Ministro de Bolsonaro na madeira

PF afasta delegado que ordenou buscas contra ministro de Bolsonaro

Francisco Perazzoni chefiou Operação Akuanduba, cujo alvo foi ministro de Bolsonaro Ricardo Salles, do Meio Ambiente

Parece que é a autonomia da PF está ameaçada. Dias após a deflagração da Operação Akuanduba, que investigou o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles (sem partido), delegado que ordenou buscas foi afastado pela Superintendência da Polícia Federal no DF. Apesar disso, ministro de Bolsonaro continuará sendo investigado por Francisco Perazzoni.

Ministro de Bolsonaro - Ricardo Salles
Foto: Lula Marques

Essa é a segunda vez que a Polícia Federal remaneja cargos após ações contra Ricardo Salles. Antes, o delegado Alexandre Saraiva perdeu o cargo após apresentar uma notícia-crime contra ministro Salles. Saraiva foi retirado do cargo de Superintendente da PF no Amazonas.

Foto: Reprodução/Twitter do ministro