que envolvem a saúde. Trata-se da Fusion Clinic, uma plataforma que conecta especialistas das mais diversas áreas da saúde com consultórios que dispõem de espaços ociosos, com uma proposta parecida com a do Airbnb, só que da saúde. A ideia é intermediar o contato, gerindo a ocupação desses locais por profissionais que necessitam de estruturas para realizar seus atendimentos, resolvendo necessidades de ambos os lados. O evento acontece no Sebrae em Natal a partir das 18h30, com o tema “Que saúde o futuro nos reserva?”.

“Com a pandemia, a precarização do acesso à saúde ficou ainda mais evidente. Se faz necessária uma força tarefa para que a gente saia desse estágio. E o modelo tradicional já demonstrou que é carente de dois fatores muito importantes em qualquer negócio: sustentabilidade e eficiência. Foi com o propósito ajudar a democratizar o acesso à saúde de forma eficiente, humanizada e sustentável que nasceu a Fusion Clinic”, aponta Malu Fontes, responsável pelo projeto.

No Brasil, mais de 70% da população não possui acesso a um serviço de saúde de qualidade. Atualmente no nosso país são 6 milhões de profissionais da área ativos, e no Rio Grande do Norte são mais de 85 mil. Mas para que a saúde seja acessível, é necessário que os três atores mais importantes nesta relação (pacientes, profissionais de saúde e clínicas) estejam bem conectados. “Não faz sentido ter uma clínica maravilhosa sem ninguém para trabalhar nela ou ter profissionais super qualificados de saúde, mas sem pacientes. A conta não fecha pra ninguém”, observa.

A ideia da plataforma surgiu diante da observação de Malu ao administrar o escritório do pai. Ainda estagiária de Direito, passou a utilizar o local que era ocioso e convidou colegas e demais profissionais que atuam conjuntamente com a área jurídica: contadores, psicólogos, etc. “Notei que os profissionais de saúde sempre precisavam de dois ou três profissionais para dividir e viabilizar o espaço. Isso acontecia porque eles normalmente ocupavam múltiplos trabalhos e também porque não possuíam pacientes suficientes para uma locação tradicional. Ou seja, esse modelo utilizado para outras áreas não fazia sentido para a área da saúde”, relembra.

6aaf52fb b30c 410d b353 de00e2fa5657

A startup Fusion Clinic oferece soluções à dor real do mercado da saúde, como a possibilidade de aumentar a rentabilidade das clínicas, otimizar a logística e reduzir o custo de quem necessita de poucos dias e horas de atendimento. “Os profissionais de saúde abrem clínicas do tamanho do sonho e com o decorrer da carreira, vem o desejo de desacelerar, mas como estão comprometidos com os altos custos, não conseguem. É a hora de atrair outros profissionais para uso do espaço e o proprietário poder se libertar do peso das contas”, analisa Malu.

O serviço funciona da seguinte forma: os espaços são disponibilizados na plataforma de um lado. Do outro, os profissionais que buscam consultórios se cadastram e fazem a busca pelo perfil que desejam. Todo cadastramento de ambos é gratuito, dando o match, acontece o contrato de locação.

a939230a fd0e 4b07 abbb 62ca291c8c81

Atualmente, os acordos são firmados entre as partes por meio de um contrato de parceria, o que acaba sendo um risco para o dono da clínica, porque caso haja algum erro médico ou de conduta assediosa, por exemplo, ele é considerado corresponsável, ou seja, pode responder legalmente, pois há ganho financeiro da clínica na relação com o paciente. Com a solução da plataforma, a responsabilidade se limita à locação do espaço, ou seja, a lei que incide é a de inquilinato e não a de consumidor.

O escritório do pai de Malu foi reformado e hoje é uma clínica, uma espécie de laboratório para a plataforma. Por enquanto, está sendo autofinanciada, mas a ideia é atrair investidores, visando a expansão e novas apostas em soluções em tecnologia.

O serviço já está se destacando mesmo antes de ser lançado oficialmente: foi selecionado no edital de aceleração Centelha do Ministério da Ciência e Tecnologia, ficando entre as 15 primeiras colocadas e está recebendo aproximadamente R$ 80 mil de recursos do CNPq e Finep. Também está entre as 10 primeiras colocadas para o Capital Empreendedor do Sebrae Nacional, cujo resultado da etapa nacional está sendo aguardado para breve.

A plataforma também foi selecionada pela APEX Brasil ( Agência Brasileira de Exportação e Investimento) para participar como expositora no evento Web Summit Lisbon, Maior feira de Inovação do Mundo, que acontece em Lisboa em novembro deste ano. Está entre as 90 que terão direito a um estande na feira.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Nova solução conecta profissionais de saúde e consultórios, otimizando tempo e resultados financeiros Read More »

Canais infantis da parabólica digital são garantia de entretenimento e aprendizado para as crianças

Canais infantis da parabólica digital são garantia de entretenimento e aprendizado para as crianças

Programação está distribuída entre os mais de 80 canais gratuitos disponíveis para os usuários

Quem tem filhos poderá curtir uma programação infantil ampla e variada pela nova parabólica digital. Peppa Pig, Galinha Pintadinha, Tom & Jerry, Detetives do Prédio Azul e muitos outros personagens preferidos da garotada estão lá, diariamente, distribuídos entre os 80 canais gratuitos disponíveis para os usuários, com muito mais qualidade de som e imagem.

Há também canais com conteúdo educativo, garantindo entretenimento seguro e aprendizado aos pequenos. É o caso da TV Cultura, que exibe logo cedo, às 5h30, o “Inglês com música”, que ensina a língua inglesa de uma forma descontraída. Para os nostálgicos, vale a pena apresentar aos pequenos o famoso Vila Sésamo, que traz temas como alfabetização, matemática e convivência social para crianças em idade pré-escolar. Vai ao ar de segunda a sexta, às 13h, e aos sábados, às 7h30.

Famílias de menor renda inscritas em Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e que tenham a antena parabólica tradicional em funcionamento podem ter direito à instalação do kit gratuito com a nova parabólica digital.

Quem está fazendo a substituição dos equipamentos é a Siga Antenado, entidade sem fins lucrativos criada por determinação da Anatel para apoiar a população de menor renda durante a migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais (Banda C) para o sinal das parabólicas digitais (Banda Ku). Mais de 1 milhão de instalações da nova parabólica digital já foram realizadas desde julho do ano passado.

A substituição é necessária porque, em breve, as parabólicas tradicionais deixarão de funcionar. Isso significa que, quem não fizer a substituição pela nova parabólica digital, não conseguirá mais assistir à TV.

Na residência da Maria de Fátima Santana, 35, moradora de São José de Mipibu, no Rio Grande do Norte, a TV é uma companhia diária da sua filha Abdayane, 10 anos. E para tornar a diversão ainda melhor, elas já têm a nova parabólica digital. “Aqui a TV Cultura é a que minha filha mais assiste. O programa preferido é o Show da Luna. Mas ela também assisti outros canais infantis”, revela.

A lista completa de canais pode ser acessada neste link.

Para verificar se tem direito ao kit gratuito e se o agendamento já está liberado para a sua cidade, a população deve acessar o site sigaantenado.com.br ou ligar gratuitamente para 0800 729 2404 com o CPF ou NIS em mãos. É só marcar a melhor data e aguardar a visita do técnico para a instalação da nova parabólica digital.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Canais infantis da parabólica digital são garantia de entretenimento e aprendizado para as crianças Read More »

Entregadores por aplicativo rejeitam proposta de empresas

Entregadores por aplicativo rejeitam proposta de empresas

Grupo tripartite criado pelo governo não obteve acordo

Motoboys e empresas de plataformas digitais não chegaram a um acordo para melhorar as condições de trabalho dos entregadores. Após pouco mais de quatro meses de negociação em um grupo de trabalho (GT) instituído pelo governo federal, representantes dos profissionais de entrega saíram insatisfeitos da reunião realizada na tarde desta terça-feira (12), no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em Brasília.

“Nós saímos do GT agora no final da noite [desta terça-feira]. Na parte dos motoboys e dos motoentregadores, não teve acordo nenhum. Todas as propostas apresentadas pelas empresas são inviáveis, não tem como embarcar não”, afirmou o o presidente do SindimotoSP e do Conselho Nacional de Motofretistas, Motoentregadores, Motoboys e Entregadores Ciclistas profissionais do Brasil, Gilberto Almeida dos Santos, conhecido como Gil. “Depois de 120 dias de reunião no GT do governo, tripartite, a gente sai da mesa sem acordo com as empresas. Está para ter uma reunião amanhã [13], por volta 11h, com o governo, para ver qual caminho o governo vai tomar”, acrescentou.

Mais cedo, na capital federal, motoboys e motoentregadores fizeram uma mobilização na Esplanada dos Ministérios, pedindo que as empresas de aplicativos ofereçam remuneração mínima decente e condições dignas de trabalho, com diretrizes de saúde e segurança, para seus trabalhadores.

Os entregadores protestaram contra a demora na regulação do serviço e argumentam que a renda por hora de trabalho logada nos aplicativos caiu 53,60% depois da popularização dos aplicativos, de R$ 22,90 em 2013 para R$ 10,55 em 2023.

O Conselho Nacional dos Sindicatos de Motoboys e Motoentregadores, a Aliança Nacional dos Motoboys e Motoentregadores e as centrais sindicais reivindicam os valores mínimos de R$ 35,76 para motociclistas e R$ 29,63 para ciclistas profissionais por hora de trabalho.

Já a proposta das empresas varia de R$ 10,20 a R$ 12 para motociclistas e de R$ 6,54 a R$ 7 para ciclistas. Elas são representadas pela Associação Brasileira de Mobilidade e Tecnologia (Amobitec) – que reúne as empresas Amazon, iFood, Flixbus, Uber, Zé Delivery, Buser, 99 e Lalamove – e pelo Movimento Inovação Digital (MID) – que reúne mais de 150 empresas, entre elas, Mercado Livre, GetNinjas, PayPal, Loggi, Movile, Americanas, C6 Bank, Facily, Rappi, OLX e euEntrego.

Para o dia 18 de setembro, os entregadores prometem paralisação em todo o país caso não haja melhora na proposta.

“As empresas de aplicativos continuam fugindo de suas responsabilidades sociais com milhões de entregadores em todo Brasil que, na realidade, não são autônomos e sim trabalhadores em situação de precarização e escravização”, argumentou a Federação Brasileira dos Motociclistas Profissionais, em comunicado. Segundo a entidade, as propostas da Amobitec e MID também não contemplam as questões de segurança e saúde dos entregadores.

A Amobitec informou que vem apresentando documentos e propostas desde o início das discussões, incluindo modelos de integração na Previdência Social e valores de ganhos mínimos. “As empresas associadas continuam abertas ao diálogo e à disposição das partes interessadas com o objetivo de criar um modelo regulatório equilibrado para o trabalho intermediado por plataformas digitais, que busque ampliar a proteção social dos profissionais e garantir a segurança jurídica da atividade”, diz a entidade.

A mesa tripartite – formada por governo, empregadores e trabalhadores – tinha até esta terça-feira como prazo final para chegar a um consenso sobre ganhos mínimos, indenização pelo uso dos veículos, previdência, saúde dos trabalhadores e transparência algorítmica. A reportagem procurou representantes do MTE para comentar sobre o resultado das negociações, mas não obteve retorno.

Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Entregadores por aplicativo rejeitam proposta de empresas Read More »

Como a inteligência de dados impulsiona o crescimento do Assaí

Como a inteligência de dados impulsiona o crescimento do Assaí

Com uso da ferramenta da Business Inteligence, a Companhia ampliou a eficiência operacional do seu parque de lojas e mapeou soluções estratégicas para apoiar o crescimento do negócio

Cada vez mais as empresas brasileiras estão apostando na cultura de inovação tecnológica e ampliação do acesso a dados para fazer escolhas mais inteligentes. O Assaí Atacadista, uma das maiores empresas de varejo do país, é exemplo dessa estratégia. Com mais de seis anos de experiência na aplicação de Inteligência de Dados como pilar estratégico na tomada de decisão, a Companhia tem colhido resultados significativos em diversas frentes, desde sua expansão nacional até melhorias na experiência do(a) cliente.

O Atacadista, que atualmente possui mais de 30 milhões de clientes que passam por suas mais de 270 lojas todos os meses, reconhece o poder da Inteligência de Dados para mapear soluções estratégicas e impulsionar seus negócios. Esses dados sólidos também embasam decisões em todas as áreas da empresa, contribuindo diretamente para o crescimento contínuo do negócio e otimização dos processos e fluxos.

“Desde 2017, quando adotamos o BI como um padrão na Companhia, tivemos muitos retornos positivos, o que engloba desde insights no atendimento ao(à) cliente até a otimização da produtividade das equipes. Ou seja, com o cruzamento de dados e a leitura analítica dessas informações, conseguimos prever quais são as condições mais apropriadas para ações e contato com o(a) consumidor(a), além de também compreendermos as melhores estratégias de ações promocionais e suas ferramentas, como no caso da Campanhas de Aniversário realizadas anualmente” conta Rodrigo Callisperis, Diretor de TI do Assaí.

Essa abordagem também é aplicada no aplicativo Meu Assaí, que alcançou um crescimento de 1,2 milhões de usuários em apenas 2 meses após o lançamento, totalizando 8,2 milhões de clientes, representando um aumento de 17% em relação ao lançamento. “O aplicativo se tornou uma ferramenta crucial para entender os hábitos de consumo dos clientes e aprimorar a experiência de compra, unindo o mundo físico com o online. As campanhas exclusivas e segmentadas no aplicativo reforçam a estratégia Phygital da Companhia, gerando fidelização e recorrência de compra” explica, Callisperis.

Ainda, antes da empresa adotar as ferramentas de BI como padrão, os dados tinham origens diversas em suas extrações, o que resultava em menor precisão na informação. “Além de conseguirmos ter mais assertividade na tomada de decisão a partir dos dados coletados, também expandimos o conhecimento adquirido através dos indicadores de BI, proporcionando uma melhor experiência de compras para os(as) clientes” finaliza o Diretor de TI da Companhia.

Sobre o Assaí Atacadista

O Assaí é uma empresa de Cash & Carry (ou atacarejo), que atende pequenos(as) e médios comerciantes e consumidores(as) em geral, seja na compra de itens unitários ou grandes volumes. Com faturamento de aproximadamente R$ 60 bilhões em 2022, é a 2ª maior empresa de varejo do país e uma das 10 melhores empresas brasileiras para se trabalhar do seu segmento (categoria “Super Grandes”, de acordo com o GPTW 2022). Está presente nas cinco regiões do País com mais de 270 lojas distribuídas em 24 estados (além do Distrito Federal), e possui mais de 70 mil colaboradores(as). Desde 2021 tem suas ações negociadas tanto na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) – sob o ticker ASAI3 – quanto na Bolsa de Nova York (NYSE), sendo a única do seu segmento listada em ambas. Em 2022, a Companhia foi considerada Top of Mind na categoria “Atacado” em pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha; e eleita a melhor empresa do ramo de “Comércio Varejista” pelo Prêmio Valor 1000. Em 2023, foi considerada a marca de varejo alimentar mais valiosa pelos rankings anuais promovidos pela Interbrand (20ª colocação geral) e pela Brand Finance (13ª colocação geral).

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Como a inteligência de dados impulsiona o crescimento do Assaí Read More »

Natal recebe evento gratuito de capacitação para o setor de segurança eletrônica

Natal recebe evento gratuito de capacitação para o setor de segurança eletrônica

O evento visa atender à demanda crescente do setor de segurança eletrônica

A Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (ABESE) realiza o Conexão Abese em Natal, que acontecerá no dia 12 de setembro. O evento visa atender à demanda crescente do setor de segurança eletrônica, que faturou aproximadamente R$ 11 bilhões em 2022 e prevê um crescimento de até 19% neste ano, com oportunidades em todas as áreas.

O evento reunirá profissionais e empresários do setor de segurança eletrônica para um dia repleto de treinamentos, palestras e oportunidades de networking. Com uma programação abrangente e especialistas renomados, o Conexão Abese em Natal promete ser um evento imperdível para todos os interessados no mercado de segurança eletrônica.

A presidente da Abese, Selma Migliori, destaca a importância do evento: “O Conexão foca em preparar os empresários do setor para crescerem de maneira assertiva e continuarem gerando novos empregos, mas também foca em estabelecer um diálogo de parceria entre o poder público e o privado”.

Programação de Destaque

Com vagas limitadas, o Conexão Abese em Natal oferece uma programação diversificada com palestrantes de diferentes áreas do mercado. Entre os tópicos abordados, destacam-se as melhores práticas na elaboração de contratos, estratégias de marketing digital e técnicas de vendas e negociação.

A presidente da Abese, Selma Migliori, abre o Conexão com um bate-papo sobre assuntos estratégicos. O assessor jurídico e DPO da Abese, Dr. José Lázaro de Sá, ministrará um painel sobre as melhores práticas para elaboração de contratos.

O evento também abordará temas como o marketing digital. Glebe Duarte, mentor de negócios digitais, falará sobre como se posicionar no mercado digital para gerar mais negócios

Em uma palestra com foco comercial, Andrea Duarte – Trainner da Educação Assertiva e Diretora de Capacitação da ABRH-DF, explanará sobre Vendas e Negociação, entendendo, atendendo e surpreendendo o seu cliente.

Local e Data

O evento Conexão Abese em Natal ocorrerá no Hotel Golden Tulip, localizado na Av. Engenheiro Roberto Freire, 4.382, Ponta Negra. As inscrições estão abertas e podem ser feitas através do link https://abese.org.br/conexao-abese

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Natal recebe evento gratuito de capacitação para o setor de segurança eletrônica Read More »

Startup natalense tem destaque na participação de eventos nacionais de inovação

Startup natalense tem destaque na participação de eventos nacionais de inovação

A empresa Faceponto vai participar do maior evento de tecnologia e gestão da indústria de construção do Brasil, em Florianópolis

Seguindo a trajetória de participações expressivas em eventos de nível nacional este ano, a startup Faceponto, especializada em gestão de recursos humanos por meio de reconhecimento facial, entra o mês de setembro marcando presença no maior evento de gestão e tecnologia da Indústria da construção civil do Brasil, o Construsummit 2023, nos dias 13 e 14.

O encontro acontecerá em Florianópolis/SC e é idealizado pelo maior ecossistema tecnológico de marcas do segmento da construção civil: Sienge, CV CRM, Prevision, Collabo e eCustos. De acordo com o fundador da Faceponto, Cássio Leandro, “essa será mais uma oportunidade de levar ao mercado nacional as soluções que oferecemos, desde 2018, para o nosso portfólio de clientes”.

Em agosto, a startup potiguar também teve diversas oportunidades de reconhecimento e participou de três grandes eventos voltados para o mercado da inovação e tecnologia. Com participação expressiva e finalizando entre as 12 startups finalistas, a Faceponto teve passagem de destaque no Desafio Like a Boss, organizado pelo Sebrae em parceria com o Instituto Inova+. O resultado foi divulgado no dia 25 de agosto, em Florianópolis/SC.

Ainda na capital catarinense, a Faceponto participou do Startup Summit, um dos maiores eventos de inovação do país, responsável por juntar grandes fundos de investimento e startups selecionadas por programas de aceleração. Na edição 2023, que ocorreu na última semana de agosto, 180 negócios com foco em inovação puderam se apresentar para um grupo de 89 investidores.

De acordo com Cássio Leandro, ambas as oportunidades foram valiosas para a empresa. “Fomos selecionados para expor e tivemos contato com grandes marcas e investidores de mercado, no ramo da construção civil, tecnologia, dentre outros”, comemora. “A nossa participação também rendeu a chance de participarmos de discussões com fundos de investimentos, já galgando um novo salto de crescimento dentro do mercado nacional e internacional”, continuou o empresário.

No dia 31 de agosto, em Fortaleza/CE, foi realizado o Startup2Match, prêmio promovido pelo Icon Hub, braço de inovação do Sindicato da Indústria da Construção Civil de São Paulo (Sinduscon/SP). Nessa primeira edição do evento, voltado para empresas do Nordeste, foram selecionadas 3 startups finalistas para fazer uma apresentação e a Faceponto alcançou o primeiro lugar.

“Nosso software de gestão de recursos humanos e controle de jornada de trabalho, por meio de reconhecimento facial, tem despertado interesse de empresas e investidores de diversos segmentos e nós pretendemos aproveitar cada chance que tivermos de mostrar nossos diferenciais e potencial”, finaliza o fundador da Faceponto.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Startup natalense tem destaque na participação de eventos nacionais de inovação Read More »

Anatel inaugura laboratório para combater TV Box pirata

Anatel inaugura laboratório para combater TV Box pirata

Agência já apreendeu cerca de 1,4 milhão de aparelhos clandestinos

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) inaugurou, nesta sexta-feira (1º), o Laboratório Antipirataria, especializado em analisar equipamentos TV Boxes usados para captar canais e conteúdos por assinatura de forma clandestina.

A inciativa integra o Plano de Ação para Combate ao Uso de Decodificadores Clandestinos do Serviço de Acesso Condicionado (SeAC) e é resultado de uma parceria com a Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA).

Em fevereiro deste ano, cerca de 1,4 milhão de aparelhos clandestinos foram apreendidos e mais de 1,4 mil endereços bloqueados, que habilitavam ilegalmente o funcionamento dos TV Boxes piratas. Conforme a Anatel, equipamentos de nove fabricantes e mais de 30 modelos de TV Box também tiveram operação interrompida

De acordo com o superintendente de Fiscalização da agência, Hermano Barros Tercius, o laboratório tem capacidade de analisar até cem equipamentos piratas de forma simultânea.

Decisões judiciais

Além do laboratório, a Anatel quer ampliar parcerias com outros órgãos para execução de ordens judiciais de bloqueio dos aparelhos. “A Anatel possui o cadastro completo dos prestadores de banda larga do país. Sabe quais são os mais relevantes quanto à conectividade e à quantidade de acessos e tem contato constante com os prestadores de serviços de telecomunicações. Isso coloca a agência em uma posição estratégica para a coordenação da execução de decisões de bloqueio, sejam administrativas ou judiciais. E essa coordenação se faz muito necessária em um ambiente aberto como a internet, em que há desde pequenos provedores de conexão até grandes plataformas tecnológicas de comércio e de serviços virtuais”, explicou o superintendente.

Foto: Receita Federal

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Anatel inaugura laboratório para combater TV Box pirata Read More »

Aliada de patrões e empregados, tecnologia garante boa saúde na relação trabalhista

Aliada de patrões e empregados, tecnologia garante boa saúde na relação trabalhista

Startup potiguar é responsável pelo desenvolvimento de software, que funciona como gerenciador de ponto eletrônico por meio de leitura facial

De acordo com estudo publicado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) em meados de março deste ano, intitulado Tendências do Home Office no Brasil, mesmo com o fim da pandemia da covid-19, essa ainda é uma realidade de muitas empresas. Nesse interim, para que funcionários e patrões não perdessem o controle do cumprimento da carga horária de trabalho, muitas empresas passaram a utilizar a tecnologia como aliada.

Em Natal, a startup Faceponto é uma referência nacional no segmento de controle de jornada de trabalho e seu software de reconhecimento facial é uma solução que, uma vez incorporada ao dia a dia de qualquer empresa, traz segurança jurídica nas relações trabalhistas, além de facilitar o trabalho do setor de Recursos Humanos.

De acordo com o fundador da Faceponto, Cássio Leandro, o sistema oferecido pela sua empresa é um facilitador para qualquer tipo de relação trabalhista. “O colaborador baixa o nosso aplicativo no seu celular, com uma selfie faz reconhecimento facial e ainda utiliza georreferenciamento como confirmação”, explica. O sistema ainda avisa ao detectar fraude ou quando o registro de ponto não está de acordo com o contrato da empresa.

Com o uso dessa tecnologia, o empresário fica resguardado em caso de questões judiciais e o empregado garante que sua jornada de trabalho será cumprida corretamente, tendo os seus direitos preservados. “Ninguém espera que seja necessária a judicialização de uma questão trabalhista, mas a Faceponto é um ferramenta que oferece segurança para ambos os lados”, acrescenta Cássio.

Foto: Yuri Arcurs/People Images

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Aliada de patrões e empregados, tecnologia garante boa saúde na relação trabalhista Read More »

Sicredi lança máquina de pagamento smart no Ceará

Sicredi lança máquina de pagamento smart no Ceará

Lançamento ocorre de olho na ascensão de PJs e eventos corporativos; Com uso de aplicativos, novo POS também emite notas fiscais e tickets de eventos

O Sicredi – instituição financeira cooperativa com presença em todo o Brasil – anuncia o lançamento da Máquina Smart, uma nova opção dentro do portfólio de produtos e serviços financeiros que disponibiliza. Com o lançamento, os associados terão acesso a um modelo completo de máquina de cartões e contarão com diversas funcionalidades em um único dispositivo.

A Máquina Smart do Sicredi possui recursos como display touch, câmera integrada, pagamento por aproximação (NFC), conexão Wi-Fi e por chip. Além disso, é possível habilitar outras funcionalidades por meio da aquisição de aplicativos homologados que possibilitam, por exemplo, emissão de notas fiscais, tíquetes de eventos, gerenciamento de estoque e leitura de códigos de barras.

Sicredi lanca maquina de pagamento smart no Ceara
Sicredi lança máquina de pagamento smart no Ceará

O uso da máquina smart é especialmente importante para o setor de eventos corporativos, que só em Fortaleza gerou uma receita de R$ 347 milhões em 2022, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Turismo. No Ceará, as possibilidades de geração de investimentos com máquinas do tipo é ainda maior.

“Esse modelo de maquininha, em função da capacidade de operar diversos recursos, possibilita que a gestão seja feita pelo dispositivo, agregando ainda a emissão de notas fiscais notas fiscais de forma rápida e prática. São diferentes recursos desenvolvidos para que os associados escolham aqueles que melhor atendam às necessidades do seu negócio”, diz Felipe Sessin, superintendente de Pessoa Jurídica do Sicredi.

Após contratar o serviço da Máquina Smart do Sicredi, os associados têm a possibilidade de contratar aplicativos através da loja de apps escolhendo conforme necessidade e funcionalidades desejadas. A maquininha tem ampla aceitação com mais de 30 bandeiras, incluindo as principais bandeiras de débito, crédito, voucher, carteiras digitais e pix.

Além disso, há a possibilidade de pronta entrega da máquina Smart nas agências do Sicredi, conforme disponibilidade de cada cooperativa, bem como a garantia de manutenção em suporte remoto por meio da central de atendimento do Sicredi.

O Sicredi superou recentemente a marca de 1 milhão de associados PJ, sendo que 22% são microempreendedores individuais (MEI), 73% micro e pequenas empresas e 5% médias e grandes.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Sicredi lança máquina de pagamento smart no Ceará Read More »

Moradores de condomínios também podem ter direito à instalação gratuita da nova parabólica digital

Moradores de condomínios também podem ter direito à instalação gratuita da nova parabólica digital

Beneficiários de programas sociais do governo federal devem fazer solicitação associada ao equipamento coletivo que atende à sua residência

Famílias beneficiárias de programas sociais do Governo Federal e que moram em condomínios também podem ter direito à instalação gratuita do kit com a nova parabólica digital, que vem sendo realizada em mais de 1.700 cidades de todo o país pela Siga Antenado, entidade criada por determinação da Anatel para operacionalizar a migração das antenas parabólicas tradicionais (Banda C) para as digitais (Banda Ku), em função do início da operação de liberação da tecnologia 5G no Brasil.

Cada unidade residencial de prédios dotados de uma antena parabólica convencional coletiva – aquela em formato de guarda-chuva invertido – possui um ponto de recepção do sinal. Dessa forma, mesmo que haja vizinhos que não tenham direito à instalação, os moradores beneficiários podem solicitá-la. Nesse caso, o novo equipamento individual precisa ser instalado no topo do edifício ou na área externa do apartamento, como na sacada, por exemplo.

Antes de agendar a substituição do equipamento, é importante que os usuários confirmem junto ao síndico do condomínio o tipo de antena instalada no topo do prédio. Antenas do tipo espinha de peixe, por exemplo, não precisam ser substituídas e continuarão funcionando normalmente

Para garantir a instalação da nova parabólica digital sem nenhum problema com o condomínio, as famílias beneficiárias devem obter uma autorização prévia dos condôminos. Segundo o advogado Mário Pegado, especialista em Direito Imobiliário, “a obtenção de autorização prévia do condomínio, por meio do síndico, é obrigatória para o acesso e a instalação de antena parabólica em condomínio, em consonância com as normas estabelecidas no Regulamento Interno, visando assegurar a devida gestão das áreas comuns e o cumprimento das regras vigentes para o uso do espaço condominial”, orienta.

É muito importante que os beneficiários de programas sociais que morem em prédios com uma parabólica antiga instalada e funcionando entrem em contato com a entidade para pedir a substituição do equipamento. Para verificar se tem direito à instalação gratuita do kit com a nova parabólica digital, é preciso acessar o site sigaantenado.com.br ou ligar para 0800 729 2404.

Sobre a Siga Antenado

Siga Antenado é o nome fantasia da EAF (Entidade Administradora da Faixa), criada por determinação da Anatel. É a entidade responsável por apoiar a população durante a migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais (Banda C) para o sinal das parabólicas digitais (Banda Ku). A Siga Antenado é formada pelas operadoras Claro, TIM e Vivo, que foram as vencedoras dos blocos nacionais do leilão do 5G, com as licenças da faixa 3,5 GHz

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Moradores de condomínios também podem ter direito à instalação gratuita da nova parabólica digital Read More »

Elon Musk apresenta a transformação do Twitter para 'X'

Elon Musk apresenta a transformação do Twitter para ‘X’

Bilionário anuncia mudança de nome, inclusão de funções de pagamento e IA para revolucionar a rede social

Elon Musk, juntamente com a nova diretora executiva Linda Yaccarino, surpreendeu o mundo ao anunciar, nesta segunda-feira (24.jul.2023) a completa transformação do Twitter, que agora passa a se chamar ‘X’. Além da mudança de nome, o bilionário também revelou a adição de funções de pagamento online e mensagens, visando dar um passo importante rumo ao desenvolvimento de um super app, com inspiração no famoso chinês WeChat.

Com a ‘X’ potencializada pela inteligência artificial, Linda Yaccarino afirmou que a rede social pretende revolucionar a forma como as pessoas se conectam. “Potencializada com IA, a ‘X’ nos conectará de maneiras que mal começamos a imaginar”, afirmou. Ainda segundo ela, o Twitter, agora ‘X’, sob a liderança de Musk nos últimos oito meses, tem trabalhado arduamente para se reinventar e se preparar para essa segunda chance de oferecer uma experiência completamente nova aos seus usuários.

Foto: Steve Jurvetson/VisualHunt/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Elon Musk apresenta a transformação do Twitter para ‘X’ Read More »

Aplicativo antiestresse, pautado na medicina integrativa, acaba de ser lançado

Aplicativo antiestresse, pautado na medicina integrativa, acaba de ser lançado

Easy Living apresenta trilhas com meditações, vídeos e textos para diminuir a tensão

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 90% da população mundial sofre com o estresse. O autocuidado, que inclui exercícios para a mente e o corpo, tem cada vez mais protagonismo entre as pessoas que buscam melhorar a saúde de modo geral. Com experiência de mais de 20 anos na medicina integrativa e pesquisas sobre o tema, a médica e palestrante Michele Haikal lança o aplicativo Easy Living, uma plataforma antiestresse que une diversas trilhas de conhecimento que buscam aprimorar a autoconsciência, autocuidado e regular as questões emocionais.

Segundo a médica, tudo em nosso organismo é bioquímico e está ligado ao hábito de vida, sendo o cortisol, hormônio produzido pelas glândulas suprarrenais, responsável por controlar o estresse, inflamações, imunidade e pressão arterial, um grande vilão quando não está equilibrado. “O Easy Living é uma ferramenta preventiva, como também um mecanismo para ir em busca da estabilidade do cortisol, visando o bem-estar físico e mental, informa Haikal.

O app, que traz meditação, hipnose, exercícios, terapias familiares, comunicação sem estresse, mensagens motivacionais, entre outros mecanismos que colaboram para diminuir a tensão do dia a dia, é uma ferramenta para ajudar a se centrar em si próprio por meio de exercícios guiados. O Easy Living conta também com bloco de notas, onde o usuário pode manter um diário com anotações sobre sua percepção durante os exercícios propostos. Antes de ser lançado ao mercado, a doutora testou a funcionalidade tecnológica do Easy Living entre seus pacientes e amigos, constatando a eficiência de todas as suas aplicabilidades.

“Estou muito satisfeita com o resultado do meu aplicativo, visto que sou adepta da medicina integrativa e da tecnologia. Juntei o meu conhecimento de anos de estudos, pesquisa e trabalho, unindo o melhor dos dois mundos na tela do celular. Porém quero sempre lembrar que nenhuma ferramenta substitui a consulta com um médico”, finaliza a especialista. O app funciona tanto com o IOS como com Android, tendo como planos: mensal 59,90 reais, semestral por 299,90 reais e anual por 449,90 reais, contando também com conteúdo gratuito.

Sobre Michele Haikal

Médica há 20 anos, é palestrante no Congresso da Associação Brasileira de Medicina Estética e em diversas conferências da área, onde defende a visão integral do paciente, com foco no bem-estar geral, hábitos de vida, autoestima e saúde integral, com rejuvenescimento por inteiro, inclusive na saúde da mente.
É pós-graduada em dermatologia, área em que fez atualização em Harvard e possui mestrado internacional em Doenças Autoimunes do Colágeno, pela Universidade do Porto em Portugal.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Aplicativo antiestresse, pautado na medicina integrativa, acaba de ser lançado Read More »

Shopee anuncia novo centro logístico em Natal

Shopee anuncia novo centro logístico em Natal

Iniciativa tem como objetivo proporcionar maior agilidade nas entregas aos usuários do estado

A Shopee, marketplace que conecta vendedores e consumidores, anunciou a inauguração de um novo centro logístico em Natal, adotando o modelo de última milha. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (13.jul.2023). A iniciativa tem como objetivo proporcionar maior agilidade nas entregas aos usuários do estado.

A abertura faz parte dos esforços da empresa em aprimorar continuamente a experiência dos consumidores e vendedores brasileiros, otimizando os processos desde a coleta dos produtos até a entrega final. Atualmente, o Rio Grande do Norte se destaca como o sexto estado da região Nordeste com maior número de lojistas registrados na plataforma da Shopee.

Shopee investe no Nordeste para oferecer entrega rápida aos consumidores

Com a implementação do novo hub de última milha, a Shopee almeja atender um número cada vez maior de consumidores em diversas regiões do estado, reduzindo o tempo de entrega e a coleta para os vendedores locais. No intuito de expandir suas melhorias, a empresa já inaugurou mais de 16 centros logísticos na região nos últimos meses, ampliando significativamente a capilaridade dos locais atendidos.

Além disso, a Shopee possui dois centros de distribuição, baseados no modelo cross docking, localizados nas regiões metropolitanas de Recife (PE) e Salvador (BA). Nesses locais, as mercadorias coletadas por meio de parceiros logísticos são reorganizadas e direcionadas aos hubs de última milha para entrega ao consumidor final. No total, são 8 unidades desse tipo, com capacidade combinada para atender mais de 1,5 milhão de pacotes diariamente. Essas operações também estão presentes em outros estados, como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Paraná.

Preferências dos consumidores potiguares influenciam o mercado

Ao analisar os hábitos de consumo dos usuários do Rio Grande do Norte, observa-se uma clara preferência pelo uso de cartões de crédito em suas compras, representando 54% das transações, seguido pelo PIX com 42%. Além disso, há uma diversidade de escolhas nos produtos adquiridos. Durante os meses de maio e junho, os itens mais vendidos no estado foram: máquina de cortar cabelo, fone de ouvido bluetooth, relógio inteligente, caixa de som portátil e chinelo nuvem, respectivamente. Esses dados refletem a dinâmica do mercado local e influenciam as estratégias da Shopee ao atender a demanda dos consumidores potiguares.

Foto: Choo Yut Shing/Flickr/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Shopee anuncia novo centro logístico em Natal Read More »

Rede 5G completa um ano com mais de 10 milhões de usuários

Rede 5G completa um ano com mais de 10 milhões de usuários

Disponibilidade supera metas fixadas pela Anatel

Em rápida expansão, a rede 5G completa um ano de operação no Brasil nesta quinta-feira (6) com disponibilidade superior às metas fixadas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A tecnologia supera os 10 milhões de usuários e atende a mais de 150 cidades.

Segundo levantamento da Conexis Brasil Digital, entidade que reúne as empresas de telecomunicações e conectividade, o 5G atingiu a marca de 10 milhões de usuários 11 meses após o lançamento, enquanto a rede 4G alcançou o mesmo número em 26 meses.

Em relação aos locais atendidos, as operadoras já instalaram o sinal 5G em todas as capitais, todas as cidades com mais de 500 mil habitantes e em metade das cidades com mais de 200 mil habitantes, segundo a Conexis Brasil Digital. Os números estão bastante superiores às metas estabelecidas pela Anatel.

O edital da agência reguladora para o leilão 5G obrigava a instalação da tecnologia em todas as capitais até setembro do ano passado com cerca de uma antena para cada 100 mil habitantes. As etapas seguintes são a oferta em todas as cidades acima de 500 mil habitantes até julho de 2025 e em todas as localidades com mais de 200 mil habitantes até julho de 2026.

Desafios

Segundo a Conexis Brasil Digital, um dos motivos para a rápida expansão da rede 5G foi o fato de o leilão privilegiar os investimentos na instalação e expansão da tecnologia, em vez de concentrar-se apenas em quem pagaria o maior valor. Apesar da rápida expansão, a entidade cita desafios, como legislações municipais desatualizadas que atrasam ou impedem a instalação de mais antenas.

Conforme levantamento do projeto Conecte 5G, criados pelas prestadoras associadas à Conexis, das 155 cidades com mais de 200 mil habitantes – incluindo as capitais – metade delas, 77, tem leis desfavoráveis ou não tem legislação específica para a instalação de antenas; 54 dessas cidades têm leis de antenas favoráveis para a expansão do 5G; e 24 têm legislação específica, mas que ainda demandam ajustes para ter mais aderência à Lei Geral de Antenas.

A tecnologia 5G tem uma vantagem em relação às redes anteriores, ao exigir a utilização de antenas pequenas, que dispensam torres e podem ser instaladas na fachada de prédios e até em postes e semáforos, sem interferir na paisagem urbana. No entanto, por ter frequência mais alta e comprimento de onda menor, a rede exige a instalação de mais antenas que os outros tipos de sinais.

De acordo com o projeto Conecte 5G, o avanço do 5G que vai exigir de cinco a dez vezes mais antenas que o 4G. As operadoras pedem regras mais claras e licenciamentos mais ágeis para manter a velocidade de expansão da tecnologia.

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Rede 5G completa um ano com mais de 10 milhões de usuários Read More »

Michel Temer é contratado pelo Google para pressionar o Congresso em prol dos interesses da empresa

Michel Temer é contratado pelo Google para pressionar o Congresso em prol dos interesses da empresa

Ex-presidente deverá utilizar sua habilidade negociadora para aproximar executivos do Google dos parlamentares

O Google contratou o ex-presidente Michel Temer (MDB) com o objetivo de reforçar sua influência no Congresso Nacional em defesa dos interesses da empresa. As informações foram divulgadas nesse sábado (1°.jul.2023) pelo Estadão.

Em parceria com a Meta, controladora do Facebook, WhatsApp e Instagram, o Google liderou uma operação de lobby e ameaça entre abril e maio deste ano, visando retirar o Projeto de Lei 2.630, conhecido como PL das Fake News, da pauta legislativa, como revelado pelo Estadão.

Conhecido por sua habilidade em transitar entre diferentes espectros políticos, Temer foi escolhido pelo Google para “construir pontes”. Com sua discrição e perfil negociador, características desenvolvidas ao longo de sua trajetória na Câmara dos Deputados, o ex-presidente atuará como intermediário entre os executivos da empresa e os deputados e senadores.

De acordo com a matéria, Temer não exercerá a função de advogado ou representante direto da empresa. Seu papel será aproximar os parlamentares envolvidos em projetos de lei, como o já mencionado PL das Fake News, dos executivos do Google, proporcionando um espaço para o diálogo e a troca de ideias.

Foto: Marcos Corrêa/PR

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Michel Temer é contratado pelo Google para pressionar o Congresso em prol dos interesses da empresa Read More »

Usuários do Twitter passam a ter limite de leitura diário

Usuários do Twitter passam a ter limite de leitura diário

Elon Musk, dono da rede, disse que ação quer evitar extração de dados

Os usuários do Twitter passaram a ter um limite diário de leitura. O anúncio foi feito neste sábado (1º) pelo dono da rede social, Elon Musk. Segundo ele, a medida é temporária e foi tomada “para lidar com níveis extremos de extração de dados e manipulação do sistema”, comunicou em post no próprio Twitter.

As contas verificadas, que são aquelas com selo azul, passaram a ter um limite de leitura de 6 mil publicações por dia. Já aquelas não verificadas, passam a ter o limite de 600 posts por dia. As novas contas não verificadas têm um limite ainda menor, 300 publicações por dia.

Duas horas depois de fazer a publicação, Musk anunciou que os limites irão aumentar “em breve”. As contas verificadas poderão acessar até 8 mil publicações por dia, as não verificadas 800 e as novas não verificadas, 400.

As mudanças ficaram entre os assuntos mais comentados nesta tarde na rede social. Muitos usuários reclamaram da mudança e disseram que terão que buscar outras redes. Muitos postaram que atingiram o limite e receberam uma mensagem que não poderiam mais acessar as publicações.

Foto: Brett Jordan/Pexels

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Usuários do Twitter passam a ter limite de leitura diário Read More »

Siga Antenado alerta população do RN sobre possíveis interferências no sinal de quem usa parabólica tradicional

Siga Antenado alerta população do RN sobre possíveis interferências no sinal de quem usa parabólica tradicional

Problema pode ocorrer assim que o 5G for ativado em 34 cidades da região que já têm autorização para implantar a tecnologia. Quem utiliza parabólica convencional deverá trocar pelo modelo digital

A chegada do 5G está avançando em todo o país. No Rio Grande do Norte, prestadoras de internet de 34 municípios podem solicitar a ativação da tecnologia ultrarrápida. Em todo o país, a instalação de infraestrutura para o 5G já foi autorizada em 1.610 municípios que correspondem a 66,4% da população do Brasil.

Com a liberação do sinal, aumenta o senso de urgência para a troca das parabólicas tradicionais pelas novas parabólicas digitais.A troca se faz necessária, pois a população que utiliza a parabólica tradicional para receber sinal de TV aberta poderá enfrentar interferências, como chuviscos, chiados, imagem travada ou até interrupção do sinal. Isso acontece porque o 5G opera na mesma frequência da parabólica tradicional, a Banda C. Já o equipamento digital opera em outra faixa, a Banda Ku.

Famílias de baixa renda têm direito à substituição gratuita

Famílias de menor renda inscritas em Programas Sociais do Governo Federal e que já tenham a antena parabólica tradicional em pleno funcionamento têm direito à instalação gratuita do equipamento digital. Para saber se você tem direito, basta acessar o site sigaantenado.com.br ou ligar para 0800 729 2404, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, e aos sábados, das 8h às 16h, com o CPF ou NIS em mãos.

No Rio Grande do Norte, mais de 71,2 mil famílias têm direito a troca gratuita dos equipamentos. A substituição é realizada pela Siga Antenado, Entidade Administradora da Faixa criada por determinação da Anatel, responsável por apoiar a população durante a migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais (banda C) para o sinal das parabólicas digitais (banda Ku). A Siga Antenado é formada pelas operadoras Claro, TIM e Vivo, que foram as vencedoras dos blocos nacionais do leilão do 5G, com as licenças da faixa 3,5 GHz.

Veja a lista das cidades com autorizações no Rio Grande do Norte:

  • Natal
  • Baía Formosa
  • Brejinho
  • Lagoa de Pedras
  • Lagoa Salgada
  • Poço Branco
  • Pureza
  • Rio do Fogo
  • Senador Georgino Avelino
  • Taipu
  • Tibau do Sul
  • Vila Flor
  • Areia Branca
  • Arês
  • Baraúna
  • Bom Jesus
  • Ceará-Mirim
  • Extremoz
  • Goianinha
  • Grossos
  • Ielmo Marinho
  • Macaíba
  • Maxaranguape
  • Monte Alegre
  • Mossoró
  • Nísia Floresta
  • Parnamirim
  • São Gonçalo do Amarante
  • São José de Mipibu
  • São Miguel do Gostoso
  • Serra do Mel
  • Tibau
  • Vera Cruz

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Siga Antenado alerta população do RN sobre possíveis interferências no sinal de quem usa parabólica tradicional Read More »

Startup potiguar sai na frente em seleção nacional de empreendedorismo

Startup potiguar sai na frente em seleção nacional de empreendedorismo

A startup Faceponto é uma das seis empresas potiguares selecionadas para a final nacional do Sebrae Like a Boss 2023, a ser realizada entre os dias 04 e 05 de agosto, em Florianópolis

A startup potiguar Faceponto fará parte de um seleto grupo na final nacional do Sebrae Like a Boss 2023. Durante a Startup Summit, em Florianópolis, as empresas selecionadas terão a oportunidade de concorrer ao programa do Sebrae que dá suporte às startups, envolvendo qualificação gerencial e aproximação com investidores.

Diferente das demais, que passaram pela seleção estadual, a empresa de gerenciamento de ponto eletrônico se destacou na seleção nacional realizada no maior evento de construção civil da América Latina (Feicon), sendo convidada a participar da final do Sebrae Like a Boss. Com isso, o RN terá 1 representante a mais nesta etapa, que se somará aos 5 que passaram pela seletiva regional.

Para o gestor de expansão da Faceponto, Raphael Torres, é sempre uma alegria representar o RN em eventos desse porte, ainda mais após conseguir a vaga na final de forma automática em um evento extremamente concorrido em São Paulo.

“É algo a ser exaltado, uma vez que não precisamos participar da seletiva estadual, já que viemos de uma seleção árdua e extremamente concorrida, e que nos oportunizou trazer mais uma vaga para o RN”, finaliza Raphael.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Startup potiguar sai na frente em seleção nacional de empreendedorismo Read More »

Recursos do Google vão facilitar acesso a benefícios sociais e vacinas

Recursos do Google vão facilitar acesso a benefícios sociais e vacinas

Empresa também tem projetos para alertas climáticos

O usuário que fizer buscas sobre benefícios sociais como o Bolsa Família e o seguro-desemprego encontrará no topo dos resultados da busca do Google um painel com links para conteúdos oficiais do governo federal. A iniciativa, anunciada durante o evento Google for Brasil, nesta terça-feira (27), em São Paulo, tem o apoio do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI).

Com objetivo de facilitar o acesso a informações confiáveis sobre os benefícios, o recurso está entrando no ar aos poucos e deve aparecer para os usuários nos próximos dias, informou o Google.

Dados do Google Trends mostram que as buscas pela plataforma GOV.BR aumentaram 90% no Brasil em cinco anos. Já as buscas por Bolsa Família, incluindo o Auxílio Brasil, teve alta de mais de 250% no mesmo período. As perguntas mais buscadas pelo tema são Quem tem direito ao Bolsa Família?, Como se cadastrar? e Como saber se fui aprovado?

“Além desses serviços, já temos mais de 4.200 serviços digitais na plataforma GOV.BR, como obter o passe livre, solicitar aposentadoria, obter financiamento do Fies e muitos outros. Destacam-se ainda as ferramentas de Prova de Vida Digital e a Assinatura GOV.BR, que podem ser utilizados pelos usuários na solicitação de serviços. Essa parceria com o Google vai ajudar a dar mais segurança para os cidadãos que buscam informações sobre os serviços ofertados pelo governo federal”, disse, em nota, Rogério Mascarenhas, secretário de Governo Digital do MGI.

A busca e o Google Maps vão dar ainda informações atualizadas sobre 39 mil postos de vacinação e unidades básicas de Saúde (UBS). Ao buscar no Google por Postos de saúde perto de mim, Vacina perto de mim, Pontos de Vacinação ou Onde posso me vacinar?, a plataforma exibirá os postos mais próximos de quem está procurando. Quando o usuário clicar em uma das unidades, terá acesso a dados sobre localização, telefone, site e horários de funcionamento.

Alertas climáticos

Entre as iniciativas anunciadas nesta terça-feira, estão também parcerias com autoridades e pesquisadores para o monitoramento e a previsão de problemas climáticos.

O Google vai usar inteligência artificial para ajudar a detectar incêndios e inundações ribeirinhas. O alerta de inundações ribeirinhas, para detectar as cheias de rios, foi lançado em novembro do ano passado e agora terá expansão, atingindo 80 localidades.

A novidade anunciada no evento desta terça-feira é que os alertas para enchentes em regiões ribeirinhas serão enviados por notificações no celular.

De acordo com a empresa, usuários do sistema Android que estiverem com suas notificações ligadas e localizados próximos das regiões impactadas por inundações ribeirinhas começarão a receber alertas em tempo real e previsão no celular. Antes, o alerta estava apenas disponível na busca e no Maps. Essa é uma atualização do Sistema de Alerta de Previsão de Inundações, que usa IA e dados do Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM).

Além de distribuir alertas, o recurso oferece informação sobre o nível das águas dos rios e previsões de cheias, que podem ajudar a população ribeirinha a se proteger com até sete dias de antecedência. “De novembro a abril, o sistema emitiu 58 alertas de enchentes em tempo real em todo o país, em seis estados brasileiros, impactando 4,4 milhões de pessoas que moram nas regiões afetadas”, informou a empresa.

Em abril, o Google já havia anunciado colaboração com o Instituto Nacional de Pesquisa e Espaciais (Inpe), que faz monitoramento de incêndios e desmatamento, para testar uma tecnologia que combina dados de imagens de satélite com IA para fazer a detecção de incêndios em estágio inicial. Os alertas já começaram a ser emitidos em caráter de teste para o Inpe, informou a plataforma.

A empresa anunciou também parceria com o Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e apoio da Prefeitura do Rio de Janeiro para ajudar a criar modelos de IA capazes de prever, com mais precisão e em curto prazo, a hora exata de uma chuva ou tempestade, para a cidade do Rio de Janeiro.

“Esses são só alguns exemplos do potencial da inteligência artificial do Google para trazer impacto social e contribuir com o trabalho das autoridades locais na previsão de enchentes e outras tragédias naturais. E o mais importante, possibilitar às populações afetadas mais acesso a informações confiáveis para mantê-las seguras em momentos críticos”, disse o diretor do Google Brasil, Fábio Coelho.

Endereços

O Google anunciou também parceria com a ONG Gerando Falcões e a logtech naPorta (startup de logística) para mapear e criar endereços digitais em 20 comunidades brasileiras até o final de 2023, começando pelas favelas Cidade de Deus, em Ferraz de Vasconcelos, e Tubulação, em Poá, ambas na Grande São Paulo. Os endereços serão gerados por meio do Plus Codes, códigos curtos semelhantes a códigos postais, uma tecnologia aberta, gratuita e integrada ao Google Maps.

O objetivo do projeto é facilitar o acesso dos moradores, empresas e pequenos estabelecimentos das regiões a serviços e recursos como o atendimento de saúde emergencial e o recebimento de correspondências e mercadorias. A previsão é que a iniciativa atinja 40 mil pessoas, com 10 mil endereços criados até o final do ano que vem.

O processo de coleta de dados em campo, a confecção e fixação de placas com os novos endereços e a entrega de encomendas aos moradores ficam a cargo da naPorta. A Gerando Falcões tem papel na conscientização das comunidades sobre a tecnologia, além de promover o engajamento dos moradores no uso da ferramenta.

“O endereço digital é tão importante quanto um documento de identidade. Se a pessoa não tem endereço, é como se ela não tivesse também identidade. Porque sem o endereço, ela não tem acesso a recursos como fazer uma encomenda da sua casa ou potencializar o seu negócio local, abrir um CNPJ, ela não consegue botar no currículo onde ela mora, então a falta de CEP e de endereço é falta de dignidade e de acesso e de oportunidade para que a favela e o favelado consigam alavancar e emergir”, disse Lemaestro, cofundador da Gerando Falcões.

No ano passado, o projeto ocorreu em Paraisópolis, onde gerou 14 mil emplacamentos impactando 50 mil residentes, e o emplacamento de 100% das residências da Favela dos Sonhos e Itaprata, ambas em Ferraz de Vasconcelos, totalizando em 68 rotas criadas e 390 endereços mapeados.

“De acordo com os dados da pesquisa elaborados pelo Data Favela, existem cerca de 17,9 milhões de pessoas vivendo em favelas e em periferias no Brasil. Em compras, isso tem o potencial de gerar R$ 220 bilhões. Porém, o mesmo levantamento, com o apoio do Instituto Locomotiva e da Central Única das Favelas (Cufa), aponta que 70% dessa população deixou de adquirir algum item ou de continuar nas buscas de compras por não ter como recebê-los em casa, mesmo com acesso à internet”, divulgou o Google.

Lemaestro acrescentou que o projeto ajuda na inserção dessas pessoas na economia, alavanca a economia local e muda a trajetória das famílias. “Pensa no pequeno empreendedor que tem um salão de cabeleireiro, que tem a quitandinha da esquina, que é um baita empreendedor, é um baita talento, mas ele não tem algumas ferramentas para fazer com que aquele negócio dele possa ser maior ou possa ter mais sustentabilidade”, disse.

Foto: Pixabay/Pexels

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Recursos do Google vão facilitar acesso a benefícios sociais e vacinas Read More »

Gestão de Branding é essencial para negócios do RN crescer

Gestão de Branding é essencial para negócios do RN crescer

Empresário e Estrategista Digital José Patrício fala da importância de marcas e profissionais liberais se posicionarem de forma assertiva nas mídias sociais.

No mundo atual, a presença digital se tornou essencial para o crescimento e o sucesso das empresas. No RN, existe a necessidade das empresas se destacarem em um mercado cada vez mais competitivo. Sabendo disso, o estrategista digital José Patrício fornece algumas dicas para o sucesso de empresas de pequeno a grande porte, principalmente na parte de gestão de branding.

A gestão de branding envolve diversas atividades, tais como o desenvolvimento da identidade visual da marca (logotipo, cores, tipografia), a definição dos valores e propósito da empresa, a criação de uma personalidade para a marca, a definição do tom de voz utilizado na comunicação, a criação de uma experiência consistente para os consumidores, entre outros aspectos.

“A finalidade é estabelecer uma conexão emocional e significativa entre a marca e seu público-alvo, de forma a criar uma percepção positiva, diferenciada e valorizada da empresa e de seus produtos ou serviços. Resultando em um maior reconhecimento da marca, fidelização de clientes, diferenciação no mercado e aumento do valor percebido pelos consumidores. Inclusive, na internet”, aconselhou.

Marca também precisa estar alinhada nas redes sociais

“Parece óbvio, mas ainda algumas empresas não têm o zelo necessário a esta questão, que é a criação de perfis nas redes sociais onde o público-alvo participa mais. Não adianta uma empresa criar o Instagram se todos os seus usuários estiverem no Facebook, por exemplo. Ou criar um post totalmente diferente das características estabelecidas numa gestão de marca”, afirmou José Patrício.

De acordo com o estrategista digital, as redes sociais são excelentes maneiras de interagir com o público e aumentar a visibilidade da empresa. Além disso, “vai identificar quais plataformas estão em relevância para o seu negócio e criar perfis comerciais”. Sem contar que é bom publicar um conteúdo interessante regularmente, respondendo aos comentários e mensagens dos usuários.

As estratégias citadas, José Patrício aborda em sua mentoria e consultoria, o qual faz na Agência Seja Create, sendo sócio proprietário. São mais de 50 clientes atendidos no mundo todo, que trouxeram alto impacto na presença digital.

A agência foi criada em 2021, tendo como sócios-fundadores, José Patrício e Ruth Medeiros. A sede funciona no Shopping Seaway, na Avenida Engenheiro Roberto Freire, e conta com uma equipe especializada para oferecer os serviços de: consultoria, mentoria, gestão de redes sociais, assessoria de imprensa, web designer, entre outros.

Para saber mais sobre José Patrício:

Instagram: @josepatriciosn

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Gestão de Branding é essencial para negócios do RN crescer Read More »

Google e Meta lideraram pressão para derrubar o PL das Fake News

Google e Meta lideraram pressão para derrubar o PL das Fake News

As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (26) pelo Estadão

O Google e a Meta, controladora do Facebook, Whatsapp e Instagram, atuaram intensamente para pressionar os deputados a retirar o Projeto de Lei 2630, conhecido como PL das Fake News, da pauta do Congresso brasileiro. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (26.jun.2023) pelo Estadão.

Segundo o jornal, em apenas 14 dias, as empresas fizeram lobby e ameaçaram retirar conteúdo das redes sociais, além de lançar uma campanha de ataques às contas dos deputados na internet.

Um monitoramento do Estadão revelou que a pressão das empresas levou pelo menos 33 deputados a mudarem de posição entre a aprovação do requerimento de urgência, em 19 de abril, e a retirada de pauta, em 2 de maio.

Ainda de acordo com o jornal, um site foi criado nos Estados Unidos para mostrar o voto de cada parlamentar, incentivando os internautas a enviar mensagens para aqueles que apoiavam ou ainda não se posicionavam claramente contra o projeto.

A atuação do Google gerou investigação pela Polícia Federal (PF). O diretor de Relações Governamentais e Políticas Públicas da empresa, Marcelo Oliveira Lacerda, admitiu ter gastado R$ 2 milhões na campanha contra o projeto. Lacerda alegou que inicialmente o objetivo era apenas expor a discussão, mas a atuação da empresa foi além disso.

Durante os últimos dois meses, o Estadão mapeou a influência das grandes empresas de tecnologia para interferir nas discussões do Congresso brasileiro, a ponto de retirar o assunto da pauta. A mobilização começou em 19 de abril, quando o projeto foi chamado de “PL da Censura”.

As empresas estrangeiras realizaram uma operação tanto online quanto offline, com lobistas nos gabinetes dos deputados e campanhas abertas nas redes sociais contra o projeto, dando voz aos internautas para pressionar os parlamentares a favor ou indecisos.

Por meio de nota, o Google disse que defende o debate sobre medidas que possam combater a desinformação, e afirmou que “o exercício das relações governamentais está baseado na liberdade de expressão e de associação”.

Já a Meta afirmou que mantém contatos frequentes com parlamentares e integrantes do governo. “Nossos times se reúnem regularmente com parlamentares, representantes do governo e do Judiciário, sociedade civil e acadêmicos no Brasil e no mundo. Acreditamos que esse diálogo contínuo é importante para construção de regulações claras e consistentes para todos”, declarou ao jornal.

Foto: Geri Tech/Pexels

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Google e Meta lideraram pressão para derrubar o PL das Fake News Read More »

Storytelling é a tendência no marketing em empresas do RN

Storytelling é a tendência no marketing em empresas do RN

A empresária Ruth Medeiros contou que quanto mais natural o diálogo entre a marca com os consumidores, maior será a fidelização com os clientes

Cada vez mais as empresas buscam uma conexão com o cliente, onde todo o passo para a divulgação do produto tem que ser planejado do início ao fim. Então, vem o conceito de Storytelling, onde os especialistas criam estratégias de marketing por meio da criação de conteúdo de forma autêntica e espontânea.

“Uma dos maiores exemplos no mercado brasileiro é a Bianca Andrade, a Boca Rosa, que há 12 anos está no mercado com novas estratégias. Tudo isso se deu graças ao storytelling, onde desenvolve toda uma história nas redes sociais até o dia do lançamento de uma coleção da sua linha de maquiagem: Boca Rosa Beauty”, disse a empresária e mercadológa Ruth Medeiros, que faz sucesso no meio empresarial com cobertura de stories e conteúdo.

Integrante da CDL Jovem Natal e Sócia Proprietária da Agência Seja Create, Ruth Medeiros se influencia no trabalho não só de Bianca, mas também de outras influenciadoreas digitais e outras personalidades da mídia que se destacam no Brasil e mundo.

“Não existe uma fórmula pronta. Cada empresa precisa entender qual público-alvo pretende atingir, para depois montar uma estratégia, criar uma persona e, por fim, desenvolver todo um enredo para que possa divulgar o produto e contar ao seu público aos poucos. O resultado é gerar um buzz e engajamento”, explicou.

De acordo com a empresária, as empresas do Rio Grande do Norte estão entendendo mais da importância do Marketing de Conteúdo. “Antes, a tendência dos empresários era por meio da venda direta, onde acreditava-se que tinha que valorizar apenas a divulgação via carro de som, televisão ou rádio. Entretanto, hoje podemos utilizar essas mídias mais a internet para alcançar mais pessoas e fazer com que elas se interessem pelas novidades, mesmo passando um tempo sem comprar”, comentou.

A criatividade e a interação nas mídias tem aumentado de forma significativa. E uma coisa é certa: pessoas se conectam com pessoas.

Ruth Medeiros também explicou que na agência, os serviços ofertados focam muito na dinamização de conteúdo nos perfis que a agência gerência.

Em 2023, Ruth está focada em Storytelling, que sem dúvidas, é uma das principais ferramentas da criação de conteúdo atual. Contar uma história com criatividade prende a audiência e cria uma comunidade.

Para conhecer mais Ruth Medeiros, acesse: https://instagram.com/ruthmedeiros_

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Storytelling é a tendência no marketing em empresas do RN Read More »

Tendências em recrutamento e seleção: a Inteligência Artificial e as novas abordagens

Tendências em recrutamento e seleção: a Inteligência Artificial e as novas abordagens

Segundo estudo, 55% das empresas aumentaram seus investimentos em automação para recrutamento no último ano

O tempo das pilhas de currículos impressos e longas entrevistas presenciais está próximo do fim. O processo de recrutamento e seleção de talentos tem passado por transformações significativas com o avanço da tecnologia. À medida que entramos na era digital, as empresas estão adotando novas abordagens, utilizando tecnologias avançadas e ferramentas digitais para aprimorar a eficiência e a qualidade desses processos.

A atualidade exige que os profissionais de Recursos Humanos estejam familiarizados com a inteligência artificial (IA) e as plataformas online envolvidas no processo seletivo. Embora a IA não substitua os seres humanos na tomada de decisões de contratação, ela desempenha um papel fundamental na execução de tarefas operacionais que anteriormente consumiam grande parte do tempo dos recrutadores.

Um estudo recente da Predictive Hire, uma empresa global de tecnologia para recrutamento, revelou que 55% das empresas aumentaram seus investimentos em automação nas seleções de pessoal em 2022. Essa tendência é impulsionada pela preferência dos candidatos em buscar vagas pela internet, além do desejo das empresas em agilizar e tornar os processos mais transparentes, reduzindo o tempo gasto em tarefas operacionais.

Segundo Ana Medeiros, sócia do Conexão.CX, empresa integrante do Hub Rui Cadete, nos últimos anos, diversas mudanças ocorreram nas práticas de recrutamento e seleção, impulsionadas pelo uso crescente da tecnologia. “Ferramentas como automação de triagem, entrevistas por vídeo, análise de dados, testes online e gamificação têm otimizado as etapas do processo, encurtando distâncias geográficas e permitindo a identificação dos melhores perfis para as vagas disponíveis”, analisa a gestora de Recursos Humanos.

Além da agilidade no preenchimento de vagas e da possibilidade de atrair candidatos de diferentes partes do mundo, elas têm acesso a um histórico centralizado de todas as suas seleções, contendo informações sobre vagas, candidatos e dados de people analytics.

“Apesar dos avanços tecnológicos, é importante ressaltar que a Inteligência Artificial e outras tecnologias não substituem a abordagem humana. O contato e a conexão entre os profissionais de RH e os candidatos são fundamentais para garantir processos justos, inclusivos e eficazes. A tecnologia é uma ferramenta poderosa, mas o aspecto humano continua sendo essencial para uma seleção bem-sucedida”, frisa.

Empresas e candidatos precisam se adaptar aos novos processos

À medida que a tecnologia continua a evoluir, espera-se que o recrutamento e seleção de talentos sigam se transformando. As empresas que se adaptarem e aproveitarem as novas ferramentas e abordagens estarão em uma posição privilegiada para atrair e reter os melhores profissionais em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo.

Os candidatos, por sua vez, também devem se adaptar a esses processos seletivos cada vez mais virtualizados. “É crucial estarem familiarizados com as plataformas de recrutamento e seleção, demonstrem desenvoltura no uso da tecnologia e busquem um ambiente tranquilo para as entrevistas. Além disso, características como pontualidade, iniciativa, carisma, entusiasmo pela vaga, colaboração e boa comunicação continuam sendo valorizadas, mesmo em um contexto online”, explica Ana Medeiros.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Tendências em recrutamento e seleção: a Inteligência Artificial e as novas abordagens Read More »

Carros elétricos são prioridade para transição energética

Carros elétricos são prioridade para transição energética

Governo quer tornar país grande centro produtor de baterias de lítio

O desenvolvimento de uma indústria voltada à produção de carros elétricos é uma das prioridades do governo federal. Para viabilizar a fabricação e a comercialização desse tipo de veículo, as autoridades do setor pretendem fazer do país um grande centro produtor de baterias de lítio.

A afirmação foi feita na quarta-feira (14) pelo ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, durante a abertura do evento Anfavea: Conduzindo o Futuro da Eletrificação no Brasil, promovido pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, em Brasília.

Um dos componentes mais caros dos veículos automotivos elétricos é a bateria, que pode ser de lítio, substância bastante encontrada em território nacional.

“Temos desenvolvido a cadeia de produção do lítio, fundamental para a eletrificação da frota. Tornaremos o nosso país um hub para a produção de baterias, com geração de emprego e renda para nossa população, como no Vale do Jequitinhonha [MG]”, disse Alexandre Silveira ao citar a mobilidade elétrica como uma das principais frentes para descarbonizar os transportes.

Vantagem competitiva

Segundo ele, o país já domina a tecnologia voltada à produção desse tipo de bateria, mas precisa agora garantir escala para se tornar mais competitivo, tornando esta uma “realidade acessível” à população. “Mas quero ressaltar: faremos tudo isso sem esquecer dos biocombustíveis”, acrescentou.

Silveira reiterou que o Brasil tem “compromisso claro” com a transição energética e com a redução do carbono na matriz de transportes, além de se destacar por 88% de sua matriz elétrica ser de fontes limpas.

“Temos uma vantagem competitiva grande nesse setor, que já é responsável pela descarbonização de parte significativa da nossa matriz de transportes leve, com o etanol. Mas queremos mais. Queremos mais tecnologia nos nossos biocombustíveis; mais eficiência; mais produtividade no campo; mais sustentabilidade da cadeia. Tudo isso vai garantir geração de emprego e renda, menor preço ao consumidor e diminuição da pegada de carbono”, argumentou.

PL dos Combustíveis do Futuro

De acordo com o ministro, todas essas questões foram levadas em conta para a formulação do chamado PL dos Combustíveis do Futuro que, segundo ele, está em fase final de aprimoramento pela Casa Civil após larga discussão com diversos atores do segmento produtivo da indústria automotiva.

“Com isso, vamos destravar também novas possibilidades para os setores de aviação e de transporte terrestre”, complementou, ao lembrar da importância do setor automotivo para a economia, por meio de cadeias produtivas vinculadas, gerando ainda mais emprego e renda no país.

As ações que estão sendo desenvolvidas pelo governo federal, segundo ele, permitirá ao Brasil ser “protagonista” no crescimento de uma economia verde.

“Estamos também trabalhando em políticas que viabilizem o desenvolvimento da cadeia produtiva dos minerais estratégicos e necessários para os veículos elétricos, investindo em pesquisa mineral no desenvolvimento dos elos da cadeia produtiva”, complementou.

Durante o evento Conduzindo o Futuro da Eletrificação no Brasil, autoridades e empresários participam de diversos painéis sobre experiências internacionais voltadas a mobilidade elétrica veicular; produção local de veículos elétricos e baterias; cadeia de fornecimento de peças; componentes e tecnologia; infraestrutura de geração, transmissão e distribuição de energia; e novas tecnologias e materiais usados na eletrificação.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Carros elétricos são prioridade para transição energética Read More »

Empresa de Elon Musk recebe autorização para testar chips cerebrais em humanos

Empresa de Elon Musk recebe autorização para testar chips cerebrais em humanos

Atualmente, a Neuralink é alvo de investigação por possíveis violações da Lei de Bem-Estar Animal norte-americana

A Neuralink, startup de neurotecnologia cofundada por Elon Musk, recebeu autorização da Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) para realizar estudos clínicos usando implantes cerebrais em humanos.

