Sudec

Número de vítimas fatais das chuvas na Bahia chega a 26

Número de vítimas fatais das chuvas na Bahia chega a 26

A Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec) informou que o número de vítimas fatais pelas enchentes no estado subiu para 26. A última morte registrada foi de um homem de 39 anos, que se afogou num povoado do município de Belo Campo. A morte ocorreu no último dia 30 de dezembro, mas só agora foi atualizada pela prefeitura da cidade.

Além das 26 vítimas fatais, há 518 feridos no estado, onde 30.915 pessoas estão desabrigadas e 62.731 desalojadas. O número total de atingidos pelas enchentes chegou a 715.634 pessoas. Os desabrigados são aqueles que tiveram que abandonar suas casas e dependem de abrigo do poder público. Já os desalojados são aqueles que saíram de suas casas e encontraram hospedagem por conta própria, como em casa de parentes.

Em todo o estado 166 municípios foram afetados pelas chuvas, dos quais 154 estão com decreto de situação de emergência.

Médicos

Mais cedo, um grupo de 23 médicos, vinculados ao Programa Mais Médicos, chegou a Ilhéus, um dos epicentros da tragédia, para ajudar vítimas das enchentes. Segundo o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, até dia 10, o total de profissionais do programa atuando no estado chegará a 119.

Já a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) informou ter remanejado oito médicos do quadro para atuar na região. Eles se juntarão ao grupo de médicos enviados pelo governo federal. Uma das tarefas dos profissionais de saúde é prevenir e tratar problemas resultantes do contato com água poluída das enchentes como cólera, leptospirose, hepatite, doenças diarreicas e febre tifoide.

Após desembarcaram em Ilhéus, os médicos foram deslocados para os seguintes municípios: Gandu, Itajuípe, Piraí do Norte, Dário Meira, Teolândia, Canavieiras, Apuarema, Nova Ibiá, Ibicaraí, Angical, Paratinga, Wanderley, Cotegipe, Jucuruçu, Itamaraju, Prado, Medeiros Neto, Ibicuí, Itarantim, Jiquiriçá, Ubaíra e Amargosa.

Com informações da Agência Brasil

Foto: REUTERS/Amanda Perobelli/Direitos Reservados

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Defesa Civil da Bahia confirma 24 vítimas das enchentes ocasionadas pelas chuvas no estado

Defesa Civil da Bahia confirma 24 vítimas das enchentes ocasionadas pelas chuvas no estado

Subiu para 24 o número de vítimas fatais em decorrência das enchentes que atingem diversas regiões da Bahia. As informações são da Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), com base nos dados recebidos das prefeituras.

Nesta quarta-feira (29.dez.2021), foram confirmadas as mortes de um casal, que teve o carro arrastado pela enxurrada em São Félix do Coribe, e um morador de Ubaitaba, que foi atropelado por um motorista que perdeu a visibilidade por causa das chuvas.

Além das vítimas fatais, os números de desabrigados já chegam a 37.324, e 53.934 de desalojados. O número total de atingidos passa de 629.000 pessoas. Dos 141 municípios afetados pelas chuvas, 132 declararam situação de emergência. Além de São Félix do Coribe e Ubaitaba, outras 11 cidades registraram mortes em decorrência das enchentes.

Na tarde desta quarta-feira (29.dez.2021), o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, disse em entrevista à CNN que o Governo Federal está atuando em conjunto com o governo do estado da Bahia, com as prefeituras e com a Defesa Civil dos municípios para acolher as vítimas, mapear a situação e reconstruir as regiões afetadas após o fim das enchentes.

Marinho reforçou que tem atuado diretamente e conversado com ministros de outras pastas para auxiliar a população baiana nas ações mencionadas, além de monitorar diariamente as necessidades do estado da Bahia.

“Nosso dever é monitorar e apoiar essa população afetada pelas chuvas, não só na Bahia. Estamos dispostos a fazer o que for necessário para apoiar essa população. Temos uma estrutura à disposição da Bahia. Estamos fazendo nossa parte neste primeiro momento, que é de acolhimento”, disse o ministro.

Com informações da CNN Brasil

Foto: Reprodução/Camila Souza/GOVBA

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Chuvas na Bahia deixam 10 mortos, 267 feridos e 6,3 mil desabrigados

Chuvas na Bahia deixam 10 mortos, 267 feridos e 6,3 mil desabrigados

De acordo com a Defesa Civil do Estado da Bahia (Sudec), o estado registrou 10 mortes e 267 feridos durante os seis dias de chuvas intensas que atingem o estado.

Os números divulgados pelo órgão apontam 6.371 estão desabrigados, outros 15.199 desalojados por causa dos estragos causados pelos temporais no estado. Ao todo, 220.297 pessoas foram atingidas pelas chuvas na Bahia e 51 municípios decretaram situação de emergência. Os dados foram informados na tarde desta segunda-feira (13.dez.2021).

A Sudec informou que as mortes foram registradas em Amargosa (2), Itaberaba (2), Itamaraju (3), Macarani (1), Prado (1) e Ruy Barbosa (1). A pasta informou que os números podem aumentar, uma vez que, devido a situação, as equipes da Defesa Civil não conseguiram contato com todas as cidades em situação de emergência.

Foto: Camila Marinho/Tv Bahia

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado