Manifestantes contrários a Bolsonaro tomam as ruas da zona Leste de Natal no Dia do Trabalhador

Manifestantes contrários a Bolsonaro tomam as ruas da zona Leste de Natal no Dia do Trabalhador

Manifestantes foram às ruas de Natal na manhã deste domingo (1º.mai.2022), Dia do Trabalhador, para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro. A concentração ocorreu na Praça das Flores, no bairro de Petrópolis, e teve início às 9h. O ato foi organizado por centrais sindicais. Estiveram presentes representantes de sindicatos dos bancários e trabalhadores da educação, por exemplo. Bandeiras de partidos políticos como PT e PSTU puderam ser vistas.

Representantes de movimentos sociais e sindicais fizeram discursos em um carro de som. Além de críticas ao presidente Jair Bolsonaro, também reclamaram quanto à alta de preços dos alimentos, gasolina e gás de cozinha.

“O Dia do Trabalhador não é dia de comemoração. A gente entende que é um dia de luta, dia de protesto, principalmente pelo momento que estamos vivendo, de muita dificuldade. O governo federal, não só esse atual, vem atacando a classe trabalhadora, principalmente com a reforma da previdência e a reforma trabalhista, se agrava muito mais com o governo Bolsonaro, que é um governo que claramente defende os empresários, e os trabalhadores ficam às margens dessas conquistas. Os trabalhadores estão na rua para dizer que a gente tem que lutar, porque sem luta a gente não vai conseguir nada”, declarou Marcelo Tinoco, diretor da Intersindical-RN.

Por volta das 10h30, os manifestantes iniciaram caminhada rumo à Praia do Meio, na Zona Leste de Natal. A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), também participou do protesto na capital potiguar.

Com informações do Portal G1
Foto: Reprodução/Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.