Tag Olimpíadas de Tóquio - Por dentro do RN

Olimpíadas de Tóquio

Rayssa Leal, a Fadinha, é campeã da 2ª etapa da Street League nos Estados Unidos

Rayssa Leal, a Fadinha, é campeã da 2ª etapa da Street League nos Estados Unidos

A brasileira Rayssa Leal sagrou-se campeã da segunda etapa da Street League de skate, circuito mundial da modalidade, neste sábado (30) em Lake Havasu, no Arizona (Estados Unidos).

Após ser ultrapassada na rodada final pela japonesa Momiji Nishiya, campeã nas Olimpíadas de Tóquio (Japão), a maranhense de 13 anos obteve a nota de 6,3 (seis décimos acima do que precisava) na última chance e ficou com o troféu. Pâmela Rosa ficou na quarta posição e Gabriela Mazetto terminou em sexto.

A Rayssa Leal, que nasceu na cidade de Imperatriz (Maranhão), já havia conquistado a primeira etapa da Street League de skate, em Salt League City em agosto.

Com informações da Agência Brasil

Foto: Reuters/Toby Melville/Direitos Reservados

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Imprensa americana muda quadro de medalhas

Para não ficar atrás da China, imprensa americana muda critério do quadro de medalhas

A imprensa americana mudou a forma de exibir os países com mais pódios das Olimpíadas de Tóquio: agora a regra é mostrar a classificação pelo total de medalhas, não pelo número de ouros. A mudança ocorre para os Estados Unidos atrás da China no quadro de medalhas na competição.

A mudança está valendo nos principais jornais da imprensa americana, tanto no The New York Times e The Washington Post quanto na rede de televisão Fox News. Todas elas mostram os EUA à frente da China, apesar de os americanos estarem atrás no número de medalhas de ouro. Até a madrugada deste sábado, 7 de agosto de 2021, os chineses lideram o quadro de medalhas com 37 ouros, 27 pratas e 17 bronzes (79 no total), contra 31 ouros, 36 pratas e 31 bronzes dos americanos (98 no total).

Foto: Reprodução/Getty Images

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Calendário Olímpico de hoje 5 de agosto de 2021

Calendário olímpico hoje – 5 de agosto – confira as disputas olímpicas de hoje e onde assistir

Calendário olímpico hoje – 5 de agosto de 2021: mais uma madrugada olímpica se aproxima e o Por Dentro do RN deixa você bem informado para não perder nenhuma competição.

Confira abaixo o calendário olímpico de hoje , 5 de agosto de 2021, com horário e locais de exibição das principais modalidades esportivas participantes dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

ATENÇÃO: O CALENDÁRIO OLÍMPICO DO DIA 6 DE AGOSTO (SEXTA-FEIRA) JÁ ESTÁ DISPONÍVEL NESTE LINK

Calendário olímpico hoje, 5 de agosto de 2021

21h30 às 23h (horário de Brasília)
Canoagem (Masculina e Feminina) – C2 500 metros;
Canoagem (Masculina) – C1 1000 metros;
Canoagem (Masculina e Feminina) – K4 500 m;
Transmissão ao vivo: Globo, SporTV 2 e BandSports

Calendário até a manhã de sexta-feira, 6 de agosto de 2021

02h30 (horário de Brasília)
Pentatlo Moderno (Feminino) – Natação;
Transmissão ao vivo: Globo e SporTV 4

03h30 às 05h30 (horário de Brasília)
Saltos Ornamentais (Masculino) – Classificatórias – Plataforma de 10 metros;
Transmissão ao vivo: Globo, SporTV 3 e BandSports

03h45 (horário de Brasília)
Pentatlo Moderno (Feminino) – Rodada Bônus da Esgrima;
Transmissão ao vivo: Globo e SporTV 4

04h50 (horário de Brasília)
Marcha Atlética (Feminino) – Final dos 20 km;
Transmissão ao vivo: SporTV 2

05h15 (horário de Brasília)
Pentatlo Moderno (Feminino) – Hipismo;
Transmissão ao vivo: SporTV 4

07h00 (horário de Brasília)
Hipismo (Misto) – Classificatória do Salto por Equipes;
Transmissão ao vivo: SporTV 2 e BandSports

07h30 (horário de Brasília)
Pentatlo Moderno (Feminino) – Final do Tiro e Corrida;
Transmissão ao vivo: SporTV+ (sinal extra)

09h00 (horário de Brasília)
Vôlei Feminino – Semifinal – Brasil e Coréia do Sul;
Transmissão ao vivo: Globo, SporTV 2 e BandSports

Foto: Divulgação/FIVB

A equipe do Por Dentro do RN atualiza o calendário olímpico diário constantemente. Se não apareceu o jogo que você espera por aqui, volte em breve que, talvez, ele tenha sido adicionado.

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

ATENÇÃO: O CALENDÁRIO OLÍMPICO DO DIA 6 DE AGOSTO (SEXTA-FEIRA) JÁ ESTÁ DISPONÍVEL NESTE LINK

Pedro Barros é medalha de prata em Tóquio

Pedro Barros é prata no skate park em Tóquio, a terceira do Brasil no esporte

O catarinense Pedro Barros conquistou a medalha de prata no skate park na Olimpíada de Tóquio, no início da madrugada desta quinta-feira (5) no Parque de Esportes Urbanos de Ariake. Ele garantiu a a segunda posição da prova com a nota de 86,14 pontos, que alcançou logo em sua primeira tentativa. Nas outras duas ele fez 73,5 e 22,99.

A medalha dourada ficou com o australiano Keegan Palmer, que fez uma volta espetacular e obteve a nota de 95,83 em sua última oportunidade. Com 84,13, o americano Cory Juneau faturou o bronze e fechou o pódio. Além de Pedro Barros, o Brasil foi representado na grande decisão por Luiz Francisco, que terminou em quarto com 83,14 pontos, e por Pedro Quintas, o oitavo com 38,47.

Antes da conquista de Pedro Barros no park, o skate brasileiro já havia garantido outras duas pratas, ambas no street, com a maranhense Rayssa Leal, a Fadinha do Skate, de apenas 13 anos; e o paulista Kelvin Hoefler, de 28 anos.

Foto: Júlio Detefon/COB

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Calendário Olímpico hoje

Calendário olímpico hoje: confira as disputas olímpicas de hoje, 4 de agosto, e de amanhã 5 de agosto

Calendário olímpico hoje: mais uma madrugada olímpica se aproxima e o Por Dentro do RN deixa você bem informado para não perder nenhuma competição.

ATENÇÃO: O CALENDÁRIO OLÍMPICO DO DIA 5 DE AGOSTO (QUINTA-FEIRA) JÁ ESTÁ DISPONÍVEL NESTE LINK

Confira abaixo o calendário olímpico de hoje, com horário e locais de exibição das principais modalidades esportivas dos dias 4 de agosto e 5 de agosto nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Calendário olímpico hoje, 4 de agosto de 2021

21h (horário de Brasília)
Skate Park – Classificatórias
Transmissão ao vivo: SporTV 2 e BandSports
Decatlo – Atletismo (Masculino) – 110 m com barreiras
Transmissão ao vivo: SporTV 2

21h50 (horário de Brasília)
Decatlo – Atletismo (Masculino) – Lançamento de disco
Transmissão ao vivo: SporTV 2

22h (horário de Brasília)
Atletismo (Feminino) – Classificatórias – 4 x 100 metros rasos
Transmissão ao vivo: SporTV 2

23h (horário de Brasília)
Atletismo (Masculino) – Final do Arremesso de Peso
Transmissão ao vivo: SporTV 2

Calendário até a manhã de quinta-feira, 5 de agosto de 2021

00:30 (horário de Brasília)
Skate – Modalidade Park (Masculino)
Transmissão ao vivo: Globo, SporTV 2 e BandSports

00h45 (horário de Brasília)
Decatlo – Atletismo – Salto com vara (Masculino)
Transmissão ao vivo: SporTV 2

01h (horário de Brasília)
Vôlei Masculino – Semifinal – Brasil x Rússia
Transmissão ao vivo: Globo, SporTV e BandSports

02h15 (horário de Brasília)
Boxe – Semifinal Peso Leve- Beatriz Ferreira (BRA) x (FIN) Mira Potkonen
Transmissão ao vivo: Globo, SporTV 2 e BandSports

03h18 (horário de Brasília)
Boxe – Semifinal Peso Médio- Hebert Conceição (BRA) x (ROC) Gleb Bakshi
Transmissão ao vivo: Globo, SporTV 2 e BandSports

04h30 (horário de Brasília)
Atletismo – Final Marcha Atlética (Masculino)
Transmissão ao vivo: SporTV

07h15 (horário de Brasília)
Decatlo – Atletismo – Lançamento de dardo (Masculino)
Transmissão ao vivo: Globo, SporTV e BandSports

09h40 (horário de Brasília)
Decatlo – Final Atletismo 1500 metros rasos (Masculino)
Transmissão ao vivo: Globo, SporTV e BandSports

Foto: Yuri Cortez/AFP

O CALENDÁRIO OLÍMPICO DO DIA 5 DE AGOSTO (QUINTA-FEIRA) JÁ ESTÁ DISPONÍVEL NESTE LINK

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Brasil e Letônia no vôlei de praia

Brasil perde da Letônia no vôlei de praia masculino por 2 sets a 0

Sem chance de reação, dupla brasileira Evandro e Bruno Schmidt perdem da Letônia por 2 a 0 e dão adeus às Olimpíadas de Tóquio.

O Brasil sofreu mais uma dura eliminação no vôlei de praia na Olimpíada de Tóquio. Na madrugada desta segunda-feira, pelo horário brasileiro, Evandro e Bruno Schmidt foram superados pela Letônia de Martins Plavins e Edgars Tocs por 2 sets a 0, com parciais de 21/19 e 21/18, em 49 minutos.

No domingo, Ágatha e Duda caíram na chave feminina, também pelas oitavas. Com estas quedas, o Brasil segue com duas duplas ainda competindo em Tóquio, uma de cada naipe. Ana Patrícia e Rebecca estão nas quartas de final. E Alison e Álvaro Filho ainda vão jogar pelas oitavas, na manhã desta segunda.

Evandro e Bruno, dupla número 31º do ranking mundial, vinham embalados em Tóquio. Lideraram o Grupo E, com três vitórias na fase anterior. Era a única dupla brasileira em Tóquio que ainda não havia sido derrotada. Mas, contra os letões (32º do ranking), em jogo que começou com sol e terminou com chuva, não conseguiram repetir as boas atuações.

Bruno é o atual campeão olímpico – levou o ouro no Rio-2016 ao lado de Alison. Evandro foi campeão mundial em 2017, quando também faturou o título do Circuito Mundial. Apesar da larga experiência e conquistas, a dupla enfrentou grande obstáculo na reta final de sua preparação para os Jogos. Em fevereiro, Bruno contraiu covid-19 e passou 13 dias internado, sendo cinco deles na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“Queria jogar mais esse torneio. Estava muito gostoso. O mundo todo prestigiando. Mas paciência. Saio daqui com a sensação de que queria ter mais longe. Mas, quando olho para trás, vejo que fiz o meu máximo. Eu olho para trás e tenho muito orgulho do que eu fiz. Agradeço ao Evandro, que teve paciência mesmo sabendo que eu poderia chegar longe do meu melhor aqui”, declarou Bruno, ao fim da partida, em entrevista ao canal SporTV. “Há um mês eu não sabia se estaria aqui”.

A dupla brasileira começou o jogo hesitante, com erros bobos, principalmente em tentativas de Evandro de segundo bola. Os letões aproveitaram as chances, abriram vantagem de até três pontos. A reação de Bruno e Evandro foi rápida, buscando a virada para 13/12. O duelo ficou equilibrado em 16/16.

Porém, a dupla da Letônia voltou a abrir frente de dois pontos, graças aos ataques de Plavins em deixadas bem colocadas, neutralizando qualquer chance de bloqueio por parte de Evandro, de 2,10 metros de altura. Com certa tranquilidade, os letões confirmaram a vitória no primeiro set.

Na segunda parcial, o roteiro foi semelhante. Plavins e Tocs iniciaram na frente, apostando nas deixadas de Plavins e nas boas defesas de Tocs. Pelo lado brasileiro, Bruno e Evandro usavam a força nos saques do segundo e nos ataques do primeiro. Bruno, porém, cometia mais erros, apesar de protagonizar os melhores ralis.

A parceria da Letônia botou novamente três pontos de frente. Em dia inspirado, Plavins comandava o time letão. Fazia ponto até de manchete, do fundo da quadra. Com dificuldades para reagir, os brasileiros lutaram até o fim, mas não conseguiram parar os bons fundamentos dos rivais e evitar a eliminação.

