Biólogo Henrique

Avatar Biólogo HenriqueLeia abaixo todos os textos sobre o Biólogo Henrique publicados no Por Dentro do RN.

 

Quem é o biólogo Henrique Abrahão Charles?

 

O biólogo Henrique nasceu na cidade de Nova Friburgo, no sudeste do estado do Rio de Janeiro e dedica a sua vida profissional à Biologia. Tem graduação em Ciências Biológicas pela UFRJ e mestrado pela UFRRJ, com foco no comportamento das serpentes da família das anacondas, sucuris, serpentes arco-íris e jiboias.

 

Em 2021, se tornou colaborador do portal Por Dentro do RN em assuntos relacionados a acidentes ofídicos que acontecem no estado do Rio Grande do Norte; e também oferece informações sobre a preservação e os cuidados com as serpentes.

Bombeiros resgatam jiboia (Boa constrictor) em estacionamento de supermercado em Parnamirim

Bombeiros resgatam jiboia (Boa constrictor) em estacionamento de supermercado em Parnamirim

Uma cobra jiboia (Boa constrictor) foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte na manhã desta terça-feira (10.mai.2022). De acordo com o CBM, o animal estava dentro do estacionamento de um supermercado localizado no bairro Nova Esperança, em Parnamirim, na Grande Natal.

Os bombeiros atentam para a ausência de peçonha nessa espécie de serpente, o que a torna inofensiva para os seres humanos. Isso ocorre devido à dentição da jiboia (Boa constrictor), que não possui glândulas inoculadoras de peçonha.

Além disso, de acordo com o herpetólogo e parceiro do Por Dentro do RN, o biólogo Henrique Charles, o comportamento predatório da jiboia aponta para morte por asfixia e não há “nenhum caso de morte de seres humanos por esses animais”. Após a captura, o animal foi solto em uma área de mata.

Foto: Reprodução/Corpo de Bombeiros

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Bombeiros resgatam jiboia (Boa constrictor) em estacionamento de supermercado em Parnamirim Read More »

Policiais resgatam jiboia de 1,5m na cidade de Parelhas, no Seridó do RN

Policiais resgatam jiboia de 1,5m na cidade de Parelhas, no Seridó do RN

Os policiais militares da cidade de Parelhas, interior do Rio Grande do Norte, resgataram do quintal de uma residência no bairro Maria Terceira uma cobra da espécie jiboia-constritora (Boa constrictor). Os policiais foram acionados após os proprietários da residência perceberem a presença do animal, que não é peçonhento, na propiedade. Caso aconteceu na noite da terça-feira (3.mai.2022).

O réptil, com cerca de 1,5 metro foi capturado devolvido a seu habitat natural em uma área de mata, nas proximidades do município. Apesar de ser uma grande porte, a espécie não apresenta glândulas de veneno e não possui dentes inoculadores. A jiboia faz parte da fauna da região, sendo encontrado em regiões tropicais da América do Norte, Central e do Sul, assim como em algumas ilhas no Caribe.

A polícia Militar reforça a importância de não se aproximar deste tipo de réptil e também de não matar o mesmo, devendo acionar os agentes de segurança ou o Corpo de Bombeiros para que seja verificado a melhor forma de proceder com o animal.

Foto: Reprodução/PMRN

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Policiais resgatam jiboia de 1,5m na cidade de Parelhas, no Seridó do RN Read More »

Atriz Marcela Fetter expõe cobra inofensiva sem cabeça ao dizer que 'vai matar todas as serpentes'; biólogo Henrique explica

Atriz Marcela Fetter expõe cobra inofensiva sem cabeça ao dizer que ‘vai matar todas as serpentes’; biólogo Henrique explica

Filha de veterinários e autoproclamada ‘defensora da natureza’, a atriz Marcela Fetter, de 25 anos, usou suas redes sociais para compartilhar desinformação na Internet a respeito de serpentes e de animais peçonhentos. Em um vídeo compartilhado em seu Instagram, que já foi apagado, a atriz que interpretou a vilã Flávia, em Malhação, conta que já foi picada por uma jararaca (Bothrops jararaca).

Em seguida, a atriz também exibe as imagens de uma serpente sem cabeça, que teria sido morta pelo seu tio porque seria ‘uma jararaca parecida com aquela a qual ela havia se acidentado’.

Procurado pela reportagem do Por Dentro do RN, o biólogo Henrique Charles, que é especialista em serpentes, disse que o animal não se tratava de uma jararaca, mas de uma cobra-nariguda/jararaca-da-praia (Xenodon dorbignyi), típica da região dos Pampas. Henrique diz ainda que “a serpente em questão não é peçonhenta e não traz risco aos seres humanos”.

Em seu canal no YouTube, o biólogo comenta que o tio da atriz pode ter cometido crime ambiental ao matar um animal silvestre. Além disso, o especialista diz que o comportamento da Xenodon dorbignyi mimetiza o da jararaca por uma questão de evolução, mas que ela não possui dentição capaz de causar danos aos seres humanos.

Até o fechamento desta matéria, a atriz não emitiu nenhum posicionamento a respeito do vídeo. A equipe do Por Dentro do RN declara que o espaço está aberto.

O vídeo completo do biólogo Henrique comentando o caso da atriz Marcela Fetter pode ser assistido logo abaixo:

Foto: Reprodução/Instagram

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Leia mais:

Biólogo Henrique: como a balbúrdia de um professor no YouTube vem ajudando a salvar serpentes no Brasil
Jiboia de 1,5 metro é resgatada pelos bombeiros em São José de Mipibu
Guarda Municipal de Natal resgata exemplares de coral-verdadeira que serão estudadas pela UFRN
Agentes do Grupamento Ambiental da GMN resgatam filhote de tamanduá-mirim nas Rocas
GMN resgata gavião-carijó e coruja-buraqueira feridos na Zona Norte
[VÍDEO] Cobra jiboia (Boa constrictor) é vista por populares em frente a uma escola no bairro da Ribeira, em Natal
Bebê de São José do Seridó é picado por jararaca-da-seca (Bothrops erythromelas) enquanto brincava
[VÍDEO] Cobra jiboia (Boa constrictor) é vista por populares em frente a uma escola no bairro da Ribeira, em Natal

Atriz Marcela Fetter expõe cobra inofensiva sem cabeça ao dizer que ‘vai matar todas as serpentes’; biólogo Henrique explica Read More »

Ronda de Proteção Ambiental resgata jiboia de 2,3 metros no bairro Pitimbu, Zona Sul de Natal

Ronda de Proteção Ambiental resgata jiboia de 2,3 metros no bairro Pitimbu, Zona Sul de Natal

Uma jiboia adulta de 2,3 metros de comprimento foi encontrada por populares nesta quinta-feira (26) na Rua Antônio Freire de Lemos, bairro Pitimbu, Zona Sul da capital potiguar. Agentes da Ronda de Proteção Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Ropam/GMN) estavam em patrulhamento quando receberam a informação que o animal estava em uma área urbana.

Os guardas realizaram o resgate da serpente e fizeram uma avaliação prévia de saúde do animal, quando foi detectado que o mesmo estava sem ferimentos nem sinais de adoecimento. De acordo com especialistas, esse tipo de serpente é mais ativo durante a noite. Entretanto, pode ser observada durante o dia em busca de um local para se abrigar. Elas são encontradas tanto no solo quanto sobre as árvores, e não é um animal peçonhento.

De acordo com o guarda municipal Giovani, mesmo a jiboia não sendo venenosa, é preciso que os populares tenham alguns cuidados para não serem picados ou feridos pela serpente. “É sempre mais seguro acionar as equipes de resgates de animais silvestres, pois já temos experiência para fazer a captura com segurança para o agente e para o animal”, explicou.

Além disso, de acordo com o herpetólogo e parceiro do Por Dentro do RN, o biólogo Henrique Charles, o comportamento predatório da jiboia aponta para morte por asfixia e não há “nenhum caso de morte de seres humanos por esses animais”. De acordo com a professora do Departamento de Herpetologia da UFRN, Eliza Freire, o encontro com serpentes nesse período do ano é totalmente comum, uma vez que os animais estão em sua fase reprodutiva e acabam ficando mais expostos nas áreas urbanas das cidades.