A empresa está desenvolvendo um implante cerebral chamado “Link”, que visa ajudar pacientes com paralisia severa a controlar tecnologias externas usando apenas sinais neurais.

A extensão do estudo aprovado ainda não é conhecida e o recrutamento de pacientes para o ensaio ainda não está aberto. A ideia será tratar doenças graves consideradas sem cura.

Atualmente, a Neuralink é alvo de investigação por possíveis violações da Lei de Bem-Estar Animal norte-americana.

Foto: Steve Jurvetson/VisualHunt

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Empresa de Elon Musk recebe autorização para testar chips cerebrais em humanos Read More »

Brasil quer ser referência em saúde digital

Brasil quer ser referência em saúde digital

País quer servir de inspiração e modelo para outros países da região

A Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) e o Ministério da Saúde iniciaram esta semana, em Washington, nos Estados Unidos, a segunda etapa de um projeto de cooperação técnica envolvendo a recém-criada Secretaria de Informação e Saúde Digital. Encabeçada por Ana Estela Haddad, a pasta é responsável por formular políticas públicas orientadoras para a gestão da saúde digital.

Desde janeiro deste ano, a secretaria tem como competência apoiar gestores, trabalhadores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) no planejamento, no uso e na incorporação de produtos e serviços de tecnologia da informação e comunicação – incluindo a chamada telessaúde, o desenvolvimento de softwares, a integração e a proteção de dados e a disseminação de informações.

De Washington, Ana Estela Haddad conversou com a Agência Brasil sobre a cooperação técnica com a Opas e revelou que o país pode se tornar uma espécie de centro colaborador em saúde digital diante do que chamou de experiência pioneira nas Américas.

Na entrevista, ela falou ainda sobre indicadores digitais de saúde, Conecte-SUS e os desafios para digitalizar o sistema de saúde em um país com as dimensões do Brasil.

Saiba os principais trechos da entrevista:

Agência Brasil: Qual a importância desse projeto de cooperação com a Opas, que entra na segunda etapa esta semana?

Ana Estela Haddad: A Opas é um parceiro importante, é o braço para as Américas da Organização Mundial da Saúde, que estabelece uma certa articulação global, com diretrizes e princípios para todos os seus estados-membros. A gente está fazendo um mergulho em todos os principais produtos e projetos que a Opas tem hoje em andamento que podem ter uma interface com a saúde digital. Tudo isso vai nos dar a oportunidade de ampliar e aproveitar ao máximo o escopo desse termo de cooperação. E essa cooperação é interessante para a gente, mas é interessante também para a Opas. Eles estão nos convidando para nos tornarmos um centro colaborador em saúde digital porque a experiência do Brasil é pioneira na região das Américas. Eles entendem que, juntos, podemos aprender com essa experiência que pode, depois, servir de inspiração e modelo para outros países da região.

Agência Brasil: Por que construir indicadores para medir a saúde digital dos municípios?

Ana Estela Haddad: Quando a gente fala em construir indicadores, a gente não está falando de indicadores só para saúde digital. Porque o escopo da nossa secretaria é produzir e disseminar informações estratégicas em saúde de caráter geral e, certamente, isso começa pelas políticas prioritárias do ministério, como a atenção primária, a atenção especializada, a saúde da mulher, a saúde indígena, a vigilância. São áreas que a gente trabalha em parceria com as secretarias do ministério, estabelecendo quais indicadores de monitoramento dessas políticas a gente vai acompanhar.

Agência Brasil: Qual o papel da nova secretaria no atual contexto do Brasil?

Ana Estela Haddad: A secretaria tem dois papéis principais: um papel meio e um papel fim. O papel meio é apoiar os três entes federados – o ministério, mas também estados e municípios e toda a composição do Sistema Único de Saúde – para avançar no processo de transformação digital em geral. Claro que a gente tem situações muito diversas. Há estados mais adiantados, mais atrasados. E há especificidades nesse processo de transformação digital. Cabe a nós estabelecer algumas normas e diretrizes a serem seguidas por todos, aquilo que caracteriza as melhores práticas e oferecer cooperação técnica e recursos para que, de forma compartilhada, a gente possa avançar na transformação digital.

Estamos desenvolvendo um projeto para universalizar, por exemplo, a conectividade nas unidades básicas de saúde. são 48 mil unidades e a gente tem um pequeno número, 1,3 mil ou 1,5 mil, que ainda precisa ter conectividade ou melhorar sua conectividade para poder efetivamente entrar num círculo virtuoso de transformação digital, que é o primeiro passo.

Agência Brasil: As tecnologias digitais podem impactar positivamente a saúde?

Ana Estela Haddad: Com certeza, só que isso não é um processo automático. Não basta decidir usar as tecnologias para que esse impacto seja positivo. Por isso a gente está construindo esse percurso. Primeiro, identificar os nossos críticos e pensar num desenho para essas tecnologias. Existe uma série de princípios que a gente precisa seguir, um realinhamento radical. Por exemplo, com relação a dados em saúde: de um lado, a gente tem a proteção de dados, que é fundamental e inalienável, o direito à proteção dos dados pessoais dos usuários. De outro lado, temos a lei de acesso à informação. A gente precisa também disseminar informações estratégicas, tratar os dados, transformar esses dados em informação relevante – para o gestor, para os profissionais de saúde que estão na sua atuação clínica, além do próprio cidadão, que tem que desenvolver uma postura de autocuidado com a sua saúde e precisa, para isso, de informação baseada em evidência de qualidade. Não é um processo automático.

Agência Brasil: Na pandemia, a transformação digital em saúde claramente se expandiu. Como realinhar essa expansão de maneira que evite a exclusão de pessoas?

Ana Estela Haddad: Essa expansão, na pandemia, foi muito intensa, até pela força da necessidade. Foi um movimento mundial. Mas ela também foi pouco planejada porque surgiu a partir de uma necessidade, como foi possível. Não teve um planejamento ideal, veio de forma, muitas vezes, fragmentada, atendendo a necessidades localizadas, sem pensar o processo de gestão, do cuidado de gestão da rede de atenção de uma maneira mais sistêmica. Um dos desafios fundamentais que a gente tem agora é ter um inventário e um mapeamento pelo menos da maioria dessas experiências. Identificar as experiências mais bem sucedidas como modelo e promover um processo de integração das experiências existentes. Organização e integração das experiências, além, claro, de induzir, fomentar que novas experiências sejam implementadas para que a gente expanda aquilo que teve bons resultados. Um bom exemplo é que já temos pouco mais de 36 milhões de usuários, de pessoas que baixaram o seu Conecte-SUS no celular e que utilizam o aplicativo para suas informações de saúde.

Agência Brasil: De que maneira o SUS vai se tornar mais digital e como a população pode se beneficiar desse processo?

Ana Estela Haddad: Os desafios são imensos. Em primeiro lugar, eles incluem o tamanho e a diversidade de situações que a gente vive. Por exemplo: estamos trabalhando e planejando implementar a saúde digital no subsistema de saúde indígena, que tem uma estrutura completamente separada, porque não está estruturada como as regiões de saúde que envolvem estados e municípios. Então, uma das questões é que a gente já vai ter que planejar isso de forma separada, atendendo diferentes necessidades – desde a infraestrutura, aspectos geográficos, locais que não têm energia elétrica e que você precisa de uma solução de conectividade diferenciada. A gente precisa planejar a tecnologia de acordo com o momento e o contexto de cada município, estado ou distrito sanitário indígena em que estivermos atuando e colaborando. Promover, ao mesmo tempo, o atendimento das necessidades de cada espaço e construir um processo nacional em que todos sejam incluídos é um dos grandes desafios.

Foto: Tony Winston/MS

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Brasil quer ser referência em saúde digital Read More »

Potiguar Seja Create ganha autoridade fora do RN por meio de serviços voltados ao mercado digital

Potiguar Seja Create ganha autoridade fora do RN por meio de serviços voltados ao mercado digital

São mais de 30 clientes atendidos no mundo todo, que contam com serviços especializados na área

Idealizada para oferecer serviços estratégicos de marketing voltados a potencializar a presença das empresas no digital, a agência Seja Create, concebida pelos sócios José Patrício e Ruth Medeiros, chega ao segundo ano de atuação em terras potiguares.

São mais de 30 clientes atendidos no mundo todo, que contam com serviços especializados na área, sendo eles: consultorias, mentorias, tráfego pago, gestão de mídias sociais, web designer e desenvolvimento de sites.

Inclusive, a concepção da agência está diretamente alinhada ao fato de que uma empresa sem presença no digital, está na contramão do mercado mundial.

Fato este, ratificado pela pesquisa Digital 2022 do Data Reportal, onde 77% dos brasileiros são usuários de internet, e 79,9% são usuários de redes sociais. Isso acontece porque uma pessoa, geralmente, é usuária de mais do que uma rede social ao mesmo tempo. Aliás, o número médio mensal de plataformas acessadas pelo brasileiro é de 8,7.

Ainda de acordo com a pesquisa, a internet é utilizada para buscar informações por 83,5% dos brasileiros, e 73,6% para procurar marcas. São números que se tornam argumentos suficientes para justificar o investimento nos canais online.

Diferentemente de outras agências tradicionais, que só executam projetos, a empresa ajuda empresários a montar estratégias de Marketing de Atração, também conhecido como Inbound Marketing, onde visa atrair e converter clientes por meio da criação de um conteúdo relevante.

Esse material pode ser por meio de sites, blogs, newsletter, postagens nas redes sociais e dentre outros serviços.

“Quando um cliente chega na agência e me pergunta se o meu serviço vai ajudá-lo a vender mais, a nossa resposta é que vamos fortalecer os canais onde seu público poderá encontrá-lo, um posicionamento ou até mesmo um reposicionamento da marca”, explicam os estrategistas digitais e sócios da Seja Create, Ruth Medeiros e José Patrício.

Agência Seja Create

A agência de marketing digital foi criada em 2021, tendo como sócios- fundadores, José Patrício e Ruth Medeiros. A sede funciona no Shopping Seaway, na Avenida Engenheiro Roberto Freire, e conta com uma equipe especializada para oferecer os serviços de: consultoria, mentoria, gestão de redes sociais, assessoria de imprensa, web designer, entre outros.

Saiba mais sobre os sócios:

  • José Patrício é empreendedor, estrategista digital, palestrante, consultor e mentor em estratégias digitais.
  • Ruth Medeiros é empreendedora, estrategista digital, criadora de conteúdo e coordenadora de empreendedorismo da CDL Jovem Natal.

Serviço:
Seja Create comemora dois anos no mercado potiguar com serviços voltados ao posicionamento das marcas no mercado digital
Onde? Av. Eng. Roberto Freire, 1962, loja 26. Shopping Seaway. Capim Macio.
Instagram: @sejacreate (http://instagram.com/sejacreate)

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Potiguar Seja Create ganha autoridade fora do RN por meio de serviços voltados ao mercado digital Read More »

Startup potiguar é selecionada para participar de rodada de investimento internacional em evento no Nordeste

Startup potiguar é selecionada para participar de rodada de investimento internacional em evento no Nordeste

Evento de empreendedorismo, inovação e tecnologia acontece entre os dias 01 e 02 de junho em São Luís (MA)

A startup Faceponto, responsável pela tecnologia de ponto eletrônico inteligente utilizada por mais de 900 empresas no Brasil e fora do país, mais uma vez é selecionada para uma rodada de investimento. Desta vez, junto a investidores norte-americanos no NEon, maior evento de inovação do Nordeste.

O evento, que está em sua primeira edição, é realizado pelo Sebrae e espera reunir mais de sete mil pessoas em dois dias de muito conteúdo, mentorias e networking. O objetivo é de criar conexões e fortalecer o ecossistema de startups da região.

Para Raphael Torres, gestor de expansão da Faceponto, o evento proporcionará vantagens que vão além do fortalecimento do ecossistema de inovação do Nordeste.

“Embora seja algo extremamente importante, também conseguiremos participar de rodadas de investimento com empresários de relevância global. E, de quebra, ainda expor no pavilhão do Sebrae, o que é uma vitrine para novas oportunidades de parcerias”, pontua.

Com 318 startups do programa “Startup Nordeste” do Sebrae confirmadas como expositoras do evento, além de outras startups e empresas da região ligadas ao ecossistema, o evento é um momento excelente para que as startups da região mostrem seus produtos e serviços, além de oportunizar o networking e expansão dos seus negócios.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Startup potiguar é selecionada para participar de rodada de investimento internacional em evento no Nordeste Read More »

Jogo eletrônico simula escravidão e reforça racismo

Jogo eletrônico simula escravidão e reforça racismo

Historiadora aponta estereótipos raciais e desumanização

Um jogo eletrônico em que o usuário é um “proprietário de escravos” estava disponível até o início da tarde desta quarta-feira (24) na plataforma do Google Play. O jogador era estimulado a obter “lucro” e contratar guardas para evitar rebeliões. Havia até uma opção para que o usuário explorasse sexualmente as pessoas colocadas sob seu poder dentro do mundo virtual.

O jogo mostrava imagens de pessoas acorrentadas, inclusive um homem negro, que aparecia coberto de grilhões em uma estética semelhante a um desenho animado. Na capa, uma gravura histórica retratava um homem branco, em roupas elegantes, ao lado de um homem negro escravizado seminu.

O Simulador de Escravidão tinha, segundo a própria plataforma, sido baixado mil vezes até a manhã desta quarta-feira (24). Um desenvolvedor de nome Magnus Games apresenta-se como criador deste e de outros jogos disponíveis no Google Play. Os perfis nas redes sociais não permitem identificar com clareza qual seria a empresa ou pessoa por trás do produto.

Racismo grosseiro

A historiadora e psicanalista Mariléa de Almeida vê “racismo grosseiro” no jogo. “Naturalizando a escravização, a desumanização desses corpos negros, como se brincar e fazer um jogo, como se isso não tivesse efeito sobre as pessoas negras, identificadas na sua ancestralidade, mas sobretudo nas pessoas que estão jogando”, enfatizou a pesquisadora, que faz parte da rede de Historiadorxs Negrxs.

Para a historiadora, o produto “reforça os estereótipos, usa de todo o estereótipo racial e da desumanização produzida pelo racismo para o conjunto da população negra para fazer um jogo”.

A especialista lembra que o chamado racismo recreativo é uma conduta que foi tornada crime a partir de lei sancionada em janeiro que equiparou o crime de injúria racial ao de racismo.

Na avaliação de Mariléa, as pessoas ainda sentem que há espaço para esse tipo de conduta devido à construção histórica de que pessoas negras não são seres humanos iguais aos demais. “Esse crime sustenta, do ponto de vista histórico, a naturalização de corpos negros como sendo desumanizados, objetificados”, enfatiza.

“Essa mentalidade, que se expressa no próprio psiquismo que valida as pessoas se engajarem em um jogo desses, sem perceberem o horror. Sem sentirem um horror, um incômodo”, acrescenta Mariléa sobre as razões para que seja possível a criação e o uso desse tipo de produto.

Google

Em nota, o Google diz que removeu o jogo de sua loja de aplicativos e que toma medidas para coibir a incitação ao ódio e violência.

“Temos um conjunto robusto de políticas que visam manter os usuários seguros e que devem ser seguidas por todos os desenvolvedores. Não permitimos apps que promovam violência ou incitem ódio contra indivíduos ou grupos com base em raça ou origem étnica, ou que retratem ou promovam violência gratuita ou outras atividades perigosas”, ressalta a nota da empresa.

Foto: Reprodução

Da Agência Brasil

Jogo eletrônico simula escravidão e reforça racismo Read More »

Vinicius Jr. estabelece recorde de pesquisas no Brasil em um único dia na história do Google

Vinicius Jr. estabelece recorde de pesquisas no Brasil em um único dia na história do Google

Por Heloísa Lemos
Do físico ao e-sports

No último domingo (21.mai.2023), o jogador do Real Madrid, Vinicius Jr, foi vítima de racismo, durante partida válida pelo Campeonato Espanhol contra o Valência. Esse incidente ganhou destaque nas redes sociais e na mídia mundial, levando a uma grande repercussão. De acordo com dados fornecidos pelo Google ao portal GR, Vinícius Junior estabeleceu um recorde de buscas no Brasil em um único dia desde o início da série histórica do Google em 2004. Esse recorde ocorreu na última segunda-feira (22.mai.2023). Além disso, o interesse pelo jogador aumentou 41 vezes nas últimas 48 horas, em comparação com o período anterior, representando um aumento de 4.050%.

Embora Vinicius Jr tenha se destacado na internet devido ao incidente de racismo que sofreu, o jogador também gerou interesse e buscas por motivos positivos anteriormente. Em 28 de maio de 2022 ele marcou o gol que garantiu ao Real Madrid mais um título da Liga dos Campeões, o que também impulsionou seu destaque nas pesquisas. Outro momento em que ele gerou um grande volume de buscas foi em 24 de novembro de 2022, quando fez sua estreia na seleção brasileira em uma Copa do Mundo.

Além de Vinícius Jr, outro nome que chamou atenção nas pesquisas no Brasil foi o de Javier Tebas, atual presidente da La Liga. O nome de Tebas nunca havia sido tão pesquisado no Brasil quanto na última segunda-feira. As buscas aumentaram devido às declarações do presidente da liga, que minimizou o caso de racismo sofrido por Vinicius.

O caso envolvendo o jogador do Real Madrid também impulsionou as buscas relacionadas ao tema do racismo no Brasil. Na última segunda-feira, esse tema foi o mais buscado na plataforma, marcando o quarto dia em que ele se destacou nas pesquisas desde o início da série histórica do Google. As buscas relacionadas ao assunto aumentaram sete vezes nas últimas 48 horas, em comparação com o período anterior, representando um aumento de 650%.

Em termos de interesse por país, o Brasil ocupou o segundo lugar entre aqueles que mais se interessaram pelo tema nas últimas 24 horas, ficando atrás apenas da Bolívia. No entanto, na série histórica do Google, o Brasil ocupa a quarta posição, atrás dos Estados Unidos, Canadá e Bolívia.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Heloísa Lemos

Sobre Heloísa Lemos, colunista do Por Dentro do RN

Formada em Comunicação Social/Jornalismo e Rádio e TV pela UFRN, Heloísa Lemos já atuou em diversas assessorias de imprensa, além de ter expertise com redes sociais. Em 2020, concluí a especialização em marketing também pela Universidade Federal. Contudo, os (e-) esportes sempre foram, além de um hobby, uma paixão.

Vinicius Jr. estabelece recorde de pesquisas no Brasil em um único dia na história do Google Read More »

Uso de equipamentos de proteção reduz acidentes em diversas áreas de atuação profissional

Uso de equipamentos de proteção reduz acidentes em diversas áreas de atuação profissional

Empresa Potiguar oferece sistema digital de monitoramento do uso de EPIs por funcionários

Trabalhar em funções que oferecem algum risco à saúde física do colaborador é a realidade de muitas empresas. Para estas, é muito importante que os funcionários priorizem o uso do Equipamento de Proteção Individual (EPI) como forma de garantir a sua integridade física. Em Natal, a startup Faceponto conta com um serviço que garante ao empregador, pelos funcionários, o uso de equipamentos como capacetes, luvas, entre outros, por meio de verificação digital.

Para garantir a segurança da sua equipe e cumprir tudo o que preconizam as legislações trabalhistas nesta área, a empresária e responsável pela Neutron Segurança Privada, Shylana Medeiros, tornou-se uma das clientes da Faceponto. “Nossa relação profissional iniciou em janeiro de 2019, e rapidamente a startup se tornou a nossa ferramenta principal para aferição e controle da jornada de trabalho dos nossos colaboradores”, explica.

Com o software disponibilizado pela Faceponto, a Neutron e outras empresas são capazes de monitorar a entrega e recebimento de qualquer equipamento individual e das EPIs aos colaboradores. “Foi a forma mais eficiente que encontramos para estarmos de acordo com a NR-6 – que estabelece os requisitos para aprovação, comercialização, fornecimento e utilização de EPI –, além de auxiliar na gestão de estoque”, continua Shylana.

Hoje, a Neutron consegue garantir a integridade física da sua equipe, que conta com mais de 800 colaboradores ativos, de forma inteligente e eficaz. De acordo com Cássio Leandro, CEO da Faceponto, empresas com grande número de colaboradores têm um ganho considerável na otimização de tempo com o uso das ferramentas. “Nossa missão é proporcionar desenvolvimento tecnológico e ferramentas que facilitem o controle de setores chave das empresas dos nossos clientes”, afirma.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Uso de equipamentos de proteção reduz acidentes em diversas áreas de atuação profissional Read More »

PGR defende que big techs devem retirar fake news do ar após alertadas

PGR defende que big techs devem retirar fake news do ar após alertadas

Entendimento poderá influenciar ações julgadas pelo STF

O procurador-geral da República, Augusto Aras, defendeu no Supremo Tribunal Federal (STF) que as redes sociais devem ser obrigadas a adotar providências para retirar fake news publicadas por usuários dessas plataformas.

O parecer foi enviado nesta segunda-feira (15) ao Supremo para embasar as ações que podem ser julgadas pela Corte. Na próxima quarta-feira (17), os ministros podem iniciar o julgamento sobre a responsabilização dos provedores pela manutenção de conteúdo ilegal.

No entendimento de Aras, as redes sociais não podem fazer juízo e controle prévio das publicações, mas devem retirar as mensagens após serem alertadas, mesmo sem ordem judicial.

“Tanto nos casos em que forem notificados quanto de forma espontânea, hão de adotar as providências necessárias à remoção da informação reputada ofensiva, além de atuar com os devidos cuidados e diligência para evitar a manutenção de conteúdos sabidamente inverídicos, fraudulentos ou ilícitos, podendo ser responsabilizados em casos de omissão”, defendeu Aras.

No caso específico que gerou a causa, o procurador se manifestou contra um recurso para impedir a indenização de uma usuária das redes sociais que foi vítima de um perfil falso criado em seu nome.

“Uma vez constatado que o recorrente falhou na atuação conforme aos devidos cuidado e diligência e, mesmo após a prévia e expressa comunicação da recorrida com as respectivas razões para a exclusão dos dados, manteve conteúdo claramente ofensivo e humilhante, há de se concluir pela responsabilidade do provedor de hospedagem, que deixou de atuar em prol da tutela dos direitos fundamentais da usuária”, concluiu.

Na próxima sessão, estão pautadas ações que tratam sobre as regras definidas no Marco Civil da Internet (Lei 12.965/2014), que exigem ordem judicial prévia para responsabilização dos provedores pela manutenção de conteúdo ilegal postado pelos usuários das plataformas. Também deve ser julgado um processo sobre a validade de decisões judiciais que determinaram o bloqueio do aplicativo WhatsApp em todo o país, em 2020.

Foto: Pedro França/Agência Senado

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

PGR defende que big techs devem retirar fake news do ar após alertadas Read More »

Câmara de Natal tem perfil no Youtube hackeado

Câmara de Natal tem perfil no Youtube hackeado

Equipe afirmou que está trabalhando para solucionar o problema o mais rápido possível

A Câmara Municipal de Natal informou nesta sexta-feira (12.mai.2023), através de suas redes sociais, que o perfil oficial da TV Câmara Natal no Youtube foi hackeado. A invasão temporária comprometeu as atividades da câmara na plataforma, prejudicando a equipe que utiliza a conta para divulgar as atividades do órgão e os seguidores que acompanham o conteúdo da TV Câmara.

A equipe responsável pela conta oficial da Câmara afirmou que está trabalhando para solucionar o problema o mais rápido possível. Enquanto isso, os seguidores da página foram informados de que as atividades serão suspensas temporariamente no canal, até que seja possível recuperar o controle da conta. A Câmara também pediu a compreensão dos seguidores da página enquanto trabalha para solucionar a situação.

Foto: Arquivo/POR DENTRO DO RN/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Câmara de Natal tem perfil no Youtube hackeado Read More »

Moraes abre inquérito contra dirigentes do Google e do Telegram

Moraes abre inquérito contra dirigentes do Google e do Telegram

Pedido de investigação foi feito pela PGR

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu hoje (12) abrir inquérito para apurar a conduta de dirigentes do Google e do Telegram em relação ao projeto de lei para combater a desinformação nas redes sociais (PL 2.630/2020).

O pedido de investigação foi feito ontem (11) pela Procuradoria-Geral da República (PGR). A medida foi tomada após o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), acionar a procuradoria e solicitar a investigação. Para Lira, as redes sociais têm feito “contundente a abusiva” ação contra o projeto, que está em tramitação na Casa.

Pela decisão de Moraes, a Polícia Federal (PF) terá prazo de 60 dias para realizar as investigações.

Segundo o presidente da Câmara, as empresas que operam as redes sociais utilizam “campanha de desinformação” e provocam a sobrecarga nos sistemas de tecnologia da informação da Câmara ao fomentar que os usuários pressionem os deputados por meio de link que remete ao portal da Casa na internet.

Na quarta-feira (10), Moraes mandou o Telegram apagar uma mensagem enviada aos usuários da plataforma contra à aprovação do projeto de lei.

Na mensagem em massa disparada na terça-feira, o Telegram Brasil alega que o projeto de lei representa “um ataque à democracia”. Segundo a plataforma, o PL “concede poderes de censura” ao governo federal e cria um sistema de vigilância permanente que “matará a Internet moderna”, se o PL for aprovado pelo Congresso Nacional.

Moraes escreveu na decisão que o inquérito vai investigar os diretores que participaram da “campanha abusiva” contra o projeto.

“Defiro as diligências requeridas e determino a identificação e oitiva dos representados – todos os diretores e demais responsáveis da Google Brasil e Telegram Brasil que tenham participado da campanha abusiva contra o Projeto de Lei n. 2.630/2020”, decidiu.

A Agência Brasil entrou em contato com a assessoria de comunicação do Google e aguarda retorno. A assessoria do Telegram não foi encontrada.

Foto: Yu. Samoilov/VisualHunt/Ilustração

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Moraes abre inquérito contra dirigentes do Google e do Telegram Read More »

PGR pede inquérito contra dirigentes do Google e do Telegram

PGR pede inquérito contra dirigentes do Google e do Telegram

Presidente da Câmara acionou procuradoria para solicitar investigação

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu nesta quinta-feira (10) ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de inquérito para apurar a conduta de dirigentes do Google e do Telegram em relação ao projeto de lei (PL) para combater a desinformação nas redes sociais.

A medida foi tomada após o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), acionar a procuradoria e solicitar a investigação. Para Lira, as redes sociais têm feito “contundente a abusiva” ação contra o projeto, que está em tramitação na Casa.

Segundo o presidente, as empresas que operam as redes sociais utilizam “campanha de desinformação” e provocam a sobrecarga nos sistemas de tecnologia da informação da Câmara ao fomentar que os usuários pressionem os deputados por meio de link que remete ao portal da Casa na internet.

Ontem (10), o ministro Alexandre de Moraes mandou o Telegram apagar uma mensagem enviada aos usuários da plataforma contra à aprovação do projeto de lei.

Na mensagem em massa disparada na terça-feira, o Telegram Brasil alega que o projeto de lei representa “um ataque à democracia”. Segundo a plataforma, o PL “concede poderes de censura” ao governo federal e cria um sistema de vigilância permanente que “matará a Internet moderna”, se o projeto for aprovado pelo Congresso Nacional.

A Agência Brasil entrou em contato com o Google aguarda retorno. A assessoria do Telegram não foi encontrada.

Foto: Paul Robertson/Visualhunt/Ilustração

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

PGR pede inquérito contra dirigentes do Google e do Telegram Read More »

Telegram apaga mensagem contra PL das Fake News

Telegram apaga mensagem contra PL das Fake News

Aplicativo cumpre decisão judicial do STF no prazo de uma hora

O Telegram Brasil apagou, na tarde desta quarta-feira (10), a mensagem enviada em massa, no dia anterior, aos usuários da plataforma digital no país. O texto da mensagem apagada era contrário à aprovação do Projeto de Lei 2.630, conhecido como PL das Fake News, que tramita no Congresso Nacional para propor medidas de enfrentamento à divulgação de conteúdos falsos e à violência digital.

O aplicativo ainda enviou, às 15h41 desta quarta-feira, nova mensagem a todos os usuários com a comunicação de que o texto anterior continha ilicitudes que atentavam contra os poderes da República e a democracia e, ainda, instigava os seus usuários a coagir parlamentares.

“Recebemos uma ordem do Supremo Tribunal Federal (STF) do Brasil que obriga o Telegram a remover nossa mensagem anterior sobre o PL 2630/2020 e enviar uma nova mensagem aos usuários, que está incluída abaixo”, diz a mensagem enviada hoje.

“Por determinação do SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, a empresa Telegram comunica: A mensagem anterior do Telegram caracterizou FLAGRANTE e ILÍCITA DESINFORMAÇÃO atentatória ao Congresso Nacional, ao Poder Judiciário, ao Estado de Direito e à Democracia Brasileira, pois, fraudulentamente, distorceu a discussão e os debates sobre a regulação dos provedores de redes sociais e de serviços de mensageria privada (PL 2630), na tentativa de induzir e instigar os usuários a coagir os parlamentares”, continua o texto.

As medidas foram adotadas após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinar que o Telegram apagasse a mensagem da terça-feira e enviasse novo texto com caráter corretivo, no prazo de 60 minutos.

Os representantes do Telegram no Brasil devem ser ouvidos pela Polícia Federal, no prazo de 48 horas, a partir da determinação judicial, pois, o disparo em massa da mensagem pode ser entendido como abuso de poder econômico e prática de desinformação por parte de milícias digitais nas redes sociais, segundo Moraes.

Repercussão

Por meio de uma rede social, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, considerou importante a decisão do ministro da Suprema Corte, em relação ao que Dino classifica como “abusos do Telegram”.

Flávio Dino chama a atenção para a necessidade da fixação de marcos de regulação de empresas digitais. “O faroeste digital é incompatível com a Constituição”.

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Telegram apaga mensagem contra PL das Fake News Read More »

Dino promete tomar providências legais contra Telegram

Dino promete tomar providências legais contra Telegram

Plataforma disparou mensagem contra PL das Fake News

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, publicou, na tarde desta terça-feira (9), em sua conta do Twitter, mensagem afirmando que providências legais serão tomadas em relação ao Telegram. Horas antes, a plataforma de mensagens instantâneas promoveu o envio em massa de comunicado a seus usuários contra o Projeto de Lei (PL 2630/2020), o PL das Fake News.

No texto, o Telegram afirma aos usuários da rede que o PL “concede poderes de censura ao governo”. O Telegram diz ainda que o monitoramento das postagens pelas próprias redes sociais criaria “um sistema de vigilância permanente, semelhante ao de países com regimes antidemocráticos”.

Em resposta, Flávio Dino classificou o início da postagem do Telegram como “um amontoado absurdo” contra as instituições brasileiras. O ministro ainda questionou se a big tech pretende provocar novos ataques contra a democracia, como os que ocorreram em 8 de janeiro, em Brasília, na tentativa de golpe contra o Estado brasileiro.

“A democracia está sob ataque no Brasil. Assim começa um amontoado absurdo postado pela empresa Telegram contra as instituições brasileiras. O que pretendem? Provocar um outro 8 de janeiro? Providências legais estão sendo tomadas contra esse império de mentiras e agressões”, publicou o ministro da Justiça, em rede social.

O Ministério da Justiça disse à Agência Brasil que a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) irá notificar o Telegram a respeito de mensagem divulgada pela plataforma sobre o PL 2630/2020. Além disso, outras medidas poderão ser anunciadas em breve.

Google

Na semana passada, a página principal do Google também exibiu, abaixo da lacuna de buscas, um link de acesso à conteúdo contrário à proposta que tramita no Congresso Nacional deste 2020. O governo federal, por meio da Senacon, notificou o site e este conteúdo foi retirado do ar.

Na ocasião, o órgão ainda determinou ao Google que informe os consumidores sobre eventual conflito de interesse na questão, já que uma aprovação do projeto impactaria nas operações da gigante de serviços online e software.

No entanto, o projeto de lei atacado pelas chamadas big techs teve a votação adiada pela Câmara dos Deputados.

Ainda não foi definido novo prazo para que o PL das Fake News seja votado pelos parlamentares.

Foto: Lula Marques/Agência Brasil

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Dino promete tomar providências legais contra Telegram Read More »

Motoristas de aplicativo farão paralisação na próxima segunda (15)

Motoristas de aplicativo farão paralisação na próxima segunda (15)

A ação ocorrerá de forma coordenada e os motoristas de aplicativo de todo o país irão desligar seus aplicativos em protesto

Uma paralisação dos motoristas de aplicativo em todo Brasil está programada para a próxima segunda-feira (15.mai.2023). Segundo a Associação dos Motoristas Autônomos por Aplicativos do RN (AMAPP-RN), a ação ocorrerá de forma coordenada e os motoristas de aplicativo de todo o país irão desligar seus aplicativos em protesto contra os baixos ganhos da categoria.

A principal reivindicação dos motoristas é pelo aumento da tarifa mínima paga aos trabalhadores – para o valor de R$ 10 – que segundo eles, está defasada há anos e não cobre mais os custos necessários para a realização do trabalho. Eles reivindicam também um maior valor pelo quilômetro rodado e pelo tempo da viagem.

“Nos últimos anos os profissionais vêm sofrendo uma severa diminuição na rentabilidade do seu trabalho, sem que as plataformas promovam nenhuma espécie de reajuste significativo para seus ganhos, fato que tem provocado a insatisfação dos motoristas e até a desistência de alguns de continuarem prestando o serviço, o que acaba refletindo na diminuição da oferta de veículos para os passageiros e os altos índices de cancelamento de viagens”, diz a nota da AMAPP-RN.

A associação aponta que a paralisação será “a maior da história dos aplicativos de transporte de passageiros”.

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Motoristas de aplicativo farão paralisação na próxima segunda (15) Read More »

Moraes determina retirada de anúncios online sobre o PL das Fake News

Moraes determina retirada de anúncios online sobre o PL das Fake News

PF tem cinco dias para tomar depoimento de presidentes de plataformas

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou, nesta terça-feira (2), que presidentes de empresas que operaram redes sociais prestem depoimento, no prazo de cinco dias, na Polícia Federal (PF).

A decisão de Moraes foi proferida após a divulgação de denúncias sobre o suposto favorecimento de resultados contrários ao chamado Projeto de Lei das Fake News (PL 2.630/20), em discussão no Congresso Nacional. As plataformas deverão retirar do ar todos os anúncios que tratam o projeto como PL da Censura.

Pela decisão, deverão prestar depoimento os presidentes do Google, Meta (Facebook e Instagram), Sportfy e Brasil Paralelo.

Segundo Moraes, eles terão que esclarecer à PF as razões de terem autorizado o uso dos mecanismos de propaganda contra o projeto.

Na decisão, o ministro entendeu que a conduta pode configurar “abuso de poder econômico” e “ilícita contribuição com desinformação”.

Foto: Pedro França/Agência Senado

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Moraes determina retirada de anúncios online sobre o PL das Fake News Read More »

Lira retira de pauta votação do PL das Fake News

Lira retira de pauta votação do PL das Fake News

Presidente da Câmara atendeu ao pedido do relator do projeto

O presidente da Câmara, Arthur Lira, decidiu, nesta terça-feira (2), retirar de pauta a votação do Projeto de Lei (PL) 2630, conhecido como PL das Fake News. Lira atendeu um pedido do relator do projeto, deputado Orlando Silva (PCdoB -RJ). A proposta estava prevista para ter seu mérito analisado nessa sessão. O pedido do relator acontece após uma sequência de polêmicas envolvendo o texto da proposta.

O texto está apto para ser analisado desde a semana passada, quando o plenário da Câmara dos Deputados aprovou o requerimento de urgência para agilizar a tramitação da proposta. Também na última semana, Silva apresentou novo parecer retirando trechos polêmicos do texto. No entanto, ao iniciar a sessão, ele argumentou que precisaria de mais tempo para incorporar novos pontos ao projeto.

“Não tivemos tempo útil para examinar todas as sugestões, por isso gostaria de fazer um apelo para, consultados os líderes, que pudéssemos retirar da pauta de hoje a proposta e pudéssemos consolidar a incorporação de todas as sugestões que foram feitas para ter uma posição que unifique o plenário da Câmara dos Deputados em um movimento de combater a desinformação e garantir a liberdade de expressão”.

Segundo o relator, a principal dificuldade de consenso entre os congressistas está na definição sobre a quem caberá fiscalizar o cumprimento e as sanções impostas pela lei. “Ganhou muita força hoje a ideia da Anatel [Agência Nacional de Telecomunicações], mas, ainda assim, muitos parlamentares resistem à hipótese. Esse é um tema em que é necessário um diálogo com o governo, pois da parte do governo há críticas com a possibilidade de a Anatel ser esse órgão responsável. O que era um impasse na semana passada, segue sendo um impasse”.

De acordo com o deputado, ainda não há prazo para que o projeto retorne para análise do plenário. Silva destacou que serão necessárias, pelo menos, duas semanas para que o projeto esteja pronto para ser submetido à apreciação.

Ao chegar à Câmara, o presidente da Casa, deputado Arthur Lira (PP-AL) afirmou que o texto só seria colocado em votação caso houvesse votos suficientes para aprová-lo. “Se tiver, claro que vota. Se não tiver, o meu intuito é que não vote hoje”, disse.

O PL 2630/20 institui a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet, com normas e mecanismos de transparência para provedores de redes sociais, ferramentas de busca e de mensagens instantâneas, bem como as diretrizes para seu uso.

Impasses

Na tarde desta terça-feira, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), do Ministério da Justiça, determinou que a Google tome uma série de medidas cautelares para corrigir indícios de que a empresa estivesse censurando o debate público sobre a proposta.

Horas depois, a plataforma retirou o link que direcionava para o texto “O PL das Fake News pode aumentar a confusão sobre o que é verdade ou mentira no Brasil”. A frase remetia os internautas para um artigo no qual o diretor de Relações Governamentais e Políticas Públicas da empresa no Brasil, Marcelo Lacerda, criticava a medida.

Além da obrigação de sinalizar o conteúdo publicitário deste e de outros conteúdos contrários à aprovação do PL que produzir e divulgar, a Senacon também determinou que a Google passe a informar os consumidores sobre eventual conflito de interesse na questão, já que a eventual aprovação do projeto vai impactar suas operações. Por já ter dado ampla divulgação às críticas à proposta de regulação das plataformas digitais, a Google também terá que começar a veicular, em até duas horas após ser notificada da decisão, as posições favoráveis ao projeto de lei. Se descumprisse as determinações da Senacon, a empresa seria multada em R$ 1 milhão por hora.

STF

Também nesta terça-feira, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que presidentes de empresas que operaram redes sociais prestem depoimento, no prazo de cinco dias, na Polícia Federal (PF).

A decisão de Moraes foi proferida após a divulgação de denúncias sobre o suposto favorecimento de resultados contrários ao PL das Fake News. As plataformas deverão retirar do ar todos os anúncios que tratam o projeto como PL da Censura. Pela decisão, deverão prestar depoimento os presidentes do Google, Meta (Facebook e Instagram), Spotify e Brasil Paralelo.

Cade

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) instaurou um procedimento preparatório de inquérito administrativo para apurar suposto abuso de posição dominante por parte do Google e da Meta, no âmbito das discussões relacionadas à proposta.

A decisão foi tomada depois de órgão receber uma série de denúncias contra as plataformas Google e Meta, apontando para a suposta realização de campanha contra o projeto nestas redes e também no YouTube, Facebook e Instagram. No documento, o Cade diz que as empresas estão sendo investigadas em outros inquéritos que apuram indícios de infração à ordem econômica.

Foto: Lula Marques/Agência Brasil

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Lira retira de pauta votação do PL das Fake News Read More »

Justiça determina suspensão do Telegram no Brasil

Justiça determina suspensão do Telegram no Brasil

Empresa não havia cooperado com investigações sobre grupos neonazistas

A Justiça Federal do Espírito Santo determinou, na noite dessa terça-feira (25), a suspensão do funcionamento do Telegram no Brasil. A decisão, do juiz Wellington Lopes da Silva, da 1ª Vara Federal de Linhares, foi proferida após o aplicativo não fornecer informações solicitadas a respeito de grupos neonazistas atuantes no Telegram.

Além disso, a Justiça fixou uma multa diária de R$ 1 milhão por não envio dos dados pedidos ou 5% do faturamento da empresa no Brasil em 2022, o que for menor. Para o magistrado, “os fatos demonstrados pela autoridade policial revelam evidente propósito do Telegram de não cooperar com a investigação em curso”.

Investigação

Wellington Lopes da Silva havia pedido informações sobre os usuários de um canal antissemita e um chat com o mesmo teor, que propagavam conceitos e símbolos neonazistas. Os dados solicitados compreendiam os nomes dos usuários dos grupos, CPF, foto do perfil, e-mail, endereço, dados bancários cadastrados, entre outros. As informações repassadas à Justiça, no entanto, foram consideradas insuficientes.

A despeito da resposta dentro do prazo, as informações fornecidas não atendem à ordem judicial. Salienta-se que a determinação era para que o Telegram encaminhasse os dados cadastrais de TODOS os integrantes do canal e do grupo de chat”, informou o magistrado. O aplicativo havia informado apenas alguns dados e referentes somente ao administrador de um dos grupos.

Até o fim da tarde desta quarta-feira (26), no entanto, o aplicativo de mensagens instantâneas funcionava normalmente.

Flávio Dino

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, comentou o assunto. Para ele, a atuação de grupos antissemitas é parte da estrutura de violência contra crianças e adolescentes no Brasil.

A Polícia Federal pediu e o Poder Judiciário deferiu que uma rede social que não está cumprindo as decisões, no caso o Telegram, tenha uma multa de R$ 1 milhão por dia e suspensão temporária das atividades, exatamente porque há agrupamentos denominados Frentes Antissemitas ou Movimentos Antissemitas atuando nessas redes e nós sabemos que isso está na base da violência contra nossas crianças e nossos adolescentes”.

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Justiça determina suspensão do Telegram no Brasil Read More »

Câmara aprova regime de urgência para votação do PL das fake news

Câmara aprova regime de urgência para votação do PL das fake news

A votação do mérito deve ocorrer na próxima semana

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (26.abr.2023), por 238 votos a 192, o pedido de urgência para análise do PL das fake news, que cria a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet. A votação do mérito deve ocorrer na próxima semana.

A proposta busca aumentar a transparência em relação a conteúdos patrocinados e à atuação do poder público, além de prever a transparência de redes sociais e serviços de mensagens privadas no combate à desinformação. O texto estabelece punições para quem promover ou financiar a disseminação em massa de mensagens que contenham informações inverídicas que possam comprometer a integridade física ou o processo eleitoral.

O projeto de lei das fake news aguarda votação dos deputados desde junho de 2020, quando foi aprovado pelo Senado, e prevê a responsabilização dos provedores no combate à desinformação. O texto estabelece prisão de um a três anos e multa para quem disseminar informações inverídicas que possam comprometer a integridade física ou o processo eleitoral. As plataformas terão de publicar regularmente relatórios semestrais de transparência com informações sobre a moderação de conteúdo falso.

Durante a sessão, deputados contrários à proposta negaram o acordo para a votação de urgência. Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados, no entanto, manteve a votação sob o argumento de que a inclusão do texto na pauta era sua “prerrogativa regimental”. A medida foi articulada para que o relator, deputado Orlando Silva (PCdoB), possa negociar as mudanças propostas pelos partidos.

Foto: Bruno Spada/Câmara dos Deputados

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Câmara aprova regime de urgência para votação do PL das fake news Read More »

Novo app “Meu Assaí” é lançado

Novo app “Meu Assaí” é lançado

O lançamento incorpora novas funcionalidades e aprimora a jornada do(a) cliente. App está alinhado à estratégia phygital da Companhia, que integra as lojas físicas a ofertas e benefícios customizados no digital

Em linha com a estratégia de oferecer aos(as) clientes a melhor experiência em compras, o Assaí Atacadista reforça seu plano de digitalização, iniciado em 2021, ao anunciar o novo aplicativo Meu Assaí. A novidade já está disponível para download gratuito nas principais plataformas em todo Brasil.

O aplicativo da Companhia incorpora um novo layout com descontos e ofertas exclusivas, além de carteira digital e uma roleta que sorteará mais de 40 mil vales-compra de R$ 100. Novas funcionalidades podem ser incorporadas conforme a necessidade do negócio. Com essa mudança, a ferramenta (que nasceu em 2010) deixa de ser um app com conteúdo institucional e se torna um canal de relacionamento totalmente integrado à estratégia de CRM do Assaí.

“Fizemos os testes iniciais do ‘Meu Assaí’ ainda no segundo semestre de 2022, em Curitiba, por meio de uma versão piloto do aplicativo que trazia a funcionalidade de ativação de descontos. Com a alta adesão, em menos de dez meses, trazemos para o mercado um aplicativo totalmente remodelado, com ainda mais funcionalidades e serviços disponíveis para os(as) clientes, agora, em cadeia nacional”, comenta Sérgio Leite, Diretor de Novos Negócios do Assaí.

O lançamento do projeto marca um novo passo da Companhia em sua estratégia de relacionamento com o(a) cliente, evoluindo em ações de CRM e entendendo o seu comportamento de compras para oferecer uma experiência personalizada com o Assaí. E, ainda, alinhado à estratégia phygital, complementa os atributos já oferecidos pela marca, como preços baixos, melhor experiência em lojas de atacarejo e localizações estratégicas.

Após uma expansão recorde em 2022, estamos ainda mais presentes no cotidiano dos(as) brasileiros(as) com um parque novo e excelente de lojas localizadas em regiões estratégicas e dentro de centros com grande densidade urbana, o que nos aproximou de um novo tipo de público”, afirma Wlamir dos Anjos, VP Comercial e de Logística. “Agora, por meio da nova ferramenta de CRM, agregamos valor tanto aos(as) nossos(as) clientes quanto para a indústria e conseguimos melhor nos relacionar com esses públicos, o que nos permite entender o comportamento de compra desses consumidores(as) e, assim, definirmos soluções ainda mais personalizadas e alinhadas à visão da Companhia”, completa o executivo.

Todos os novos serviços e funcionalidades estão disponíveis na plataforma após o cadastro por meio do CPF do(a) consumidor(a), o que permite aos(as) clientes o acesso a preços ainda mais baixos em todas as categorias. “Para este lançamento contamos com o apoio de 32 fornecedores e disponibilizamos mais de 100 ofertas. Assim, potencializamos as categorias desejadas, customizando as ações de acordo com os objetivos das marcas e atingindo com precisão o público de cada uma delas, oferecendo descontos atrativos e relevantes”, pontua o VP.

Com o objetivo de ampliar as opções de compra e entrega, além de promover novas formas de contato com a marca, a Companhia oferece a opção de compra online por meio dos parceiros Cornershop by Uber, Rappi e Clubbi.

Como funciona o Meu Assaí?

Para ter acesso a todas as novas funcionalidades do aplicativo, o primeiro passo é baixar o “Meu Assaí’ na App Store, para usuários de iOS, ou por meio da Google Play, no caso de Android. Depois, é necessário realizar um cadastro com o CPF. Após isso, o(a) cliente deverá selecionar a loja em que realizará suas compras e acessará a “Home”, onde terá acesso ao Menu Principal da ferramenta e a todos os conteúdos disponíveis.

No aplicativo, os(as) clientes poderão olhar os jornais de ofertas vigentes no período; feed de conteúdo (onde encontrarão novidades e informações sobre a marca); descontos exclusivos (em que, ao clicar no item desejado, será aberto os detalhes de desconto deste produto, incluindo a data de ativação e expiração do desconto, quantidade disponível do item, percentual de desconto e o detalhamento dos valores do produto no varejo, atacado e no app); roleta de prêmios (jogo viabilizado no aplicativo para sortear mais de 40 mil vales-compra de R$ 100 no primeiro mês do anúncio); carteira digital (em que o cliente poderá visualizar o seu saldo digital e/ou acumulado de cartões vale-presentes, além de acessar o “economizômetro”, ferramenta que calcula todo o valor economizado ao comprar utilizando o app).

Além disso, o(a) cliente deverá informar o CPF no caixa de pagamento da loja antes de iniciar a passagem dos itens. Após a finalização da compra, ocorre a aplicação do desconto em todos as ofertas disponíveis no app.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Novo app “Meu Assaí” é lançado Read More »

Câmara pode votar urgência do PL das fake news nesta semana

Câmara pode votar urgência do PL das fake news nesta semana

Projeto de lei prevê regulamentação das redes sociais

A Câmara dos Deputados pode votar na quarta-feira (26) a urgência e o mérito do projeto que trata do combate às fake news e regulamenta as redes sociais. O texto, que tramita desde 2020, está em negociação com o relator, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP). O parecer pode ser entregue nesta segunda-feira (24) ou terça-feira (25).

Ele trata, por exemplo, de responsabilização, transparência, monetização e impulsionamento de conteúdo. Na prática, a proposta fala em moderação: pretende ampliar a lista de conteúdo que deve ser retirada do ar antes de uma determinação judicial, segundo o coordenador do Grupo de Trabalho sobre Regulação de Plataformas do Comitê Gestor da Internet, Henrique Faulhaber.

Quando se fala em regulação de plataformas, agora, é para criar uma lista maior de temas que o provedor deve, com o chamado dever de cuidado, fazer intervenções, moderando conteúdo, mesmo antes da ordem judicial. O que teria que ser incluído seria incitação ao ódio, terrorismo e ataques à democracia“.

O projeto estabelece o que é uma conta identificada ou uma inautêntica (aquela que simula a identidade de outra pessoa para enganar o público), rede de distribuição artificial ou uma conta automatizada (gerida por programa de computador, robôs) e também define a respeito de encaminhamento em massa de mensagens (enviadas por mais de cinco usuários no intervalo de até 15 dias para múltiplos destinatários).

O texto trata ainda das responsabilidades dos provedores. O coordenador Henrique Faulhaber ressalta que a proposta não pretende censurar as redes sociais. “Em um assunto que envolve opinião, você não pode deixar à critério das empresas de tirarem do ar aquilo que elas acham que podem dar multa, e, com isso, criar censura“.

A proposta prevê, ainda, a criação de um Conselho de Transparência e Responsabilidade na Internet, composto por 21 conselheiros – entre eles, representantes do Legislativo, do Conselho Nacional de Justiça, do Comitê Gestor da Internet no Brasil e da sociedade civil.

Mesmo com a possibilidade da votação da urgência e do mérito nesta semana, o texto não é unanimidade na Câmara. Parlamentares de partidos como PSOL, PDT e União Brasil apresentaram requerimentos para a criação de uma comissão especial, com isso, o texto seria debatido por mais tempo pelos deputados federais.

Foto: Pedro França/Agência Senado

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Câmara pode votar urgência do PL das fake news nesta semana Read More »

Como a educação superior se conecta e fortalece a agenda ESG

Como a educação superior se conecta e fortalece a agenda ESG

Yduqs e Instituto Yduqs realizam no próximo dia 28/04 seu Fórum anual sobre ESG, uma oportunidade para entender as diversas contribuições das instituições de ensino superior para o desenvolvimento socioambiental do nosso país

Para prestar contas à sociedade de sua agenda com 24 compromissos públicos e explorar as diversas formas de as universidades se conectarem ao tema ESG, a Yduqs, um dos maiores grupos educacionais do país, que atende a 1,2 milhão de alunos, irá realizar, no próximo dia 28 de abril, a segunda edição de seu Fórum ESG – uma oportunidade de aprender sobre ESG e de conhecer estratégias, iniciativas e exemplos de vida que tornam tangíveis os impactos positivos da educação sobre a sociedade. O evento gratuito terá a participação de executivos da empresa e de convidados externos de renome em suas áreas. A transmissão será pelo canal da Yduqs no YouTube, a partir das 15h do dia 28.

A promoção da agenda ESG é um processo que envolve intencionalidade, colaboração e governança. Nós, do setor de educação, temos o privilégio de atuar em uma área que é puro impacto social positivo, mas com esse privilégio vem a responsabilidade de ampliar o acesso à informação, às melhores práticas. Esse é o objetivo do Fórum. Não só contar como estamos, mas ajudar organizações e indivíduos a se enxergarem nessa agenda e a entender mais profundamente o tema”, explica Cláudia Romano, vice-presidente de Relações Governamentais, Sustentabilidade e Comunicação da Yduqs e presidente do Instituto Yduqs, o braço social do grupo, que também assina a realização do evento.

A ideia de que a transformação social que a Educação induz acontece, de fato, quando os egressos chegam ao mundo do trabalho serve como tema central do Fórum de 2023. A jornada do ensino médio ao mercado é, no entanto, repleta de desafios, e o evento irá tratar de soluções possíveis para os principais deles — a questão do acesso amplo, o sucesso acadêmico, o suporte na definição de carreira e o papel da tecnologia como ferramenta para docentes e alunos. Para ampliar o debate, o Fórum terá participações especiais de convidados como a deputada federal Tabata Amaral, o educador e filósofo Gabriel Chalita e a presidente do Instituto Península, Heloísa Morel, além de diversos executivos e docentes da Yduqs.

Relatório de Sustentabilidade

O Fórum irá marcar também o lançamento do Relatório de Sustentabilidade da Yduqs referente ao ano de 2022. Este ano, o documento, referência no gênero, terá formato de relato integrado, asseguração externa independente e um conjunto mais amplo de indicadores, das metodologias GRI e SASB. Entre as 24 metas definidas em 22, destacam-se a oferta de conteúdos de capacitação ambiental de forma transversal nas instituições do grupo, e que irão atingir 2 milhões de alunos até 2025, diversas ações pioneiras na frente ambiental (como a conclusão do inventário completo de gases de efeito estufa e a geração própria de energia elétrica) e o atendimento a mais de 700 mil pessoas por meio de atividades de extensão e ações do Instituto Yduqs. A Yduqs é uma das poucas organizações do país e a única do setor de Educação a ter o rating A pela MSCI, consultoria referência internacional em práticas ESG.

SERVIÇO

II Fórum ESG Yduqs
Dia 28 de abril, às 15h
Transmissão ao vivo e gratuita pelo canal da Yduqs no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=ooKL6-q6w9Y

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Como a educação superior se conecta e fortalece a agenda ESG Read More »

Startup potiguar é classificada em 3º lugar no maior evento de construção civil da América Latina

Startup potiguar é classificada em 3º lugar no maior evento de construção civil da América Latina

Dentre 20 startups selecionadas em todo o Brasil, a Faceponto é a única do RN que participará do programa que é responsável por dar suporte às startups na expansão nacional e internacional

Neste mês de abril, a startup Faceponto participou da maior feira de construção civil e arquitetura da América Latina, a FEICON/ENIC, promovendo as soluções do aplicativo de ponto digital inteligente por georreferenciamento, de mesmo nome, que promete revolucionar a área de engenharia civil com tecnologia de ponta para o gerenciamento de pessoas, e a redução de demandas trabalhistas.

Fruto de muito trabalho e empenho, a startup potiguar foi selecionada durante o evento para a seletiva do Sebrae Like a Boss, conseguindo o terceiro lugar, para participar do programa que oportuniza benefícios tecnológicos, bem como a participação nos eventos Case e Startup Summit, assim como a inscrição na Câmara Brasileira da Indústria da Construção – CBIC, que dará a possibilidade do Faceponto se tornar referência tecnológica para todas as empresas da construção civil.

De acordo com o CMO e Expansão do Faceponto, Raphael Torres, a participação na FEICON/ENIC foi extremamente relevante, pois atestou a virada de chave da construção civil, que cada vez mais busca fazer parte do processo de transformação digital, e reduzir impactos diretamente relacionados com a atividade, assim como os indiretos, no caso da gestão de recursos humanos.

Quanto à participação do pitch, fomos extremamente bem recebidos pela banca de jurados, que conhece a fundo as dores do mercado, e sabe do impacto positivo que a utilização do nosso sistema pode gerar, assim sendo, fomos premiados não só com o reconhecimento, como também com a possibilidade de expandir nosso acesso à CBIC e empresas da área de construção civil”, comenta Raphael.

Para Cássio Leandro, CEO da Faceponto, essa premiação consolida a startup como uma das principais do Rio Grande do Norte. “A expansão de maneira efetiva no Brasil, conquistando novos mercados, novos setores, fixa a Faceponto como um dos principais players de RH do Brasil, levando soluções para empresas, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte. Trazendo benefícios de RH, jurídico e de gestão”, finaliza Cássio.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Startup potiguar é classificada em 3º lugar no maior evento de construção civil da América Latina Read More »

TSE multa advogado que fez petição usando inteligência artificial

TSE multa advogado que fez petição usando inteligência artificial

Ele pagará multa de R$ 2,4 mil por utilizar ChatGPT

O ministro Benedito Gonçalves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu multar em R$ 2,4 mil um advogado que protocolou petição redigida no programa de inteligência artificial ChatGPT.

Na decisão, o ministro considerou que o profissional agiu de má-fé ao tentar ser admitido no processo no qual o tribunal avalia a conduta do ex-presidente Jair Bolsonaro durante reunião realizada, em 2022, com embaixadores para atacar o sistema eleitoral. O profissional não é ligado a nenhuma parte da investigação.

O advogado apresentou ao TSE argumentos redigidos pelo ChatGPT como justificativa para participar do processo como “amicus curiae”, termo jurídico que significa amigo da Corte – um interessado que contribui com esclarecimentos para o julgamento de uma causa.

O documento admite que seria inadequado o TSE seguir as orientações de um programa de inteligência artificial, mas a “inteligência emocional da Constituição cidadã” recomendaria a condenação de Bolsonaro à inelegibilidade.

“Fábula”

Ao avaliar a petição, Benedito Gonçalves afirmou que o advogado enviou uma “fábula” para o tribunal.

Causa espécie que o instituto [amicus], que exige que o terceiro demonstre ostentar representatividade adequada em temas específicos, tenha sido manejado por pessoa que afirma explicitamente não ter contribuição pessoal a dar e, assim, submete ao juízo uma fábula, resultante de conversa com uma inteligência artificial“, escreveu o ministro.

Além disso, o magistrado disse que o advogado, por ser um profissional da área jurídica, tinha conhecimento sobre a inadequação da petição. Uma resolução do TSE não prevê a intervenção de amicus curiae em matéria eleitoral.

Ademais, expressões utilizadas ao final da petição deixam entrever o objetivo de que, com a juntada dessa manifestação a autos de grande relevo, o protesto ganhasse palco impróprio“, concluiu o ministro.

Além de aplicar multa de R$ 2,4 mil ao advogado, cuja identidade não foi revelada, o ministro determinou que o valor seja pago em 30 dias.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

TSE multa advogado que fez petição usando inteligência artificial Read More »

Advogada aponta que redes sociais devem garantir ambiente seguro

Advogada aponta que redes sociais devem garantir ambiente seguro

Especialista concorda com portaria do Ministério da Justiça

As plataformas de redes sociais têm atuado com práticas que violam obrigações previstas no direito do consumidor, de assegurar ambientes seguros de utilização do serviço que não ponham em risco a saúde, a vida e a dignidade das pessoas. A opinião é de Flávia Lefèvre Guimarães, advogada especializada em direito do consumidor e direitos digitais.

A posição coincide com o teor de uma portaria editada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), na última quarta-feira (12), que define uma série de obrigações para essas empresas, incluindo um fluxo de remoção imediata de conteúdos que fazem apologia à violência nas escolas.

Eu apoio a portaria. Estamos falando de conteúdos ilícitos, danosos, que fazem apologia à violência. É algo inequivocamente ilegal e, para tanto, considerando que as plataformas têm obrigação de garantir um ambiente seguro aos seus usuários, ela não pode ficar omissa e passiva diante do que tem acontecido nas redes“, sustenta a advogada.

Nas últimas semanas houve mais dois atentados desse tipo e ameaças de ataques têm se propagado no país inteiro, disseminando pânico e temor entre alunos e familiares. Segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, a Operação Escola Segura já resultou em centenas de prisões, apreensões de adolescentes e buscas em todo o país nos últimos dias.

A edição da plataforma levantou preocupações de especialistas e entidades da sociedade civil sobre impactos na liberdade de expressão e também por ser um ato administrativo com poder de remoção de conteúdos das redes sociais, além de, no limite, até suspender o serviço, como anunciou o ministro Flávio Dino, da Justiça e Segurança Pública, caso as empresas não cumpram as obrigações previstas. Para Flávia Lefèvre, a medida é correta e tem uma incidência definida, que é especificamente a remoção de conteúdos ilegais de propagação de violência, o que justificaria a ação do Estado de forma emergencial.

Quando a gente tem um aparente conflito entre dois direitos, a própria Constituição diz que é preciso aplicar o princípio da proporcionalidade. Quais os bens jurídicos estão em jogo e contemplados na portaria? A segurança das crianças e adolescentes e dos seus pais, que estão sujeitos a essa campanha terrorista, e a liberdade de expressão. A medida, portanto, é proporcional diante dos bens [jurídicos] colocados em risco“, observa.

A única crítica que eu faria é que, como a própria portaria coloca, essas medidas são dotadas de caráter excepcional, emergencial, então teria sido importante que a norma previsse um prazo de vigência“, acrescenta.

Omissão

Flávia Lefèvre aponta também que a portaria ajuda a romper com um ciclo grave de omissão por parte dessas empresas, o que gerou consequências desastrosas para o ambiente democrático do país, ao menos nos últimos cinco anos.

A gente tem visto uma escalada muito grande, desde 2017, com participação ativa das plataformas na difusão de ódio, discursos ilegais e que comprometem a saúde pública, como vimos durante a pandemia, e a própria democracia, como ocorreu nas eleições de 2018 e também de 2022“, argumenta.

Como exemplo, a advogada cita uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), do ano passado, que aponta 75% da desinformação em relação a medicamentos ineficazes contra a covid-19 e desestímulo à vacina. O material foi veiculado pelo Facebook.

Um dos pontos que a portaria tenta rebater é a ideia de que as plataformas seriam meras reprodutoras de conteúdos gerados por terceiros. “As plataformas de redes sociais não são simples exibidoras de conteúdos postados por terceiros, mas mediadoras dos conteúdos exibidos para cada um dos seus usuários, definindo o que será exibido, o que pode ser moderado, o alcance das publicações, a recomendação de conteúdos e contas, e, assim, não são agentes neutros em relação aos conteúdos que nela transitam“, diz um dos trechos do ato normativo do Ministério da Justiça.

Modelo de negócios

Uma das explicações para uma situação generalizada de omissão por parte das plataformas de redes sociais está ligada ao próprio modelo de negócios dessas multinacionais, que se estrutura sobre o uso de dados dos usuários para a venda de aplicações e perfilização de clientes para oferta de serviços e produtos. Daí que conteúdos que geram engajamento nessas redes são financeiramente atrativos para as empresas.

Infelizmente, esse tipo de conteúdo de violência e de ódio gera mais engajamento e mais ganhos para a plataforma”, diz Lefèvre. Mesmo sendo empresas privadas, o alcance sem precedentes dessas plataformas no contexto de influência sobre o debate público torna sua regulação uma garantia democrática.

São empresas privadas cuja atuação afeta direitos fundamentais e o interesse público, porque elas têm controle, com suas práticas algorítmicas, sobre fluxo de informação. É um poder imenso. E o uso de sistemas algorítmicos e inteligência artificial, somado ao controle mundial de mercado, exige uma regulação pública“, defende a advogada.

Regras

Entre outros pontos, a portaria exige o compartilhamento, entre as plataformas de redes sociais e as autoridades policiais, de dados que permitam a identificação do usuário ou do terminal da conexão com a internet que o usuário disponibilizou o conteúdo considerado violento contra escolas. Este trabalho ficará sob coordenação da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), também vinculada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Também segundo a portaria, a Senasp poderá determinar às plataformas que impeçam a criação de novos perfis a partir dos endereços de protocolo de internet (endereço IP) em que já foram detectadas atividades ilegais, danosas e perigosas.

Ainda de acordo com a portaria, a Senasp vai instituir um banco de dados de conteúdos ilegais, contendo links, imagens e vídeos, entre outros, com o objetivo de facilitar a identificação pelos sistemas automatizados das plataformas para que sejam rapidamente removidos.

A portaria não determina prazos específicos de remoção, mas o ministro da Justiça disse que deverá adotar como padrão o prazo máximo de duas horas, o mesmo usado pela Justiça Eleitoral durante as eleições de 2022, para a retirada de conteúdos ilegais nas redes sociais.

No âmbito do direito do consumidor, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) vai instaurar processos administrativos para apuração de responsabilidade de cada empresa em relação à eventual violação do que o ministro Flávio Dino chamou de “dever de segurança e de cuidado” das plataformas em relação a conteúdos violentos contra comunidades escolares.

O descumprimento das medidas, segundo Flávio Dino, poderá acarretar aplicação de multas que podem chegar a R$ 12 milhões ou, nos casos mais graves, até mesmo na suspensão administrativa dos serviços das redes sociais no país.

Outro lado

Após enviar uma representante para se reunir com o ministro da Justiça na última segunda-feira (10), o Google (que controla o YouTube) afirmou, em nota, que participou do encontro “em uma demonstração do comprometimento com as autoridades públicas brasileiras no enfrentamento de desafios sociais, como os recentes episódios de violência em escolas“.

Também temos trabalhado em parceria com outros órgãos públicos e organizações da sociedade civil em prol da segurança das pessoas contra conteúdos nocivos que violam nossas políticas e desrespeitam nossas Diretrizes de Comunidade, a exemplo daqueles que propagam discursos de ódio e outras violências, como demonstra nosso relatório de transparência. Além disso, anualmente, produzimos dados em resposta a milhares de pedidos de autoridades para instrução de investigações criminais no Brasil“, acrescentou o Google.

A Agência Brasil também entrou em contato com as assessorias da Meta (Instagram e o Facebook), mas não recebeu manifestação.

A reportagem não conseguiu contato com representantes do Tik Tok. Já o Twitter não tem mais assessoria de comunicação no Brasil e costuma responder solicitações da imprensa, através de um e-mail internacional, com emoji de fezes.

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Advogada aponta que redes sociais devem garantir ambiente seguro Read More »

Norma obriga redes sociais a retirar conteúdo de apologia à violência

Norma obriga redes sociais a retirar conteúdo de apologia à violência

Ministério da Justiça cria regulação de plataformas e prevê punições

Em meio ao ambiente de pânico envolvendo ameaças e casos de violência no ambiente escolar, o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) anunciou nesta quarta-feira (12) a edição de uma nova portaria com uma série de obrigações para as plataformas de redes sociais. De acordo com o ministro Flávio Dino, a norma assinada por ele traz “medidas práticas e concretas” de regulação do serviço prestado pelo setor, com foco específico na prevenção de violência contra escolas. Nas últimas semanas, ocorreram dois atentados desse tipo e ameaças de ataques têm se propagado no país inteiro.

Pela primeira vez temos um regramento claro de como combater condutas a partir da responsabilização das empresas, que, durante anos, disseram que elas eram neutras e que, portanto, elas não eram responsáveis. E são. O que a portaria afirma é que são responsáveis politicamente, socialmente e juridicamente. Porque essas empresas são prestadoras de serviços, eles selecionam conteúdo que nós visualizamos, eles impulsionam conteúdos, eles influenciam, portanto, no conteúdo que circula na internet“, afirmou em coletiva de imprensa para anunciar a medida.

A portaria prevê, por exemplo, que a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), órgão do Ministério da Justiça, instaure processos administrativos para apuração de responsabilidade de cada empresa em relação à eventual violação do que o ministro chamou de “dever de segurança e de cuidado” das plataformas em relação a conteúdos violentos contra comunidades escolares. É no âmbito desses processos que as plataformas deverão atender a diversas requisições da pasta prevista na norma, como, por exemplo, a obrigação de apresentar relatórios de avaliação de riscos sistêmicos sobre propagação de conteúdos ilícitos, informações sobre risco de acesso de crianças e adolescentes a conteúdos inapropriados para idade, além de conteúdos considerados ilegais, nocivos e danosos, segundo a portaria.

A Senacon também poderá requerer informações sobre risco de propagação e viralização de conteúdos e perfis que exibam extremismo violento, incentivem ataques ao ambiente escolar ou façam apologia e incitação a esses crimes ou a seus perpetradores.

O descumprimento das medidas, segundo o ministro Flávio Dino, poderá acarretar aplicação de multas que podem chegar a R$ 12 milhões ou, nos casos mais graves, até mesmo na suspensão administrativa dos serviços das redes sociais no país.

O que desejamos é a adequação desses serviços. Mas, o processo administrativo estará instaurado e, claro, se não houver o atendimento dessa normatividade ditada sobre violência contra escolas, o processo administrativo vai adiante para que haja aplicação dessas sanções, que vão desde multas até, eventualmente, a suspensão das atividades“, ressaltou Dino. Apesar de ser editada em contexto de crise, a portaria tem prazo indeterminado.