“A parte ofensiva deles funcionou muito mais do que a nossa. Aí jogamos com pressão o tempo todo. Mérito deles. Erramos muito no primeiro set”, comentou Bruno. “Fico triste porque queria estender o torneio o máximo possível. Mas estou feliz de ter tido oportunidade de estar aqui”, lamenta.

Foi a segunda queda de uma dupla brasileira em Tóquio. No domingo, Ágatha e Duda foram batidas pelas alemãs Laura Ludwig, campeã olímpica no Rio-2016, e Margareta Kozuch. A parceria do Brasil era considerada favorita ao pódio por ocuparem atualmente a liderança do ranking mundial.

Com informações da Tribuna do Norte

Foto: Wander Roberto/COB

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Canoagem Isaquias e Godmann

Isaquias e Jacky vencem bateria e garantem vaga na semifinal da canoagem

Após estreia abaixo do esperado, Isaquias Queiroz e Jacky Godmann reagiram na madrugada desta segunda-feira, pelo horário brasileiro, e confirmaram o lugar da dupla na semifinal do C-2 1.000 metros da canoagem velocidade nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Tanto a semi quanto a final estão marcadas para a noite de segunda (de Brasília), manhã de terça no Japão.

Isaquias e Jacky haviam começado mal na eliminatória, quando ficaram apenas em terceiro lugar e não conseguiram avançar diretamente à semifinal. Somente os dois primeiros de cada bateria pulariam as quartas de final, ganhando descanso até terça. Assim, precisaram voltar ao canal Sea Forest, em Tóquio, duas horas depois para, então, garantir a classificação à semifinal.

Pelas quartas, terminaram a bateria com o tempo de 3min48s611, pouco acima do registrado na eliminatória (3min48s378). Nas quartas, eles precisavam chegar entre os três primeiros colocados da bateria, que contou com cinco duplas. E não decepcionaram. Largaram na frente e mantiveram a dianteira durante os 1.000 metros. Na metade da prova, Isaquias e Jacky abriram boa vantagem sobre os rivais e terminaram com o melhor tempo das quartas.

O segundo lugar da bateria ficou com os ucranianos Pavlo Altukhov e Dmytro Ianchuk (3min49s356), logo à frente dos romenos Catalin Chirila e Victor Mihalachi (3min51s565). As semifinais estão marcadas para começar às 21h45 desta segunda (de Brasília). Se confirmarem o favoritismo, os brasileiros disputarão a final às 23h50.

As duas baterias, de eliminatória e quartas de final, marcaram a estreia de Isaquias no Japão. Primeiro brasileiro a conquistar três medalhas numa mesma edição dos Jogos, no Rio-2016, ele chegou a Tóquio com status de favorito ao pódio. E avisou que sua busca é pelo ouro, após deixar escapar no Rio de Janeiro, quando faturou duas pratas (C-1 1000 e C-2 1000) e um bronze (C-1 200).

Na capital japonesa, o canoísta vai disputar apenas duas provas. Além da C-2 1.000m, vai competir no C-1 1.000m. E na disputa em duplas compete ao lado de Jacky, estreante em Jogos, porque seu parceiro habitual, Erlon de Souza, medalhista também no Rio-2016, se machucou meses antes da Olimpíada.

Outro representante do Brasil na canoagem velocidade, Vagner Souta também precisou passar pelas quartas de final ao ficar no quinto e último lugar em sua bateria classificatória do K-1 (caiaque) 1.000 metros, com 3min57s178. Como acontece no C-1 e no C-2, somente os dois primeiros avançam direto às semifinais.

Pouco depois, pelas quartas de final, Souta terminou sua bateria no terceiro lugar, com 3min52s402, e não conseguiu passar à semifinal. Somente os dois primeiros avançaram. Assim, o canoísta se despediu de Tóquio. Aos 30 anos, o brasileiro disputava sua segunda Olimpíada. Na primeira, no Rio-2016, competiu no K4, quando ficou em 13º entre 14 caiaques, formando quarteto com Roberto Maehler, Celso Oliveira e Gilvan Bitencourt Ribeiro.

Na capital japonesa, estava apenas no K-1. Nascido em Guarantã do Norte (MT), mas radicado em Cascavel (PR), Souta chegou a frequentar o seminário, quando cogitou virar padre. E esteve no Exército Brasileiro até que, em 2009, se encantou pelos caiaques. Quatro anos depois, já estava na seleção brasileira.

Em 2015, viveu seu melhor ano na canoagem velocidade. Conquistou duas medalhas nos Jogos Pan-Americanos de Toronto: prata no K-4 1.000m e bronze no K-2 1.000m. No Pan de Lima-2019, foi bronze no K-1 1.000m.

Foto: Julio César Guimarães/COB/Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Rebeca Andrade é ouro

Rebeca Andrade é a primeira medalhista de ouro do Brasil na ginástica artística

A ginasta Rebeca Andrade conquistou neste domingo (1º) a primeira medalha de ouro na ginástica artística para o Brasil, nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ela venceu no salto e alcançou o lugar mais alto no pódio.

“Eu dedico a conquista da medalha de ouro a todo mundo, mas, em especial, ao meu treinador, Francisco Porath. A gente trabalhou muito e era um dos aparelhos em que eu tinha mais chance, como vocês sabem. Eu fiquei muito satisfeita. Acho que fico mais feliz com a felicidade dele do que com a própria medalha. Ele só quer me ver brilhar e a única forma que eu posso retribuir é com a minha ginástica e nosso trabalho. Eu pude fazer isso por ele na quinta, com a medalha de prata, e hoje, com a medalha de ouro. E é isso que eu vou buscar fazer, dar orgulho para as pessoas, para a minha família e pra mim”, disse Rebeca Andrade ao Comitê Olímpico Brasileiro.

É a segunda medalha de Rebeca Andrade nos Jogos de Tóquio. Ela já havia conquistado a prata no individual geral. Rebeca ainda tem chance de aumentar a sua coleção na final do solo, que será disputada nesta segunda-feira. “Estou bem centrada, amanhã tem mais um dia de competição, mais um dia que vou dar 110% de mim”, concluiu.

A paulista Rebeca Andrade, de 22 anos, fã da campeã mundial Daiane dos Santos, com essas duas conquistas, é a primeira brasileira na ginástica artística a conquistar o ouro e a prata em uma mesma edição dos Jogos Olímpicos. Antes de chegar aos dois pódios em Tóquio, a ginasta passou pela última de três cirurgias no joelho em meados de 2019, após romper o ligamento cruzado anterior do joelho pela terceira vez em quatro anos.

Rebeca conseguiu a nota 15,083 de média, após 15,166 no primeiro salto e 15,000 no segundo. A medalha de prata ficou com a norte-americana Mykayla Skinner, que obteve 14,916, e o bronze com a sul-coreana Yeo Seojeong, com 14,733.

Com informações do Comitê Olímpico Brasileiro 

Foto: Miriam Jeske/COB

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Olimpíadas hoje calendário atualizado

Olimpíadas hoje: confira o calendário das competições olímpicas em 27 de julho e 28 de julho

Olimpíadas hoje: mais uma madrugada olímpica se aproxima e o Por Dentro do RN deixa você bem informado para não perder nenhuma competição.

Confira abaixo o calendário atualizado, com horário, das principais modalidades esportivas do dia de hoje nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Se gostou, compartilhe com todo mundo.

Olimpíadas hoje, 27 de julho de 2021 (modalidades olímpicas)

Badminton: Beiwen Zhang (EUA) x (BRA) Fabiana Silva – Início às 22h20;

Natação: Leonardo de Deus e Revezamento – Início às 22h49;

Vôlei de Praia: Ana Patrícia e Rebecca (BRA) x (LET) Graudina e Kravcenoka – Início às 23h;

Judô: Rafael Macedo (BRA) x (CAZ) Islam Bozbayev e Maria Portela (BRA) x (REF) Nigara Shaheen – Início às 23h.