Após avaliação, a jiboia foi levada a área da Zona de Proteção Ambiental 01 (ZPA), onde fica localizado o Parque da Cidade do Natal. A serpente foi solta numa parte de mata nativa, sendo dessa forma reconduzida a natureza.

Os resgates desses animais silvestres em Natal estão sendo feitos em todos os bairros e, muitas vezes, a contribuição da população é um fator primordial no acionamento das guarnições para agir no trabalho de amparo, cuidado e destino correto desses animais. Sem essa ação das guarnições, os animais teriam poucas chances de sobrevivência.

Qualquer cidadão que se deparar com algum animal silvestre fora do seu habitat em Natal pode solicitar o apoio da Guarda Municipal através do Ciosp, ligando para o número 190.

Foto: Reprodução/Ronda de Proteção Ambiental

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Leia mais sobre serpentes e sobre o trabalho do Corpo de Bombeiros e da Ronda de Proteção Ambiental da GMN no resgate a animais silvestres em Natal e no RN

Biólogo Henrique: como a balbúrdia de um professor no YouTube vem ajudando a salvar serpentes no Brasil
Jiboia de 1,5 metro é resgatada pelos bombeiros em São José de Mipibu
Guarda Municipal de Natal resgata exemplares de coral-verdadeira que serão estudadas pela UFRN
Agentes do Grupamento Ambiental da GMN resgatam filhote de tamanduá-mirim nas Rocas
GMN resgata gavião-carijó e coruja-buraqueira feridos na Zona Norte
[VÍDEO] Cobra jiboia (Boa constrictor) é vista por populares em frente a uma escola no bairro da Ribeira, em Natal
Bebê de São José do Seridó é picado por jararaca-da-seca (Bothrops erythromelas) enquanto brincava

Ronda de Proteção Ambiental resgata jiboia de 2,3 metros no bairro Pitimbu, Zona Sul de Natal Read More »

Cobra Jiboia (Boa constrictor) é vista por populares em frente a uma escola no bairro da Ribeira em Natal

[VÍDEO] Cobra jiboia (Boa constrictor) é vista por populares em frente a uma escola no bairro da Ribeira, em Natal

Uma serpente da espécie jiboia (Boa constrictor) adulta foi vista por populares em frente a uma escola localizada no bairro da Ribeira, em Natal. Após a identificação, a equipe do corpo de bombeiros já foi acionada para recolher o animal.

Um popular, no vídeo, atenta para a ausência de peçonha nesses animais, o que os tornam inofensivos para os seres humanos. Isso ocorre devido à dentição das serpentes da espécie, que não possuem glândulas inoculadoras de peçonha. Além disso, de acordo com o herpetólogo e parceiro do Por Dentro do RN, o biólogo Henrique Charles, o comportamento predatório da jiboia aponta para morte por asfixia e não há “nenhum caso de morte de seres humanos por esses animais”.

De acordo com a professora do Departamento de Herpetologia da UFRN, Eliza Freire, o encontro com serpentes nesse período do ano é totalmente comum, uma vez que os animais estão em sua fase reprodutiva e acabam ficando mais expostos nas áreas urbanas das cidades.

Foto: Reprodução/Twitter

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Após ser picado na boca por cascavel e demorar na busca por ajuda, homem morre em Mossoró; caso ocorreu em Baraúna, no Rio Grande do Norte

Saiba mais sobre a importância da jiboia e de outras serpentes para o meio ambiente e acompanhe o trabalho do Corpo de Bombeiros e da Guarda Municipal na proteção desses animais:

Biólogo Henrique: como a balbúrdia de um professor no YouTube vem ajudando a salvar serpentes no Brasil
Jiboia de 1,5 metro é resgatada pelos bombeiros em São José de Mipibu
Guarda Municipal de Natal resgata exemplares de coral-verdadeira que serão estudadas pela UFRN
Agentes do Grupamento Ambiental da GMN resgatam filhote de tamanduá-mirim nas Rocas
GMN resgata gavião-carijó e coruja-buraqueira feridos na Zona Norte