Identificação de autores

Outra determinação da portaria exige o compartilhamento, entre as plataformas de redes sociais e as autoridades policiais, de dados que permitam a identificação do usuário ou do terminal da conexão com a internet que o usuário disponibilizou o conteúdo considerado violento contra escolas. Este trabalho ficará sob coordenação da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), também vinculada ao MJSP.

Também segundo a portaria, a Senasp poderá determinar às plataformas que impeçam a criação de novos perfis a partir dos endereços de protocolo de internet (endereço IP) em que já foram detectadas atividades ilegais, danosas e perigosas.

Ainda de acordo com a portaria, a Senasp vai instituir um banco de dados de conteúdos ilegais, contendo links, imagens, vídeos, entre outros, com o objetivo de facilitar a identificação pelos sistemas automatizados das plataformas, para que sejam rapidamente removidos.

A portaria não determine prazos específicos de remoção, mas o ministro da Justiça disse que deverá adotar como padrão o prazo máximo de duas horas, o mesmo usado pela Justiça Eleitoral, durante as eleições de 2022, para a retirada de conteúdos ilegais nas redes sociais.

Preocupação

A decisão de regular redes sociais por meio de uma portaria ministerial, e não uma lei, levantou preocupações de especialistas e entidades da sociedade civil, apesar da situação de emergência envolvendo atos e ameaças de violência nas escolas. A própria regulação ampla das redes sociais está em discussão atualmente no Congresso Nacional, e é defendida pelo atual governo, que apresentou sugestões ao Projeto de Lei 2.630/2020 ainda no mês passado.

O Estado deve sim olhar para essa questão das escolas com a urgência que ela merece, mas me parece preocupante que, em meio a esse processo de discussão regulatória no Congresso, uma única pasta do governo federal adote uma portaria que prevê medidas muito duras, como a possibilidade de sanções com bloqueio do serviço“, aponta a jornalista e pesquisadora Bia Barbosa, representante do terceiro setor no Comitê Gestor da Internet (CGI.br) e integrante do coletivo DiraCom – Direito à Comunicação e Democracia.

Para Bia Barbosa, o maior problema é a escolha do instrumento legal de regulação. “Hoje temos um governo comprometido com a democracia, mas se a gente muda de contexto, um governo autoritário poderia usar esse tipo de instrumento com sérias ameaças à democracia“, pondera. Segundo a pesquisadora, o ideal teria sido o envolvimento de outros órgãos, incluindo o próprio Poder Judiciário, a quem deveria caber ordens de remoção. “Acho que essa seria uma tarefa para a Procuradoria de Defesa do Estado Democrático de Direito, da Advocacia Geral da União, que poderia acionar a Justiça para dar ordens de remoção num curtíssimo prazo, sem ser um ato administrativo unilateral e sem prazo determinado“.

A pesquisadora defende ainda que o Brasil crie, assim como a União Europeia – citada por Flávio Dino como referência regulatória -, um órgão com atribuição legal para orientar as plataformas no âmbito da moderação de conteúdos. “Em um contexto de crise como este, um órgão regulador poderia adotar medidas excepcionais de definição moderação de conteúdo, num determinado contexto e intervalo de tempo, mas não o governo de plantão. Os padrões internacionais restringem esse tipo de atuação por parte de governantes do Poder Executivo por entender que isso causa um risco excessivo ao exercício da liberdade de expressão”, observa.

A proposta de regulação das plataformas de redes sociais apresentada pelo governo prevê a criação de uma autoridade supervisora independente, nos moldes de outras experiências internacionais.

Rondas escolares

Nesta terça-feira (11), o ministro Flávio Dino assinou um edital de chamamento público para ampliar o programa de segurança nas escolas. Ao todo, serão investidos R$ 150 milhões com recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP). As secretarias de segurança de estados e municípios, ou equivalentes, poderão apresentar projetos em seis diferentes áreas temáticas.

Canais

Denúncias sobre ameaças de ataques podem ser feitas ao canal Escola Segura, criado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, em parceria com a SaferNet Brasil. As informações enviadas ao canal serão mantidas sob sigilo e não há identificação do denunciante.

Acesse o site para fazer uma denúncia.

Em caso de emergência, a orientação é ligar para o 190 ou para a delegacia de polícia mais próxima.

Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Norma obriga redes sociais a retirar conteúdo de apologia à violência Read More »

MPF questiona Twitter sobre postagens que incentivam violência escolar

MPF questiona Twitter sobre postagens que incentivam violência escolar

Órgão aponta falha da rede social no enfrentamento à desinformação

Mais responsabilidade das plataformas pelo conteúdo veiculado nas redes sociais. A cobrança é do Ministério Público Federal que pediu, na terça-feira (11), ao departamento jurídico do Twitter Brasil, informações sobre quais providências estão sendo adotadas para a moderar conteúdos que incentivam a violência nas escolas.

No ofício, o MPF questiona falha da rede social no enfrentamento à desinformação e na fiscalização de conteúdos que causam danos à sociedade no ambiente digital.

O documento, assinado pelo procurador adjunto regional dos Direitos do Cidadão, em São Paulo, Yuri Corrêa, solicita a relação de todos os perfis e conteúdos apontados pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública como propagadores de informações que estimulem a violência.

Para a presidente do Comitê Gestor da Internet no Brasil, Renata Mielli, não existe justificativa aceitável para que as plataformas digitais não atuem para remover conteúdo impróprio, principalmente quando colocam em risco crianças e adolescentes. “A postura, particularmente do Twitter, de manter perfis e conteúdos dando visbilidade a agressores é completamente ilegal e não tem sintonia com a legislação nacional.

Nessa terça-feira (11.abr.2023), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Alexandre de Moraes, disse que espera que as empresas que operam as redes sociais tomem medidas para evitar publicações com conteúdo nazista, homofóbico e antidemocrático nas plataformas.

Procurado, o Twitter não se manifestou até o fechamento desta reportagem.

Canais

Denúncias sobre ameaças de ataques podem ser feitas ao canal Escola Segura, criado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, em parceria com a SaferNet Brasil. As informações enviadas ao canal serão mantidas sob sigilo e não há identificação do denunciante.

Acesse o site para fazer uma denúncia.

Em caso de emergência, a orientação é ligar para o 190 ou para a delegacia de polícia mais próxima.

Foto: Solen Feyissa/VisualHunt

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MPF questiona Twitter sobre postagens que incentivam violência escolar Read More »

Aplicativo potiguar promove soluções em feira de construção e arquitetura da América Latina

Aplicativo potiguar promove soluções em feira de construção e arquitetura da América Latina

Evento acontece entre os dias 11 a 14 de abril, em São Paulo, e terá startup potiguar selecionada pelo Sebrae como um dos expositores no evento que pretende agregar tecnologia na área

A startup potiguar Faceponto é uma das 20 startups brasileiras selecionadas para participar da 27ª edição da FEICON, maior feira de construção civil e arquitetura da América Latina. O evento é a principal plataforma de apresentação e desenvolvimento de tendências e tecnologias destes setores, e também se configura como um momento excelente para construir conexões, impulsionar negócios e oferecer aos profissionais deste mercado oportunidades de relacionamento e acesso às principais inovações do setor.

Contando com mais de 40 construtoras de médio a grande porte no portfólio do Faceponto, a expertise na área coloca a startup em destaque num dos setores que mais carecem de tecnologia de ponta em questão de gerenciamento de pessoal.

De acordo com Raphael Torres, CMO e Expansão do Faceponto, a área de construção civil é uma das que possuem maior quantitativo de demandas trabalhistas relacionadas à jornada de trabalho.

Com a utilização de uma tecnologia de ponta como a nossa, é possível gerir a contabilização automática de horas-extras, oferecer assinatura digital, escalas próprias para a área, e todo aporte de dados que oportuniza maior segurança jurídica que evitam demandas trabalhistas inoportunas. Nesses últimos dois anos adentramos em um grande número de construtoras, como a DoisA, Agaspar, Delta Engenharia, entre outras, otimizando o controle de jornada e reduzindo essas demandas trabalhistas” – explica Raphael.

Ainda segundo Raphael, apesar do setor carecer de tecnologias na área de pessoal, nos últimos anos vem virando o jogo, investindo em inovação e melhorando a sua capacidade competitiva, por isso esse é o melhor momento para apresentar a tecnologia do Faceponto e conquistar novos clientes na engenharia civil.

Com mais de 500 expositores, o evento promete ser histórico, com uma programação diversificada de atrações com palestras, workshops, rotas e inovações,  que abordam as principais tendências, tecnologias e tudo que o profissional da indústria de construção civil e arquitetura precisa saber para se atualizar sobre o mercado.

Foto: Divulgação/FEICON

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Aplicativo potiguar promove soluções em feira de construção e arquitetura da América Latina Read More »

Ministro exige retirada de mensagens de ameaça a escolas de redes sociais

Ministro exige retirada de mensagens de ameaça a escolas de redes sociais

Plataformas serão notificadas sobre perfis e conteúdos suspeitos

O governo federal vai exigir que plataformas criem canais abertos e ágeis para atender solicitações das autoridades policiais sobre conteúdos com apologia à violência e ameaças a escolas nas redes sociais, como a retirada desses perfis, informou nesta segunda-feira (10) o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino.

O ministro cobrou ainda monitoramento ativo das plataformas em relação a ameaças. As plataformas serão notificadas formalmente nesta semana sobre os perfis e conteúdos suspeitos identificados pela pasta da Justiça em conjunto com as polícias dos estados.

Quem descumprir a notificação poderá sofrer sanções, como ser alvo de investigação da Polícia Federal e de medidas determinadas pelos ministérios públicos.

Estamos vendo pânico sendo instalado no seio das escolas e das famílias e não identificamos ainda a proporcionalidade de reação das plataformas com essa epidemia de violência que ameaçam nossas escolas nesse momento”, disse em entrevista à imprensa. “Deixei claro na reunião que, se a notificação não for atendida, vamos tomar as providências policiais e judiciais contra as plataformas. Obviamente, não desejamos isso. Desejamos que as plataformas nos ajudem.”

O ministro reuniu-se hoje com representantes das empresas Meta, Kwai, Tik tok, Twitter, YouTube, Google e WhatsApp para debater ações de prevenção à violência nas escolas e evitar ataques como o ocorrido em uma creche em Blumenau, Santa Catarina, na semana passada, que levou à morte de quatro crianças e deixou várias feridas.

Até o momento, o ministério identificou mais de 511 perfis com divulgação de conteúdo violento contra escolas, identificados nos dias 8 e 9 de abril, somente no Twitter.

De acordo com o ministro, para não retirar o conteúdo e os perfis, as empresas argumentam respeito aos termos de uso e liberdade de expressão. Dino citou um caso em que foi solicitada a retirada de perfis com nome e fotos de homicidas. A plataforma alegou que somente pode derrubar se o perfil postar alguma mensagem de apologia à violência.

O ministro ressaltou que os termos de uso “não se sobrepõem à Constituição, à lei, não são maiores que a vida das crianças e adolescentes brasileiros”.

Estamos em uma fronteira em que oportunistas vão ensaiar o argumento falso de que nós estamos tentando, de algum modo, limitar a chamada liberdade de expressão. Liberdade de expressão não existe para veicular imagens de adolescentes mutilados. Não existe liberdade de expressão para quem está espalhando pânico e ameaças contra escolas. Não existe liberdade de expressão para quem quer matar crianças nas escolas. Não há termo de uso que consiga, juridicamente, servir de escudo para quem quer se comportar de maneira irresponsável”, afirmou.

Sobre o funcionamento do algoritmo das redes e o fato de recomendarem a visualização de conteúdos violentos, o ministro ressaltou que as plataformas devem ser responsabilizadas por esse tipo de recomendação. “Não estamos dizendo que as plataformas de tecnologia são as únicas responsáveis pelo discurso de ódio nas escolas. Sabemos que há múltiplas determinações. Porém, não há dúvida de que, no modo como a sociedade contemporânea se estrutura, um nó fundamental, um elo fundamental na cadeia da violência nas escolas está exatamente na propagação desse discurso por intermédio dessas postagens”, disse.

O Laboratório de Operações Cibernéticas (Ciberlab), do Ministério da Justiça, registrou grande circulação, no Brasil e no exterior, de mensagens com conteúdo de violência referente ao dia 20 de abril. Na entrevista, Flávio Dino descartou risco de ataques na data e ressaltou que a pasta faz monitoramento diário.

Não há nenhuma razão, neste momento, para pânico. O que há é necessidade de fortalecimentos dos mecanismos institucionais e é decisivo o comportamento das plataformas de tecnologia para que possamos ter uma prevenção geral”, disse. No dia 20 de abril de 1999, ocorreu o massacre na escola Columbine, nos Estados Unidos.

Outro lado

A Agência Brasil entrou em contato com as assessorias da Meta (Instagram e o Facebook) e do Google (que controla o YouTube), mas ainda não recebeu manifestação.

A reportagem busca também contato com representantes do Tik Tok e do Twitter. O último não tem mais assessoria de comunicação no Brasil.

Foto: Tracy Le Blanc/Pexels

Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Ministro exige retirada de mensagens de ameaça a escolas de redes sociais Read More »

Dia da Água: Natal Shopping economiza até 60% do volume usado no empreendimento

Dia da Água: Natal Shopping economiza até 60% do volume usado no empreendimento

Tecnologia auxilia no monitoramento para evitar possíveis vazamentos e desperdícios; sistema de purificação faz uso inteligente de volume que seria descartado

Segundo dados da Agência Nacional de Águas e Saneamento (ANA), o uso de água no Brasil deverá aumentar em 24% até 2030, superando a marca de 2,5 milhões de litros por segundo. Entretanto, um fator preocupante levantado pelo Instituto Trata Brasil é que, atualmente, o país desperdiça 40% de toda água potável captada.

No Dia Mundial da Água, celebrado nesta quarta-feira (22.mar.2023), a sociedade é convidada a refletir sobre o consumo consciente. Desde o uso doméstico ao industrial, toda atitude conta na preservação dos recursos hídricos disponíveis. No Natal Shopping, até 60% do volume utilizado nas torneiras consegue ser economizado graças às estratégias tecnológicas adotadas, como um software de automação responsável por monitorar o consumo de água em toda a estrutura.

Essa tecnologia nos tem possibilitado um acompanhamento de perto para evitar possíveis desperdícios, porque podemos identificar vazamentos ou uso incomum de água em qualquer parte do prédio e garantir uma resolução rápida”, conta o superintendente do Natal Shopping, Felipe Furtado.

Outra estratégia é o sistema de Osmose Reversa que, ao tratar a água do poço que abastece o shopping, reaproveita um volume que seria descartado destinando essa água para os mictórios dos banheiros masculinos, sanitários e irrigação de jardins. As torneiras do empreendimento também têm instalado um equipamento chamado de “arejador”: a peça redistribui o fluxo de saída d’água reduzindo sua vazão, o que diminui o fluxo, mas mantém a sensação de volume na lavagem das mãos.

Reciclagem e sustentabilidade

Promover a reciclagem também é uma forma de contribuir com o consumo consciente dos recursos hídricos, uma vez que a água é utilizada em todos os processos de produção do plástico, metal, vidro e outros materiais de maneira direta ou indireta.

Compromissado com essa bandeira, o Natal Shopping destina o material descartado por lojistas e clientes para cooperativas de reciclagem e, apenas em 2022, 89 toneladas de resíduos tiveram o destino correto.

Os clientes também podem trazer de casa os resíduos de plástico, papel, vidro, metal, eletrônicos, e até cápsulas de café e óleo de cozinha, para depositar no Hub de Reciclagem que fica na praça de alimentação. Além disso, os restos de comida deixados pelos clientes na praça também são reciclados, em uma parceria com a Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ/UFRN), e viram adubo orgânico que é comercializado no espaço Sustentabilidade Transforma, ao lado da C&A. O valor arrecadado é usado para ações socioeducativas.

Tentamos sempre pensar em soluções sustentáveis para o nosso shopping e para a nossa comunidade, porque sabemos que quando cada um faz a sua parte, o resultado no final vai ser enorme para toda a comunidade e, claro, para o meio ambiente”, destaca Felipe.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Dia da Água: Natal Shopping economiza até 60% do volume usado no empreendimento Read More »

PF abre inquérito para investigar denúncias de espionagem pela Abin durante o governo Bolsonaro

PF abre inquérito para investigar denúncias de espionagem pela Abin durante o governo Bolsonaro

Software comprado pelo governo permitia o monitoramento de até 10 mil celulares a cada 12 meses

A Polícia Federal (PF) abriu nesta quinta-feira (16.mar.2023) uma investigação para apurar denúncias de que a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) monitorou milhares de celulares de brasileiros durante os primeiros três anos do governo de Jair Bolsonaro. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo na última terça-feira (14.mar.2023) e confirmada pela própria Agência no dia seguinte.

De acordo com a Agência, o contrato de uso do software de localização chamado FirstMile começou no final de 2018, ainda durante o governo de Michel Temer, e foi encerrado em 8 de maio de 2021. A ferramenta permitia o monitoramento de até 10 mil celulares por ano, bastando inserir o número da pessoa.

Além disso, criava históricos de deslocamento e alertas em tempo real da movimentação dos aparelhos cadastrados. A ferramenta foi comprada pela Abin da empresa israelense Cognyte por R$ 5,7 milhões sem licitação.

Em nota, a Abin afirmou que a solução tecnológica não está mais em uso desde 8 de maio de 2021 e que está em processo de aperfeiçoamento e revisão de seus normativos internos, em consonância com o interesse público e o compromisso com o Estado Democrático de Direito.

A investigação será conduzida pela Diretoria de Inteligência Policial da PF. Jair Bolsonaro foi denunciado na Organização das Nações Unidas (ONU), na terça-feira (14.mar.2023), pela Conectas, Artigo 19, Data Privacy Brasil e Transparência Internacional Brasil por uso desordenado de tecnologias digitais e sistemas de monitoramento durante a pandemia de covid-19.

De acordo com o documento apresentado na ONU, entre 2020 e 2022 foram utilizadas tecnologias digitais para a coleta de dados biométricos, de geolocalização e informações de saúde da população sem a devida transparência e participação da sociedade civil.

Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

PF abre inquérito para investigar denúncias de espionagem pela Abin durante o governo Bolsonaro Read More »

Jovens de até 24 anos veem 7 vezes menos TV aberta do que idosos

Jovens de até 24 anos veem 7 vezes menos TV aberta do que idosos

Plataformas de streaming e redes sociais substituem televisão aberta

Estudo de uma empresa de análise de mercado feito nos Estados Unidos revela que adultos passarão mais tempo assistindo a vídeos online do que televisão, em 2023. O motivo é que plataformas como YouTube, Netflix e Tik Tok estão tomando o lugar da TV aberta.

De acordo com o brasileiro Lucas Moreira de Queiros, essa é uma tendência mundial.

Hoje em dia eu praticamente não assisto mais televisão aberta. Sempre que eu pego o controle remoto é pra colocar em algum canal de streaming e aí acabo vendo algum filme ou maratonando alguma série.”

Gabriela Borges, coordenadora do Observatório da Qualidade no Audiovisual e professora da Universidade do Algarve, confirma essa tendência.

Os dados apontados pela pesquisa dos Estados Unidos não me surpreendem, porque na verdade mostram uma certa tendência mundial no crescimento do consumo, principalmente de imagens ou de vídeos – de produção audiovisual de um modo geral“.

Ela cita outra pesquisa recente, feita em 2022, pela Ofcom, a agência reguladora britânica. O levantamento mostra que jovens entre 16 e 24 anos assistem quase sete vezes menos televisão do que pessoas com 65 anos ou mais, passando menos de uma hora em frente à TV.

Eu acho que esse dado também é importante, porque os jovens já não assistem a televisão, mas eles migram e eles assistem conteúdo audiovisual nas plataformas de streaming ou conteúdos on demand e em vídeos de redes sociais.”

Gabriela Borges cita ainda levantamento da empresa Comscore mostrando que 96% dos brasileiros consomem conteúdos jornalísticos em dispositivos móveis. Por isso, ela defende políticas públicas que promovam a educação midiática.

[Os dados] também evidenciam a necessidade do Brasil começar a pensar em políticas públicas, que promovam, de certo modo, a educação midiática, porque diferentemente do que é exibido na televisão, que tem um crivo jornalístico – principalmente se a gente pensa na questão das notícias – nas redes sociais a produção de informação é feita de forma desordenada, isto é: qualquer um pode produzir conteúdos. Mas mais alarmante do que qualquer um produzir conteúdos é o fato de que existem cada vez mais canais de desinformação“.

Na opinião de Gabriela Borges, a tendência é para um consumo cada vez maior das redes sociais nos próximos anos.

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Jovens de até 24 anos veem 7 vezes menos TV aberta do que idosos Read More »

Siga Antenado: ainda dá tempo de assistir aos desfiles das escolas do Grupo Especial do Rio com antena digital

Siga Antenado: ainda dá tempo de assistir aos desfiles das escolas do Grupo Especial do Rio com antena digital

Mais de mil famílias de baixa renda que moram em 15 municípios do RN podem trocar gratuitamente sua antena parabólica tradicional pelo modelo digital

Falta menos de uma semana para uma das datas mais esperadas do ano, o Carnaval. E para quem não deixa de assistir aos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro pela TV, a dica é: ainda dá tempo de acompanhar toda a transmissão, que acontece nos dias 19 e 20 de fevereiro, com imagem e som de cinema. Mais de mil famílias de baixa renda que moram em 15 municípios do Rio Grande Norte podem trocar gratuitamente sua antena parabólica tradicional pelo modelo digital.

Os equipamentos são instalados pela Siga Antenado, entidade não governamental e sem fins lucrativos responsável pelo processo de substituição das antenas no país. Estão na lista, além de Natal, as cidades Arês, Bom Jesus, Ceará-Mirim, Extremoz, Goianinha, Ielmo Marinho, Macaíba, Maxaranguape, Monte Alegre, Nísia Floresta, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, São José de Mipibu e Vera Cruz.

Para fazer o agendamento e solicitar a instalação do kit gratuito, é preciso atender alguns requisitos: ser inscrito em programas sociais do Governo Federal (CadÚnico) e ter na residência uma parabólica tradicional instalada e funcionando. Para saber se tem direito, a população deve ter o CPF ou NIS em mãos e entrar em contato pelo número 0800 729 2404 ou pelo site sigaantenado.com.br

Vão desfilar no dia 19 as escolas Império Serrano, Acadêmicos do Grande Rio, Mocidade Independente de Padre Miguel, Unidos da Tijuca, Acadêmicos do Salgueiro e Estação Primeira de Mangueira. No dia 20, as agremiações são Paraíso do Tuiuti, Portela, Unidos de Vila Isabel, Beija-Flor de Nilópolis e Unidos do Viradouro.

“A nova parabólica digital tem uma tecnologia mais moderna, que oferece novos canais, programação regional e melhor qualidade de imagem e de som. A troca deve ocorrer porque, em breve, a parabólica tradicional deixará de funcionar”, afirma o presidente da Siga Antenado, Leandro Guerra. As famílias que utilizam sistemas de transmissão para assistir televisão, como antena digital espinha de peixe (instalada no telhado da casa), antena digital interna e TV por assinatura, mesmo que beneficiarias de programas sociais, não estão enquadradas nas exigências para receber o equipamento e a instalação gratuitos.

Vão desfilar no dia 19 as escolas Império Serrano, Acadêmicos do Grande Rio, Mocidade Independente de Padre Miguel, Unidos da Tijuca, Acadêmicos do Salgueiro e Estação Primeira de Mangueira. No dia 20, as agremiações são Paraíso do Tuiuti, Portela, Unidos de Vila Isabel, Beija-Flor de Nilópolis e Unidos do Viradouro.

Sobre a Siga Antenado

Siga Antenado é o nome fantasia da EAF (Entidade Administradora da Faixa), criada por determinação da Anatel. É a entidade responsável por apoiar a população durante a migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais (Banda C) para o sinal das parabólicas digitais (Banda Ku). A Siga Antenado é formada pelas operadoras Claro, TIM e Vivo, que foram as vencedoras dos blocos nacionais do leilão do 5G, com as licenças da faixa 3,5 GHz.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/VisualHunt/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Siga Antenado: ainda dá tempo de assistir aos desfiles das escolas do Grupo Especial do Rio com antena digital Read More »

Rio Grande do Norte: MPF denuncia homem por incitar genocídio por meio das redes sociais

Rio Grande do Norte: MPF denuncia homem por incitar genocídio por meio das redes sociais

Segundo o órgão, o acusado assumiu um discurso de ódio contra muçulmanos, judeus, negros, mulheres e homossexuais

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu à Justiça Federal no Rio Grande do Norte denúncia contra um homem acusado de promover incitação ao genocídio por meio da internet. As investigações constataram a existência de pelo menos dois perfis do mesmo homem, utilizados para a disseminação de discurso de ódio na rede social.

O denunciado teria utilizado os perfis no Facebook, entre 2017 e 2019, para incentivar outros usuários a se armarem a fim de matar muçulmanos. Em outras ocasiões, o homem, de 40 anos, teria tecido comentários racistas e enaltecido grupos supremacistas. Se aceita a denúncia, ele responderá pela prática de crime previsto na Lei 2.889/1956, que define e pune o genocídio.

Em maio de 2020, depois de representação enviada ao MPF, o órgão, em conjunto com a Polícia Federal, realizou operação na casa do homem acusado. Na ocasião, foram apreendidos um smartphone, dois HDs externos e dois computadores cujo conteúdo, segundo relatório de análise do Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos da Polícia Federal (GRCC) revelou traços racistas, feminicidas, nazistas e antissemitistas da personalidade do homem.

A denúncia do MPF ressalta que as conversas e postagens feitas por ele demonstram que, pelo menos entre janeiro de 2017 e abril de 2019, houve uma atuação permanente e direcionada na conduta do acusado, tendo como alvo judeus, muçulmanos, mulheres, negros e homossexuais. Além do material discriminatório, os equipamentos apreendidos também continham pornografia infantojuvenil, um manual sobre a modificação de armas de fogo para ocultação e conteúdo inerente a massacres ocorridos em escolas dos Estados Unidos.

O procurador da República que está à frente do caso, Ronaldo Sérgio Fernandes, observa que a conduta do denunciado é preocupante e vai muito além da liberdade de expressão. Segundo Fernandes, os atos “despertam enorme preocupação, porquanto denotam uma ação voltada, de fato, não só para a disseminação de ódio e discriminação em relação a determinados grupos da sociedade, mas também para estimular a prática de outros crimes graves contra eles, notadamente com o fim de dizimá-los”.

O MPF destacou, ainda, que ao caso não cabe proposta de acordo de não persecução penal diante da gravidade da conduta praticada. O crime de incitação ao genocídio (art. 3.º da Lei n.º 2.889/1956) é previsto em instrumentos internacionais ratificados pelo Brasil e internalizados no ordenamento jurídico brasileiro. Entre os instrumentos, estão a Convenção para Prevenção e a Repressão do Crime de Genocídio, de 1948, e o Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos de 1966.

O caso surgiu a partir de denúncia apresentada junto à Procuradoria da República do Município de Cachoeira do Sul (RS). Após a identificação do endereço do qual eram feitos os acessos aos perfis, o caso foi enviado para a Procuradoria da República no Rio Grande do Norte.

Foto: Acid Pix/VisualHunt/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Rio Grande do Norte: MPF denuncia homem por incitar genocídio por meio das redes sociais Read More »

Arena das Dunas inicia implantação de tecnologia de reconhecimento facial em seu controle de acesso

Arena das Dunas inicia implantação de tecnologia de reconhecimento facial em seu controle de acesso

Tecnologia já é adotada nos principais estádios da Europa e começará a operar, em fase de teste, no próximo domingo, durante o clássico entre América e ABC

A Arena das Dunas vai realizar, no próximo domingo (12.fev.2023), durante o jogo entre América e ABC, seu primeiro teste com a tecnologia de reconhecimento facial. A ferramenta, neste primeiro momento, será implementada em um número limitado de catracas. De acordo com o estádio, a implantação da tecnologia tem o propósito de garantir a modernização de sua estrutura e entregar uma melhor experiência aos torcedores.

Com o uso da biometria facial em nossos portões, poderemos oferecer não apenas uma expressiva otimização no tempo de espera dos torcedores nas filas – reduzindo para poucos segundos cada acesso –, mas também, e principalmente, uma maior segurança para os usuários, que não precisarão sequer levar o ingresso impresso ao estádio, tudo através de um sistema antifraudes”, afirmou Mateus Cunha, gerente de operações da Arena das Dunas.

A iniciativa, além de deixar a operação mais ágil, permite que o torcedor adicione todos os documentos que deve levar aos jogos, tais como ingresso e identidade em um só aplicativo e na hora que for entrar, basta simplesmente mostrar o rosto e passar pela catraca. “Dessa forma, o torcedor pode ir assistir ao seu time sem preocupação em levar esses documentos, na carteira ou na bolsa, tudo com muito mais comodidade e segurança”, acrescenta Mateus.

A Arena das Dunas busca implementar a biometria facial em suas catracas gradativamente ao longo dos jogos e eventos de seu calendário. A tendência é que o estádio passe a utilizar a tecnologia em sua estrutura em um percentual cada vez maior com o passar do tempo.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Arena das Dunas inicia implantação de tecnologia de reconhecimento facial em seu controle de acesso Read More »

Site do PT é invadido por hacker e mostra foto do ex-ator pornô Kid Bengala

Site do PT é invadido por hacker e mostra foto do ex-ator pornô Kid Bengala

Até o momento, o responsável ainda não foi identificado

O site do Partido dos Trabalhadores (PT) foi invadido na madrugada deste domingo (29.jan.2023), e passou a mostrar uma foto do ex-ator pornô Kid Bengala com frases contra o partido na página inicial. A página foi recuperada por volta das 8h. Até o momento, o responsável ainda não foi identificado.

Com o ataque, a mensagem na página inicial mostrava a foto do ex-ator com a frase: “HACKEADO! E AE PT!! ROUBANDO MUITO AÍ?“. Na parte inferior do card, aparece a frase: “Assim como o Brasil tá f* com o molusco na presidência, a segurança de vocês também está“.

Além da foto do ex-ator, o invasor postou mensagens contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o partido, além de colocar link de um site de vídeos pornô. O partido ainda não se posicionou sobre o caso.

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Site do PT é invadido por hacker e mostra foto do ex-ator pornô Kid Bengala Read More »

Centenas de famílias recebem kit gratuito da parabólico digital no RN

Centenas de famílias recebem kit gratuito da parabólico digital no RN

Recebimento ocorre por meio da Siga Antenado

No Rio Grande do Norte, as famílias inscritas em programas sociais do Governo Federal e que tenham antena parabólica tradicional em funcionamento já estão recebendo a instalação do kit gratuito com a nova parabólica digital, por meio da Siga Antenado.

Mais de 530 agendamentos foram feitos e cerca de 370 instalações foram concluídas em 15 municípios da Grande Natal. Para verificar se tem direito ao kit gratuito, a população deve acessar o site sigaantenado.com.br ou ligar gratuitamente para 0800 729 2404 com o CPF ou NIS em mãos.

A população de baixa renda das cidades de Natal, Arês, Bom Jesus, Ceará-Mirim, Extremoz, Goianinha, Ielmo Marinho, Macaíba, Maxaranguape, Monte Alegre, Nísia Floresta, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, São José de Mipibu e Vera Cruz, no RN, já pode fazer o agendamento para a instalação gratuita da nova parabólica digital em suas residências.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Centenas de famílias recebem kit gratuito da parabólico digital no RN Read More »

'Não Me Perturbe': plataforma fecha 2022 com 11 milhões de cadastros

‘Não Me Perturbe’: plataforma fecha 2022 com 11 milhões de cadastros

Mecanismo bloqueia chamadas de telemarketing

Mecanismo que permite o bloqueio de chamadas não desejadas de empresas, a plataforma Não Me Perturbe fechou 2022 com 11 milhões de números de telefone cadastrados. Isso representa crescimento de 1,45 milhão de números em relação a 2021.

Segundo a Conexis Brasil Digital, que reúne as empresas de telecomunicações e de conectividade, o número de cadastros equivale a 3,8% da base de 288,6 milhões de telefones fixos e móveis existentes no Brasil.

Em operação desde julho de 2019, a plataforma permite que as pessoas bloqueiem chamadas de telemarketing vindas de empresas de telecomunicações e de oferta de crédito consignado. O mecanismo, no entanto, não bloqueia ligações, por exemplo, de planos de saúde ou de redes varejistas.

Quem quiser bloquear seus números de celular e telefone fixo para não receber ligações de telemarketing desses dois setores (telecomunicações e crédito consignado) deve fazer o cadastro diretamente no site Não Me Perturbe ou por meio dos Procons em todo o país. O bloqueio ocorre em até 30 dias após o cadastro no site.

A maior parte dos números bloqueados está no estado de São Paulo, com 5,17 milhões de números registrados. São Paulo também concentra a maior base de clientes do país, com 87 milhões de celulares e de telefones fixos. O Distrito Federal tem a maior proporção de telefones cadastrados na plataforma, com 7,1% da base de telefones fixos e móveis do DF.

Em operação desde julho de 2019, a plataforma Não Me Perturbe faz parte das medidas de autorregulação do setor para melhorar a relação com os consumidores. Desde então, o número de cadastrados cresceu ano a ano, mas só superou a marca de 10 milhões em 2022. Em novembro do ano passado, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o volume de queixas caiu 29% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

‘Não Me Perturbe’: plataforma fecha 2022 com 11 milhões de cadastros Read More »

Porto-indústria do RN deverá ser instalado em Caiçara do Norte

Porto-indústria do RN deverá ser instalado em Caiçara do Norte

Governo do RN investe na contratação do estudo de viabilidade. O Porto-Indústria pode gerar 50 mil empregos, apenas na primeira fase de operação

De acordo com estudo desenvolvido por pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o local de maior viabilidade técnica à instalação do porto-indústria é o município de Caiçara do Norte, no litoral norte do estado. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (20.jan.2023), após a apresentação de um relatório.

O governo do Estado afirmou que, em parceria com a UFRN, investiu na contratação dos estudos para balizar uma tomada de decisão técnica. Segundo o governo, a ação é inédita.

O porto-indústria é um equipamento essencial à viabilidade de projetos para exploração de energia eólica offshore (no mar) e a exportação de diversos outros produtos, entre eles o hidrogênio verde (H2V).

De acordo com o Executido estadual, os estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental apontam o município de Caiçara do Norte como a região que melhor responde aos critérios de área para a instalação desse equipamento no RN.

O professor Mario Gonzalez, do Departamento de Engenharia da Produção da universidade, coordenou o estudo. Os dados apontam que apenas, na primeira fase de operação do Porto, podem ser gerados ao menos 50 mil empregos no estado.

O estudo de viabilidade é uma condição essencial para a tomada de decisões, seja do ponto de investimentos públicos, ou na busca por potenciais investidores privados. “A transição energética é uma agenda irreversível, e acho que o Rio Grande do Norte não pode perder essa oportunidade. Vai ser muito desafiador, mas não vamos nos acomodar, temos que ter ousadia para pensar no melhor, primeiro para o povo do Rio Grande do Norte, depois para no que isso vai projetar o Brasil”, enfatiza a governadora dizendo que “é papel nosso pensar nas gerações futuras”.

A governadora autorizou o início do EIA/RIMA, que é o estudo e relatório ambiental, dando, assim, continuidade aos estudos técnicos para a construção do porto-indústria em Caiçara do Norte, que, segundo o relatório técnico, terá condições de começar a funcionar em meados de 2026.

Ainda segundo o governo, a perspectiva é de que 50 mil empregos sejam gerados ainda no início da operação do empreendimento. Ou seja, na primeira fase (de 1 a 4 anos), se dá “porque na primeira fase já teremos o cais, uma retroárea definida, a fabricação de peças e componentes, indústrias instaladas de operação e manutenção, que gera muitos empregos, porque são serviços. Portanto, já estará funcionando”, esclarece Hugo Fonseca, coordenador do Desenvolvimento Energético da Secretaria do Desenvolvimento Econômico (Sedec).

Fátima afirmou ainda que a construção do porto-indústria permite bem mais que a geração de empregos. Com a construção do porto-indústria, o RN assume o protagonismo da transição energética no país, avançando na produção de energia sustentável. Com a finalidade principalmente de produzir energia no mar (offshore) e hidrogênio verde (considerado o combustível do futuro).

O porto também tem expectativas de trabalhar com diversos outros setores econômicos, como fruticultura, sal, mineração, pesca, óleo e gás, e também de energia eólica, fortalecendo a industrialização do estado. Dada a grandeza e importância do projeto, a governadora Fátima Bezerra afirmou que levará a agenda para o ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França.

Devido ao alto potencial do estado para geração de energia de fontes renováveis, e a tendência mundial para a prática da ‘economia verde’ em todos os setores econômicos, o porto-indústria do RN deveria ter a denominação de Porto-Indústria Verde”, afirma o professor Gonzalez.

O conceito de “energia verde” é aquele que trabalha com geração de energia sem grandes impactos ambientais por meio de fontes sustentáveis. “Os portos dos países mais desenvolvidos estão trabalhando para se transformar em ‘verdes’. Mas aqui já podemos nascer ‘verdes’, dentro dessa perspectiva”, explica o professor, destacando que um porto-indústria também tem a função de fabricar, armazenar mercadorias, além de preparar mercadorias, por exemplo, para instalação de parques eólicos, como também para movimentar cargas.

O estudo

O governo do Estado investiu no valor 1 milhão e cem mil reais, na contratação do que foi desenvolvido pela UFRN e já havia apresentado resultados como o Atlas Eólico e Solar do Rio Grande do Norte e o Hub de Serviços para eólica onshore (em terra) e offshore (no mar). Além desses, o Estudo de Alternativa Técnica e Locacional para Infraestrutura de Transmissão Offshore e o Programa Norte-rio-grandense de Hidrogênio Verde também fazem parte da proposta mais ampla, que é o porto-indústria verde, um projeto de desenvolvimento econômico e sustentabilidade energética no Rio Grande do Norte. Todos esses estudos técnicos dão segurança às empresas que já apontam seu interesse no setor visando instalar-se no estado, sinalizando adequadamente para o investidor, criando um ambiente de confiança para o investimento e a Parceria Público Privada (PPP).

Esse projeto não chegou de paraquedas. Ele começou em 2019 e faz parte de uma carteira de projetos que a gente considera estratégica em setores importantes, e que tem essa característica de sustentabilidade”, afirma Hugo Fonseca.

O estudo de viabilidade técnico-econômica-ambiental apresentado nessa quinta-feira (19) à governadora e para gestores e técnicos dos órgãos do Estado, como do IDEMA e da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, contou com profissionais de diversas áreas, como de análise econômica e financeira, biologia e oceanografia, geologia marinha e ambiental, engenharias, assim como de logística e infraestrutura portuária, entre outros, contando, inclusive, com acadêmicos de universidades do Reino Unido e da Dinamarca.

O projeto está dividido em várias fases, e a fase atual, que é a fase um, foi justamente esse estudo de viabilidade, onde foi atestado que o projeto pode seguir adiante, o que foi autorizado pela governadora através da determinação do início do EIA/RIMA.

Além de avaliar a localização geográfica, que culminou na escolha de Caiçara do Norte como local ideal, o estudo apresentou um plano estratégico para operacionalização do porto-indústria e o desenvolvimento de sua cadeia produtiva e industrial.

Ainda segundo o governo do Estado, os benefícios do empreendimento para o Rio Grande do Norte são inúmeros, a começar pelo fortalecimento da industrialização do estado e pela geração de empregos e capacitação de mão de obra. Sem falar nos benefícios fiscais e econômicos, na redução do custo logístico e na melhoria da infraestrutura logística marítima, além da maior competitividade no setor de energias renováveis, no qual o Rio Grande do Norte já assume protagonismo como líder nacional.

Foto: Raiane Miranda

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Porto-indústria do RN deverá ser instalado em Caiçara do Norte Read More »

Inovação e Sustentabilidade: frigorifico vira agência de marketing digital

Inovação e Sustentabilidade: frigorifico vira agência de marketing digital

A sede da agência conta hoje com sistema de placas de geração de energia solar

Criada há oito anos a partir de uma vontade de fazer diferente, quando o digital ainda não era tendência e parte do mercado não acreditava em sua efetividade, a AAgência mudou, expandiu seus horizontes, abraçou as novas tendências do mercado digital e passou a olhar para além das telas, planejando, criando e produzindo resultados feitos para durar.

Para marcar esse momento, pensando na inovação e sustentabilidade – pilares marcantes da empresa – a agência desenvolveu um projeto pioneiro para sua nova sede, transformando um frigorifico em um escritório auto-sustentavel, adaptável e conectado com as melhores tecnologias disponíveis no mercado.

A sede da agência conta hoje com sistema de placas de geração de energia solar, organização de coleta de lixo para reciclagem, ecoponto de lixo eletrônico, projeto de iluminação natural, além de banir o uso de materiais descartáveis dentro da empresa.

O projeto foi idealizado pelo publicitário e fundador da Agência Digital, André Torquato, e seus parceiros, Amerson Lucas, CEO da Resete, e Nathalia Torquato, arquiteta. A ideia segue uma tendência mundial de Retrofit Verde, seguida por grandes corporações, essencial para revitalizar edifícios, ou espaços históricos de uma forma sustentável e responsável, dando vida a um novo ambiente.

A palavra retrofit, de origem inglesa, surgiu na Europa e se refere a novidades em novos projetos e espaços sem descaracterizar elementos originais e históricos. Projetos como esse da Agência Digital promovem o bem-estar ambiental e também geram resultados positivos para setores como o imobiliário. A ressignificação e ocupação de antigos imóveis promove a valorização dos bairros e localidades onde os novos empreendimentos são encontrados.

Sempre acreditamos que poderíamos fazer diferença. É assim que queremos trabalhar e resolver tanto na agência, como em nossos projetos: de forma inteligente e sustentável”, explica o diretor da agência, André Torquato.

Para nos comprometermos com um futuro em que queremos viver, estamos pensando desde o físico, com o reaproveitamento do espaço, utilização de energia renovável, uso consciente de lixeiras, água e energia, até ações com colaboradores utilizando de técnicas de employer branding”, finaliza.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Inovação e Sustentabilidade: frigorifico vira agência de marketing digital Read More »

Saiba se você tem direito à instalação gratuita da nova parabólica digital

Saiba se você tem direito à instalação gratuita da nova parabólica digital

Um dos pré-requisitos é ser beneficiário de programas sociais do Governo Federal

Cerca de 16,6 mil famílias de baixa renda de 15 cidades do Rio Grande do Norte terão direito à instalação gratuita da nova parabólica digital. A substituição é feita pela Siga Antenado, entidade criada por determinação da Anatel, responsável por apoiar a população durante a migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais (Banda C) para o sinal das parabólicas digitais (Banda Ku).

Estão na lista, além da capital Natal, Arês, Bom Jesus, Ceará-Mirim, Extremoz, Goianinha, Ielmo Marinho, Macaíba, Maxaranguape, Monte Alegre, Nísia Floresta, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, São José de Mipibu e Vera Cruz. A instalação da nova parabólica digital é necessária para que a tecnologia 5G possa ser ativada com todo o seu potencial. Como a tecnologia vai operar na mesma frequência da parabólica tradicional (Banda C), a população que utiliza esse serviço para receber sinal de TV aberta deverá trocar seus equipamentos pelos que operam em outra faixa, a Banda Ku.

O presidente da Siga Antenado, Leandro Guerra, destaca os benefícios da nova antena. “Os benefícios mais visíveis são novos canais, programação regional e melhor qualidade de imagem e de som. Os equipamentos, tanto a antena quanto o receptor, também são mais modernos. E a programação continua aberta, gratuita”, explica.

O aposentado Francisco Rodrigues, 64 anos, morador do bairro Guarapes, em Natal, já garantiu a instalação da nova antena, e percebeu a diferença na qualidade do sinal. “Assistir à TV agora é outra coisa, muito melhor. Tanto a imagem, quanto o som ficaram melhores. Além disso, agora assisto toda programação local sem problemas. Estou gostando muito e toda minha família também notou a diferença”, comemora.

Quem tem direito à substituição gratuita?

A instalação gratuita é destinada às famílias de menor renda inscritas em Programas Sociais do Governo Federal – como Auxílio Brasil, Pronatec, Carteira do Idoso, entre outros – e que já tenham a antena parabólica tradicional em pleno funcionamento no momento da visita dos técnicos.

Como fazer o agendamento?

Os beneficiários de programas sociais devem acessar o site sigaantenado.com.br. No lado direito e no alto da tela, clique no botão “Programa de Distribuição de Kit”. Na tela que surgir, informe o NIS (Número de Identificação Social) ou CPF. Se a distribuição já tiver começado em sua cidade e seu nome estiver na lista, preencha um questionário para que nossa equipe verifique se está apto a fazer o agendamento. Outra opção é ligar para o ligar para 0800 729 2404.

Não tenho direito ao kit gratuito. O que fazer?

Quem tem a parabólica tradicional e não tem direito ao kit gratuito, deve procurar lojas de eletrônicos ou os antenistas que atuam em sua região. Eles poderão dar toda a orientação necessária para a aquisição e instalação da nova parabólica digital e do receptor adequado para a banda Ku.

Apenas quem assiste TV pela parabólica tradicional precisa substituir os equipamentos pela nova parabólica digital, inclusive o receptor. Mas quem já assiste TV pelo sinal digital terrestre (antena espinha de peixe), pela parabólica digital, por streaming (internet) ou é cliente de TV paga, não precisa fazer nada, pois não sofrerá qualquer impacto pela mudança.

Siga Antenado

A Siga Antenado é uma instituição não governamental criada por determinação da Anatel. Sem fins lucrativos, a entidade é a responsável por apoiar a população de menor renda durante a migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais (Banda C) para o sinal das parabólicas digitais (Banda Ku).

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Saiba se você tem direito à instalação gratuita da nova parabólica digital Read More »