Competições da madrugada/manhã de 28 de julho de 2021 (modalidades olímpicas)

Natação – 4 x 200 livres: Final – Início às 0h26;

Canoagem Slalon: Ana Sátila e Pepe Gonçalves – Início às 0h50;

Boxe: Keno Marley x Daxiang (CHI) – Início às 2h12;

Tênis Feminino (duplas): Luisa Stefani e Laura Pigossi (BRA) x (EUA) Mattek-Sands e Pegula – Início às 3h40;

Futebol Masculino: Brasil x Arábia Saudita – Início às 5h;

Tênis Misto (duplas): Luisa Stefani e Marcelo Melo (BRA) x (SER) Stojanovic e Djokovic – Início às 6h40;

Natação Feminina (100m livres):Classificatórias – Início às 7h;

Ginástica Masculina: Caio Souza e Diogo Soares – Início às 07h15;

Handebol Masculino: Espanha x Brasil – Início às 7h30;

Natação Masculina (200m Medley): Classificatórias – Início às 8h15;

Natação Feminina (4 x 200 livres): Classificatórias – Início às 8h30;

Badminton Masculino: Kanta Tsuneyama (JAP) x (BRA) Ygor Coelho – Início às 8h40;

Tênis de Mesa: Hugo Calderano x Alemanha – Início às 9h;

Vôlei Masculino: Brasil x Rússia – Início às 9h45.

Competições da noite de 28 de julho de 2021 (modalidades olímpicas)

Rugby de 7 (Feminino): Canadá x Brasil – Início às 21h30;

Handebol (Feminino): Espanha x Brasil – Início às 23h;

Remo (Masculino): Skiff Simples – Início às 23h;

Judô (Masculino): Rafael Buzacarini (BRA) x (BEL) Toma Nikiforov – Início às 23h35.

Foto: Reprodução/Reuters

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Ítalo Ferreira

Potiguar Ítalo Ferreira conquista medalha de ouro no surfe

O brasileiro Ítalo Ferreira tirou onda, ou melhor, dominou as ondas na Praia de Tsurigasaki, onde ocorreram as disputas do surfe na Olimpíada de Tóquio (Japão). O potiguar conquistou na madrugada desta terça-feira (27) a primeira medalha de ouro do surfe, modalidade estreante nos Jogos Olímpicos. Atual campeão mundial, Ítalo dominou a final contra o japonês Kanoa Igarashi, vencendo por 15.14 a 6.6. A medalha de bronze ficou com o australiano Owen Wright, que venceu o brasileiro Gabriel Medina por 11.97 a 11.77 na disputa pelo pódio.

Moradores de Baía Formosa (RN), cidade natal do campeão, comemoraram o primeiro ouro para o país em Tóquio.

Na estreia da competição, Ítalo liderou a primeira bateria, com o somatório de pontos de 13.67. Com esta pontuação, ele ficou à frente do japonês Hiroto Ohhara (11.40), do italiano Leonardo Fioravanti (9.43) e do argentino Lele Usuna (8.27).

Classificado para as oitavas de final, o brasileiro derrotou o neozelandês Billy Stairmand por 14.54 a 9.67. Nas quartas, ele voltou a encarar o japonês Hiroto Ohhara, que esteve presente na bateria inicial. Ítalo mais uma vez levou vantagem, e derrotou o oponente por 16.3 a 11.9.

Com informações da Agência Brasil

Foto: Jonne Roriz/COB/Direitos reservados

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Nigeria

Nigéria tem primeiro delegado olímpico hospitalizado com Covid-19

De acordo com a emissora de televisão Asahi, um delegado olímpico da Nigéria se tornou o primeiro visitante dos Jogos de Tóquio hospitalizado com a Covid-19. A infecção do nigeriano foi divulgada hoje (16). O Japão luta para conter uma alta de infecções locais a uma semana do evento.

O delegado da Nigéria tem aproximadamente 60 anos. Ele não é atleta,e foi diagnosticado na noite de quinta-feira (15) no aeroporto com sintomas amenos. Por causa da idade e de problemas de saúde preexistentes, ele foi hospitalizado. Também nesta sexta-feira (16), o Comitê Olímpico Australiano disse que o tenista Alex de Minaur, 15º do ranking, foi diagnosticado com Covid-19 antes de viajar para os Jogos, tornando-se o atleta mais recente a ver seu sonho olímpico destruído pelo vírus.

Quem também teve o sonho olímpico frustrado foi o jogador de basquete norte-americano Bradley Beal. Ontem (15), a USA Basketball disse que o astro do Washington Wizards foi submetido a protocolos do coronavírus em um campo de treinamento de Las Vegas e perderá os Jogos.

O coronavírus infectou vários atletas e outros envolvidos com a Olimpíada, no momento em que as infecções se disseminam em Tóquio e especialistas alertam que um quadro pior ainda poderá acontecer. Os jogos vão começar no próximo dia 23 de julho.