[VÍDEO] Cobra jiboia (Boa constrictor) é vista por populares em frente a uma escola no bairro da Ribeira, em Natal Read More »

Carlos Minc e Biólogo Henrique em live

Biólogo Henrique realiza live exclusiva com Carlos Minc, ex-ministro do Meio Ambiente; pauta é preservação ambiental e sustentabilidade

Ocorre nesta quinta-feira, 12 de agosto de 2021, uma transmissão ao vivo exclusiva entre o biólogo e mestre em Biologia, Henrique Abrahão Charles; com o ex-ministro do Meio Ambiente no governo do ex-presidente Lula, entre 2008 e 2010, o deputado estadual pelo Rio de Janeiro, Carlos Minc. A live, que ocorre simultaneamente em todos os canais oficiais do biólogo Henrique, acontecerá às 20h e terá como tema a preservação ambiental e sustentabilidade.

Quem é o biólogo Henrique?

Henrique Abrahão Charles, também conhecido como o biólogo Henrique, nasceu na cidade de Nova Friburgo, no sudeste do estado do Rio de Janeiro e dedica a sua vida profissional à Biologia. Em 2021, se tornou colaborador do portal Por Dentro do RN em assuntos relacionados a acidentes ofídicos que acontecem no estado do Rio Grande do Norte.

Biólogo Henrique Charles

Além disso, o biólogo Henrique tem graduação em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e mestrado no Comportamento Predatório de Serpentes Boidaes (anacondas, sucuris, serpentes arco-íris e jiboias) de Diferentes Habitats na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Além disso, Henrique é professor e já deu aulas de Biologia na rede pública do estado fluminense.

Como subsecretário do Meio Ambiente de Macaé, o biólogo Henrique ajudou a tirar o maior parque urbano de restinga do mundo do papel, o Parque Ecológico da Restinga do Barreto, localizado no município fluminense de Macaé, às margens da BR-106. Embora não exerça mais nenhum cargo de chefia do local, ainda continua sendo consultor e biólogo do parque. O herpetólogo também tem um canal no YouTube, onde desmistifica alguns mitos sobre as serpentes e ensina sobre o fabuloso mundo da Herpetologia.

Quem é Carlos Minc?

Carlos Minc Baumfeld nasceu no dia 12 de julho de 1951. Economista e defensor dos direitos da minoria e do meio ambiente. Estudou no Colégio Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e, em 1967, foi vice-presidente da Associação Metropolitana dos Estudantes Secundaristas.

Pelo motivo da participação em grupo de resistência contra a ditadura militar, foi preso em 1969, anistiado dez anos depois (1979). Deputado estadual pelo Rio de Janeiro, está em seu sexto mandato consecutivo (1986, 1990, 1994, 1998, 2002 e 2006). Recebeu o Prêmio Global 500, concedido pela ONU aos que se destacam mundialmente nas lutas em defesa do meio ambiente (1989).

É membro-fundador do Partido Verde (PV), juntamente com Fernando Gabeira e Alfredo Sirkis, tendo sido eleito deputado estadual em 1986. Em 1989, por ocasião das eleições presidenciais daquele ano, rompeu com Gabeira, que era candidato pelo PV, e passou a apoiar Luiz Inácio Lula da Silva, filiando-se ao PT, legenda na qual se abrigou até 2016, quando deixou o partido.

Carlos Minc e Biólogo Henrique se encontram em live

Atualmente, Carlos Minc está seu oitavo mandato de deputado estadual, pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB/RJ) e é recordista de aprovação de leis no Rio de Janeiro: 168 até agora. Defensor do socialismo libertário, luta por mais qualidade de vida e pela preservação ambiental, pelos direitos de cidadania, das mulheres, dos negros, dos homossexuais – combatendo o machismo, o racismo, a homofobia, a intolerância religiosa.

Minc tem ação parlamentar voltada para outros temas, como segurança pública, saúde no trabalho, ética na política e fiscalização do orçamento estadual e de sua execução. Minc é defensor dos pescadores artesanais, catadores de resíduos recicláveis, rádios comunitárias, da saúde do trabalhador, de políticas democráticas de drogas e humanização da saúde mental.

