Tag D3 em idosos - Por dentro do RN

D3 em idosos

Em Natal, população a partir dos 65 anos já pode tomar dose de reforço (D3)

Em Natal, população a partir dos 65 anos já pode tomar dose de reforço (D3)

Teve início nesta quarta-feira (6) a vacinação da dose de reforço para o público a partir de 65 anos em Natal. As informações são da Prefeitura municipal, que afirma que a população pode comparecer a qualquer ponto vacinal da cidade para receber a D3 da vacina contra a Covid-19. A partir da quinta-feira (7), a vacinação será para o público de 60 anos e mais.

De acordo com a gestão municipal, será ampliada a aplicação da D3 para os idosos de 65 anos que tenham se imunizado há pelo menos seis meses com as duas doses ou dose única de qualquer imunizante contra a Covid-19 e sejam residentes da capital. Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal) também vai ampliar o prazo da D2 de Oxford, nesta quarta (06) para aqueles que tomaram a primeira dose até 22 de julho.

Além da população de 65 anos, a SMS/Natal informa que no site https://vacina.natal.rn.gov.br é possível ver todos os públicos em vacinação, documentação, dúvidas frequentes e demais informações sobre e vacinação na capital. Também teve início nesta quarta-feira (6), o início da aplicação da D3 para os imunossuprimidos, de acordo com os critérios do Plano Nacional de Operacionalização do Ministério da Saúde.

“Os indivíduos desse grupo devem apresentar laudo médico que comprove estar dentro dos critérios listados abaixo. O intervalo mínimo para a terceira dose de reforço deverá ser de 28 dias após a segunda dose do esquema vacinal completo”, afirma a nota da secretaria.

As pessoas que receberão a dose adicional são:

  • Imunodeficiência primária grave
  • Quimioterapia para câncer
  • Transplantadas de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras
  • Pessoas vivendo com HIV/Aids
  • Uso de corticoides em doses > 20mg/dia de prednisona, ou equivalente, por > 14 dias
  • Uso de drogas modificadoras da resposta imune (ver abaixo)
  • Pacientes com hemodiálise
  • Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, autoinflamatórias, doenças intestinais inflamatórias)

Drogas modificadoras da resposta imune e doses consideradas imunossupressoras:

  • Metotrexato
  • Leflunomida
  • Micofenolato de mofetila
  • Azatipirina
  • Ciclofosfamida
  • Ciclosporina
  • Tacrolimus
  • 6-mercaptopurina
  • Biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, Canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, Secukinumabe, ustekinumabe)
  • Inibidores de JAK (Tofacitinibe, baracitinibe e Upadactinibe)

SEGUNDA DOSE


CORONAVAC

  • As pessoas que completaram os 28 dias da primeira dose do imunizante CoronaVac podem procurar as UBS do município ou qualquer drive-thru para receber a segunda dose.

OXFORD

  • UBS do município e todos os drives estarão com aplicação da D2 da Oxford para quem se vacinou até o dia 22 de julho.
  • Grávidas que tomaram a D1 de Oxford.
  • As gestantes que tomaram a primeira dose com o imunizante Oxford e que, por recomendação do Ministério da Saúde, não tomaram a segunda dose poderão completar seu esquema vacinal com o imunizante da Pfizer e em todas as UBS do município ou qualquer ponto de aplicação.

PFIZER


A segunda dose da Pfizer está disponível nas UBS do município ou nos drives Nélio Dias, Palácio dos Esportes, Via Direta ou ginásio do Sesi para quem tomou a primeira dose até 06 de agosto.

Foto: Alex Régis/Secom/Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Sesap RN distribui primeiro lote de vacinas da Pfizer destinado à D3 de idosos do Estado

Sesap/RN distribui primeiro lote de vacinas da Pfizer destinado à D3 de idosos do Estado

Teve início na tarde desta sexta-feira (17), a distribuição o primeiro lote de vacinas contra a Covid-19 para a aplicação da D3 de reforço nos idosos do Rio Grande do Norte. A ação foi feita pela Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte (Sesap/RN), e segundo a pasta, foram encaminhadas aos municípios 20 mil doses da vacina Pfizer para esse público.

A orientação da secretaria aos municípios é de que a D3 deve começar pelos idosos acamados e aqueles que vivam em instituição de longa permanência. Além das doses de reforço que já foram encaminhadas, também foram distribuídas, para segunda dose, mais 73.750 vacinas, sendo 28.200 da Pfizer, 18.840 de CoronaVac/Butantan e outras 26.710 de AstraZeneca/Fiocruz, que voltou a ser distribuído, após uma paralisação temporária. Parte dessas vacinas foram recebidas no fim da tarde da quinta-feira (16).

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado Vulcão Cumbre Vieja em La Palma não dá sinais de abrandamento Cocaína no Ceará tem tudo, menos o princípio ativo da droga