Foto: Reuters/Issei Kato/Direitos Reservados

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Ítalo Ferreira

Ítalo Ferreira reclama da insegurança após assalto à loja de amigo em Baía Formosa

O atleta Ítalo Ferreira, campeão mundial de surfe e representante do Brasil e do Rio Grande do Norte nas Olimpíadas de Tóquio, desabafou nas redes sociais após roubo à loja de artigos de surfe de um amigo na cidade de Baia Formosa, onde nasceu e mora. O proprietário da loja percebeu a ação dos criminosos na manhã de hoje (14), ao chegar ao local.

Nas redes sociais, Ítalo enalteceu a figura de José Júnior, conhecido como “Chupeta”, que é morador da cidade. “Ele é um cara que não faz mal a ninguém, ajuda as pessoas e infelizmente aconteceu isso com ele”, disse. “Vamos cobrar das autoridades para dar uma força a mais na segurança aqui de Baía Formosa, já que eles só pensam no próprio umbigo. Colocar mais policiais, ajudar. O que precisamos é educação, saúde e segurança. E ponto. É o que a gente precisa”, reclamou o surfista.

Ítalo Ferreira também mostrou as imagens da loja do amigo e pediu doações para que ele consiga recuperar o estoque que foi levado. O surfista doou R$ 15 mil para o amigo.

Foto: Reprodução/Instagram

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Fukushima

Fukushima não permitirá mais torcedores em eventos olímpicos

A prefeitura de Fukushima, no Japão, proibirá espectadores nos eventos olímpicos que sediará devido às infecções de covid-19, afirmou o governo local, recuando em uma posição anunciada anteriormente pelos organizadores. A decisão é outro golpe nas esperanças do Japão de usar a Olimpíada para mostrar a sua recuperação de um terremoto e um tsunami devastadores que atingiram a costa norte uma década atrás, destruindo uma usina nuclear em Fukushima no pior acidente nuclear desde Chernobyl.

Os organizadores disseram na quinta-feira que não haveria espectadores na cidade-sede Tóquio, depois de um pico de coronavírus forçar o primeiro-ministro Yoshihide Suga a declarar estado de emergência na capital até o fim dos Jogos, que já foram adiados em um ano por causa da pandemia.

Mas afirmaram que espectadores seriam permitidos em Fukushima e outras prefeituras fora da capital. Na sexta-feira (9), os organizadores anunciaram que partidas de futebol no norte do Japão, na ilha de Hokkaido, seriam realizadas sem torcedores.

Fukushima, sede de sete partidas de softball e beisebol, pediu que os organizadores da Olimpíada proibissem espectadores e o pedido foi aceito, afirmou o governador Masao Uchibori.

Os organizadores afirmaram que planos para públicos restritos em Miyagi, Shizuoka e Ibaraki não haviam mudado.

Com informações da Agência Brasil


Foto: Reuters/Naoki Ogura/Direitos Reservados

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Olimpíadas de Tóquio

Olimpíadas de Tóquio: Globo já fatura R$ 500 milhões com Jogos Olímpicos

Em menos de dois meses, emissora carioca conseguiu vender todas as cotas de patrocínio das transmissões para as Olimpíadas de Tóquio.

A Globo conseguiu vencer uma “corrida contra o tempo”, vendendo, em menos de dois meses, todas as cotas de patrocínio envolvendo as transmissões da TV aberta para as Olimpíadas de Tóquio. A programação terá 12 horas no ar diariamente. De acordo com Notícias da TV, só sobraram espaços publicitários para o SporTV e seu site esportivo.

Com as vendas, a rede já arrecadou R$ 500 milhões, meta definida – e alcançada – pelo departamento comercial da emissora, que só lançou o pacote no início de maio. Em ocasiões anteriores, a negociação era iniciada com maior antecedência. A dúvida sobre a realização das Olimpíadas de Tóquio deixou a emissora com pouco tempo para as vendas.

Ainda segundo o Notícias da TV, a Globo fechou contrato das contas na TV aberta para Ambev, Bradesco, Magalu, Nivea e Netflix.

Foto: Reprodução/TV Globo

Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado Vulcão Cumbre Vieja em La Palma não dá sinais de abrandamento Cocaína no Ceará tem tudo, menos o princípio ativo da droga