Foto: Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Notícias relacionadas:

Biólogo Henrique: como a balbúrdia de um professor no YouTube vem ajudando a salvar serpentes no Brasil
Bebê de São José do Seridó é picado por jararaca enquanto brincava
Vídeo mostra sucuri vivendo em uma estação de tratamento de esgotos; biólogo explica comportamento da serpente
Após ser picado na boca por cascavel e demorar na busca por ajuda, homem morre em Mossoró; caso ocorreu em Baraúna, no Rio Grande do Norte
Jiboia de 1,5 metro é resgatada pelos bombeiros em São José de Mipibu

Biólogo Henrique realiza live exclusiva com Carlos Minc, ex-ministro do Meio Ambiente; pauta é preservação ambiental e sustentabilidade Read More »

Guarda Municipal de Natal micrurus ibiboboca

Guarda Municipal de Natal resgata exemplares de coral-verdadeira que serão estudadas pela UFRN

Duas cobras da espécie Micrurus ibiboboca, conhecida como coral-verdadeira, foram resgatadas por agentes do Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN). As espécies vão servir de estudo científico de pesquisadores do Laboratório de Herpetologia da UFRN. As cobras foram encontradas pela guarnição da Ambiental na área de passagem de pessoas no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte.

De acordo com a Guarda Municipal, a coral-verdadeira é comum em Natal, e é também a espécie que possui a peçonha mais perigosa entre todas as serpentes catalogadas em território brasileiro, porém, não é a que tem maior registro de ataque a pessoas, sendo essa menos agressiva e só ataca quando se sente ameaçada.

O guarda municipal A. Pereira informou que assim que as serpentes foram coletadas pela guarnição, foi feito o contato com o Laboratório de Herpetologia da UFRN, que vem desenvolvendo um trabalho de pesquisa relacionado ao estudo da coral-verdadeira focado na identificação taxonômica e na distribuição geográfica dessa espécie. “O Grupamento Ambiental tem como função, além das descritas na sua lei de criação, a de contribuir com a produção científica brasileira”, explicou.

De acordo com um dos participantes do estudo científico das serpentes pertencentes ao gênero Micrurus, André Duarte, o trabalho deve contribuir com o entendimento maior desse tipo de cobra. “A importância da pesquisa é a urgência de definir quais espécies que ocorrem no nosso Estado e conhecer melhor sua distribuição geográfica, uma vez que são um grupo de serpentes peçonhentas e de importância médica, possuindo uma toxina potente”, afirmou.

Por se tratar de uma serpente peçonhenta, recomenda-se que ao encontrar o animal, apenas mantenha a distância, pois ele vai seguir a vida dele normalmente e não vai causar nenhum problema. A Guarda orienta que, caso o encontro seja dentro da residência ou área de circulação de pessoas, o comando municipal seja acionado pelo número 190, do Centro Integrado de Operações em Segurança Públicas (Ciosp), que a guarnição efetuará o resgate.

Gosta de Herpetologia ou tem curiosidade na área? Que tal ler um artigo sobre o tema escrito no Por Dentro RN? É só clicar aqui para conhecer um pouco mais desse universo fabuloso das serpentes.

Foto: Divulgação/Semdes

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Leia mais:

Jiboia de 1,5 metro é resgatada pelos bombeiros em São José de Mipibu
Após ser picado por cascavel e demorar na busca por ajuda, homem morre mesmo após tratamento; caso ocorreu no Rio Grande do Norte
Biólogo Henrique: como a balbúrdia de um professor no YouTube vem ajudando a salvar serpentes no Brasil
Jiboia de 1,5 metro é resgatada pelos bombeiros em São José de Mipibu
Cresce em 92% o resgate de serpentes no Rio Grande do Norte; saiba a quem recorrer e como evitar acidentes

Guarda Municipal de Natal resgata exemplares de coral-verdadeira que serão estudadas pela UFRN Read More »

Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal PRF realizará leilão de veículos retidos no RN Concurso do TJRN tem mais de 54 mil inscrições Prefeito de São José do Campestre é morto a tiros em casa Governo do RN abre concurso para a Polícia Militar Bolsas da Capes e do CNPq: ministro afirma que reajustes devem ocorrer ainda este mês