Aplicativo enturma calouros introvertidos em universidades

Aplicativo enturma calouros introvertidos em universidades

Cheers, do Paraná, criou uma plataforma que traz informações de dentro dos cursos e atléticas, ajudando na integração de novos alunos

Sair do Ensino Médio e desembarcar na sala de aula de uma universidade, embora seja um momento de euforia, também é de novos desafios e descobertas. Para os mais introvertidos, o universo acadêmico pode parecer inóspito, gerando ansiedade e, não raro, levando os recém-matriculados à desistência da graduação.

Atenta a essa realidade, a Cheers, primeira universitech do Brasil, utiliza recursos digitais para integrar aqueles que acabam de iniciar essa transição.

“Sabemos que é realmente desafiador chegar à universidade sem saber como funcionarão as aulas, a grade e, muitas vezes, sem ter muitos amigos. A faculdade se torna a segunda casa dos estudantes e precisa ser acolhedora”, diz Pedro Viggiano, sócio fundador da Cheers.

Com esse propósito, a universitech criada em 2018 congrega, em uma plataforma exclusiva, um menu completo para ajudar os calouros neste importante momento de adaptação, ao mesmo tempo em que contribui com as atléticas estudantis – que são as responsáveis pela interação entre alunos e com a instituição de ensino.

Time da Cheers

“A Cheers, por meio de seu site e aplicativo, visa enriquecer as experiências no ecossistema universitário. Neste momento, estamos caminhando para a consolidação da plataforma como a rede social oficial dos universitários. Isso vem de um processo de desenvolvimento e aprimoramento de nossas soluções que atendam às diversas necessidades desse público em toda a sua jornada. Nossa missão é fazer ‘viver a universidade”, destaca o CEO da empresa, Gabriel Russo.

A plataforma é gratuita e concentra, por exemplo, toda a agenda de eventos promovidos pelos centros acadêmicos e atléticas em um menu intuitivo, que permite ao estudante escolher o que lhe agrada, comprar ingressos e, claro, ampliar seu networking de amizades e novas relações.

Além disso, os estudantes podem encontrar no esporte dentro das instituições opções de entrosamento e melhor adaptação ao novo ambiente estudantil. Assim, a Cheers oferece a ‘Plataforma do Gerenciamento Esportivo’, onde é possível aos estudantes se cadastrarem e participarem das atividades geridas pelas atléticas. Além disso, a ferramenta envia notificações segmentadas pelo app, avisando atletas sobre treinos, por exemplo.

Enturmado, enfim, o acadêmico também pode vestir a camisa de sua universidade: por meio da opção do App ‘Cheers Supply’, a plataforma dá todo o suporte às entidades acadêmicas para a confecção de produtos de seus cursos e aos alunos permite a compra facilitada de moletons, camisetas, bonés e uma lista bem ampla de itens.

Segundo Russo, a Cheers, se propõe a olhar o estudante de forma diferenciada e acolhedora, especialmente no momento de seu ingresso no curso superior. Tem dado certo, e por isso, a empresa tem metas ambiciosas: nos próximos três anos, pretende triplicar o total de universitários brasileiros impactados, passando dos atuais 1 milhão para 3 milhões, além de oferecer ainda mais soluções ao longo dessa jornada.

O mercado é vasto. Apenas neste ano de 2024, oito em cada dez jovens brasileiros têm a vontade de ingressar no Ensino Superior, segundo a SEMESP, entidade que representa as faculdades particulares do Brasil.

MAIS INFORMAÇÕES

Sobre a Cheers: https://cheers.com.br/ e https://saibamais.cheers.com.br/

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês